Posts Tagged ‘slovenia’

Ficha Técnica: Independiente (ARG) 2 x 1 Flamengo

Felipe Vizeu disputa jogada com Diego Rodríguez na primeira final da Sulamericana;
Crédito: www.gettyimages.com/Buda-Mendes
Ficha Tecnica
Independiente 2×1 Flamengo
Final da Copa Sul-Americana de 2017
Ficha Técnica










Competição (Tournament): Copa Sul-Americana 2017 – Final – 1º Jogo
Data (Date): Quarta-Feira, 6 Dezembro de 2017, 21:45 h (de Brasília) 20:45 Local
Estádio (Stadium): Libertadores de América, Avellaneda (Argentina)
Público (Attendance): 45.000 pagantes – Renda: Sem Registro
Árbitro (Referee): Mario Díaz de Vivar (Paraguai / Paraguay)
Assistente 1 (Assistant Referee 1): Milcíades Saldívar (Paraguai / Paraguay)
Assistente 2 (Assistant Referee 2): Darío Gaona (Paraguai / Paraguay)
Quarto Árbitro (Fourth Official): Éber Aquino (Paraguai / Paraguay)
Assistente de Vídeo 1 (Video Assistant 1): Enrique Cáceres (Paraguai / Paraguay)
Assistente de Vídeo 2 (Video Assistant 2): Roddy Zambrano (Equador / Ecuador)
Assistente de Vídeo 3 (Video Assistant 3): Eduardo Cardozo (Paraguai / Paraguay)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
19′ Nicolás Tagliafico 23′ Diego Ribas
85′ Fernando Amorebieta
90′ Fabricio Bustos
Gols| Goals | Goles Gols| Goals | Goles
1-1 Gigliotti, aos 28’/1º 1-0 Réver, aos 8’/1º (Cabeça)
2-1 Meza, aos 7’/2º
Club Atletico Independiente Clube de Regatas do Flamengo
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
25 Martín Campaña
16 Fabricio Bustos
02 Alan Franco (Amorebieta, 84′)
05 Gastón Silva
03 Nicolás Tagliafico ©
15 Diego Martín Rodríguez
06 Juan Sánchez Miño
07 Martín Benítez (Martínez, 72′)
08 Maximiliano Meza (Domingo, 78′)
27 Ezequiel Barco
09 Emmanuel Gigliotti
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
24 César
21 Pará
15 Réver ©
04 Juan
13 Miguel Trauco
05 Willian Arão
26 Gustavo Cuéllar
07 Éverton Ribeiro
10 Diego Ribas (Vinicius Jr, 72′)
29 Lucas Paquetá (Éverton, 56′)
25 Felipe Vizeu
Coach: Ariel Holan Coach: Reinaldo Rueda
Go
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Damián Albil
14 Fernando Amorebieta, aos 39’/2º
10 Walter Erviti
23 Nery Domínguez
29 Nicolás Domingo, aos 33’/2º
11 Leandro Fernández
24 Juan Manuel Martínez, aos 27’/2º
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
01 Thiago
02 Rodinei
30 Rhodolfo
08 Márcio Araújo
22 Éverton, aos 11’1/2º
27 Rômulo
20 Vinícius Júnior, aos 27’/2º
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
1 x 1 1 x 0 2 x 1
• Com esse resultado o Independiente joga por um empate para ser campeão;
• O Flamengo terá ue vencer por dois ou mais gols de diferença pra ser campeão;
• Esta foi a primeira vez que o Árbitro de Vídeo foi utilidado numa final da Sulamericana;
Independiente: Camiza Vermelha, Calção Azul e Meias Vernelhas (Puma);
• Flamengo: Camisa Branca, Calção Branco e Meias Brancas (Adidas);
• Flamengo e Independiente já decidiram um título sulamericano a Supercopa Libertadores 1995;
• 1º Jogo da Final da Supercopa Libertadores: Independiente vs Flamengo – (Ficha do Jogo)
• 2º Jogo da Final da Supercopa Libertadores: Flamengo vs Independiente – (Ficha do Jogo)

.:: Galeria de Imagens ::.
Clube Atlético Independiente, fundado em 4 de Agosto de 1904, em Avellaneda, Argentina;
Crédito: www.gettyimages.com/Buda-Mendes
Clube de Regatas do Flamengo, fundado em 17 de Novembro de 1895, no Rio de Janeiro/RJ;
Em Pé: Juan, Willian Arão, Felipe Vizeu, Réver (capitão) e César;
Agachados: Cuellar, Lucas Paquetá, Diego, Pará, Éverton Ribeiro e Miguel Trauco;
Crédito: www.gettyimages.com/Buda-Mendes
Estádio Libertadores da América, em Avellaneda, com capacidade para: 52.364 pessoas;
Crédito: www.jsistools.com/estadio-libertadores-de-america

Crônica do Jogo

Flamengo e Independiente disputaram o primeiro jogo da final da Copa Sul-americana na noite desta quarta-feira, em Avellaneda, na Argentina. O confronto terminou com vitória da equipe da casa por 2 a 1, de virada. Réver abriu o placar para o time brasileiro no primeiro tempo, e com Gigliotti, no primeiro tempo, e Meza, no segundo, o Independiente virou o placar.

O título da competição continental será decidido daqui há uma semana, no Rio de Janeiro. Flamengo e Independiente jogarão na próxima quarta-feira, dia 13, às 21h45 (Brasília), no Maracanã.

Como não há vantagem por gol marcado fora de casa, o Independiente será campeão se vencer ou empatar por qualquer placar. O Flamengo precisa vencer por dois gols de diferença. Se no acumulado der empate, haverá prorrogação e pênaltis.

Flamengo e Independiente fizeram um jogo bastante movimentado em Avellaneda. O primeiro tempo foi equiilibrado, com a equipe brasileira começando melhor e abrindo o placar aos 8. Mas os argentinos correram atrás, pressionaram e chegaram ao empate aos 28.

Nos primeiros minutos, o Flamengo buscou com sucesso controlar a posse de bola, enquanto o Independiente tentava pressionar a saída de bola rubro-negra. Com maior volume de jogo, os cariocas avançam pela esquerda com paquetá, e o jovem prata da casa sofre falta na chegada da área, aos 7 minutos. Trauco cobra e levanta no segundo pau. A defesa argentina vacila e Réver sobe sozinho para cabecear cruzado e ver a bola morrer no fundo da rede.

O gol calou a torcida local, que até então não parava de cantar. Os jogadores argentinos sentiram o golpe no primeiro momento, mas não demoraram a recuperar a compostura e partiram em busca do empate.

Forçando o jogo pela direita em cima de Trauco, o Independiente chegou com perigo aos 14. Meza foi para o mano a mano, levou vantagem e sobre peruano e cruzou. Gigliotti furou e na sobra Miño foi travado dentro da área por Pará. Fla começa a passar sufoco.

O rubro-negro respondeu aos 20. Arão recuperou uma bola no meio e iniciou o contra-ataque. Everton Ribeiro sofreu falta na intermediária pela direita, e na cobrança, a bola é alçada na área e Juan aparece livre atrás dos zagueiros. O veterano se estica e tenta desviar para o gol, mas manda para fora.

A partir deste lance, a pressão do Independiente aumentou, e o caminho seguia pela direita do ataque. Aos 23, Miño cruza e a defesa afasta. Dois minutos depois, Trauco comete falta perto da linha da grande área. Gastón Silva arrisca direto no canto esquerdo de César, mas o goleiro estava bem posicionado e fez boa defesa.

O Flamengo tentava recuperar a posse de bola, mas aos 28 Everton Ribeiro errou passe no ataque e deu o contra-ataque aos argentinos, que avançam em velocidade e chegam na área. Gigliotti recebe livre no meio e, defrente para o gol, acerta o canto de César para decretar o empate.

Os cariocas passam a trocar mais passes, e aos 32 Everton Ribeiro faz jogada pela direita e toca na área para a enrtada de Diego. O meia recebe e arma o chute, mas é bloquedo por um zagueiro argentino.

Aos 38, Vizeu recebe de Paquetá na entrada da área com espaço para avançar, ajeita e tenta o chute, mas a bola vai fraca e pela linha de fundo.

O Independiente ameaça no final. Everton Ribeiro faz falta em Tagliafico no bico da grande área. Cobrança é feita com um cruzamento rasteiro, que passa por todo mundo e para em César.

As duas equipes retornam dos vestiários sem alterações, e o jogo segue com o mesmo panorama. O Independiente busca a vitória em casa e parte pra cima logo no início, e pressiona um Flamengo com dificuldades de manter a posse de bola e criar jogadas.

Aos 3, tabela no ataque e Gastón Silva recebe livre para o chute, mas erra o alvo e manda para fora. O mesmo Gastón Silva acerta outro chute um minuto depois, e desta vez César faz a defesa.

O gol da virada saiu aos 7 minutos. Barco faz grande jogada pela esquerda, se livra de marcação dupla e cruza para a entrada da área. Meza, sozinho, acerta belo voleio sem deixar a bola tocar no chão e manda no canto de César.

Com a vantagem no placar, os argentinos diminuíram o ritmo e passaram a focar nos contra-ataques. Do outro lado, Reinaldo Rueda acionou Everton, que vinha de contusão e estava no banco, e sacou Paquetá.

Com os argentinos recuando, O Flamengo subiu de produção e passou a controlar mais a bola e a chegar mais ao ataque. Aos 19, Everton Ribeiro fez boa jogada pela direita e tocou para Vizeu livre na área. O atacante demorou um pouco para concluir e seu chute foi interceptado por um zagueiro, que mandou para escanteio.

Na sequência, Everton Ribeiro dá belo passe por cobertura para a entrada de Everton, na esquerda da área. O rubro-negro tenta a conclusão, mas o marcador argentino se estica todo e impede o chute.

Aos 27, Rueda faz a segunda alteração e coloca Vinícius Júnior em campo e tira Diego, que já dava sinais de desgaste. Com isso, Everton Ribeiro passa a atuar pelo meio.

A jóia do Fla bota velocidade no jogo, e aos 30 recebe na área e chuta cruzado, mas Campaña defende.

O Independiente dá sinais de cansaço e o Flamengo parte para cima, mas segue parando na defesa argentina. Aos 40, Everton parte na velocidade e é derrubado por trás quando ia entrar na área. Depois de muita catimba argentina, Trauco cobra por cobertura, mas a bola sai fraca e Campaña defende com tranquilidade.

O Fla seguiu buscando o empate. Aos 48, escanteio pela direita e Juan tentou o cabeceio, mas a bola saiu fraca e o goleiro argentino fez a defesa. (Fonte: Gazeta Esportiva)


.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com


Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)
Anúncios

Grêmio Campeão da Copa Libertadores da América de 2017

Jogadores do Grêmio comemoram a conquista do tricampeonato da Libertadores;
Crédito: www.gettyimages.com/Marcelo-Endelli
Ficha Tecnica
Lanús 1 x 2 Grêmio
Final da Copa Libertadores da América 2017
Ficha Técnica









Competição (Tournament): Copa Libertadores da América 2017 – Final – 2º Jogo
Data (Date): Quarta-Feira, 29 de Novembro de 2017, 21:45 h (de Brasília) 20:45 Local
Estádio (Stadium): Néstor Díaz Pérez “La Fortaleza“, Lanús (Argentina)
Público (Attendance): 45.000 pagantes – Renda: Sem Registro
Árbitro (Referee): Enrique Cáceres Villlafane (Paraguai / Paraguay)
Assistente 1 (Assistant Referee 1): Eduardo Cardozo (Paraguai / Paraguay)
Assistente 2 (Assistant Referee 2): Juan Zorrilla (Paraguai / Paraguay)
Quarto Árbitro (Fourth Official): Éber Aquino (Paraguai / Paraguay)
Assistente de Vídeo 1 (Video Assistant 1): Mario Díaz de Vivar (Paraguai / Paraguay)
Assistente de Vídeo 2 (Video Assistant 2): Milcíades Saldívar (Paraguai / Paraguay)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
5′ Rolando García 25′ Edilson
20′ Maximiliano Velázquez 70′ Bruno Cortez
70′ Alejandro Silva 70′ Jailson
82′ Ramiro
90′ Marcelo Grohe
Gols| Goals | Goles Gols| Goals | Goles
1-2 Sand, aos 26’/2º (Pênalti) 1-0 Fernandinho, aos 27’/1º
2-0 Luan, aos 4’/1º
Club Atletico Lanús Grêmio Foot-Ball Porto-Alegrense
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
28 Esteban Andrada
04 José Luis Gómez
23 Rolando García Guerreño
02 Marcelo Herera (Moreno, 65′)
03 Maximiliano Velázquez (Denis, 87′)
10 Román Martínez
30 Iván Marcone
21 Nicolás Pasquini
16 Alejandro Silva (Rojas, 77′)
09 José Sand
07 Lautaro Acosta
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
01 Marcelo Grohe
02 Edílson
03 Pedro Geromel
22 Bressan (Thyere, 81′)
12 Bruno Cortez
25 Jailson
29 Arthur (Michel, 51′)
17 Ramiro [Expulso, 82′]
21 Fernandinho
07 Luan
18 Lucas Barrios (Cícero, 75′)
Coach: Jorge Almirón Coach: Renato Gaúcho
Go
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Fernando Monetti
22 Santiago Zurbriggen
14 Matías Rojas, aos 32’/2º
19 Nicolás Aguirre
24 Leandro Maciel
17 Germán Denis, aos 42’/2º
25 Marcelino Moreno, aos 20’/2º
Go
Df
Df
Mc
Mc
At
At
24 Paulo Victor
15 Rafael Thyere, aos 36’/2º
16 Léo Moura
05 Michel, aos 6’/2º
27 Cícero, aos 30’/2º
09 Jael
11 Éverton
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
0 x 2 1 x 0 1 x 2
• Com esse resultado o Grêmio sagrou-se campeão da LIbertadores pela 3ª vez;
• Com essa conquista o Grêmio garantiu vaga no Mundial de Clubes da Fifa em Dezembro;
• Renato Gaúcho tornou-se bicampeão. Campeão em 1983 como jogador e agora como técnico;
• Esta foi a primeira vez que o Árbitro de Vídeo foi utilidado numa final de Libertadores;
• Lanús: Camiza Grená, Calção Grená e Meias Grenás (Macron);
• Grêmio: Camisa Tricolor, Calção Branco e Meias Brancas (Umbro);
• Jogo Anterior: 22/11 – Grêmio 1 x 0 Lanús, Arena do Grêmio, Porto Alegre (Ficha do Jogo)

.:: Galeria de Imagens ::.
Jogadores do Grêmio comemoram a conquista do tricampeonato da Libertadores;
Crédito: www.gettyimages.com/Marcelo-Endelli
Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. Fundado em 15 de Setembro de 1903, em Porto Alegre/RS;
Crédito: www.gettyimages.com/Demian-Alday
Club Atlético Lanús, fundado em 3 de janeiro de 1915, em Lanús, Argentina;
Crédito: www.gettyimages.com/Demian-Alday
Jogadores do Grêmio exibem suas conquistas individuais na Libertadores;
Crédito: www.gettyimages.com/Marcelo-Endeli

Crônica do Jogo

No dialeto gaúcho, o prefixo tri é utilizado para enfatizar ou aumentar algo, e, nesta quarta-feira, o Grêmio ficou tri em toda América. Trilegal, trivencedor, tricampeão da Libertadores.

O clube gaúcho voltou a conquistar o torneio continental depois de 22 anos de espera. O título veio após a vitória por 2 a 1 contra o Lanús, no estádio La Fortaleza, na Argentina. Os gols da partida foram marcados por Fernandinho e Luan, para o Grêmio, e por Sand, para o Lanús. No agregado de resultados, o placar foi 3 a 1 para os brasileiros.

O Tricolor quebrou a zica de nunca ter derrotado um clube argentino na final da Libertadores. Além disso, diminuiu a vantagem hermana de nove vitórias contra cinco dos brasileiros em confrontos diretos nas decisões do torneio continental. A conquista ganhou ares ainda mais especiais e mitológicos com o time campeão sendo comandado pelo ídolo gremista Renato Portaluppi.

O técnico Jorge Almirón, do Lanús, teve a ausência do zagueiro Diego Braghieri, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Para a posição, o treinador grená escalou o zagueiro Marcelo Herrera. O Grêmio também teve um desfalque defensivo. O zagueiro argentino Walter Kannemann não pode atuar por estar suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Com isso, Bressan substituiu o companheiro de time.

Primeiro tempo:

Sob um show de fogos de artifício, as duas equipes entraram em campo no La Fortaleza. O Grêmio vestindo a camisa tricolor, calção branco e meiões brancos. O Lanús usou o clássico uniforme grená com calções e meiões pretos. Antes de iniciar o jogo, o árbitro fez um minuto de silêncio pelo um ano da tragédia com o voo da Chapecoense, que foi completado nesta quarta-feira.

O confronto começou com o Lanús cometendo muitas faltas duras. Logo aos cinco minutos, o zagueiro García Guerreño, do Lanús, recebeu um cartão amarelo por uma entrada forte no meia gremista Ramiro.

O primeiro chute a gol foi do Grêmio. Após boa troca de passes pela esquerda de ataque, aos nove minutos, Lucas Barrios tocou para Luan que passou para Fernandinho dentro da área. O extrema esquerda chute cruzado rasteiro, mas o goleiro Andrada defendeu a finalização.

Um minuto depois, o Lanús tentou responder. O atacante Sand encontrou Alejandro Silva no meio, ele passou por dois marcadores e chutou de longe. A bola subiu muito e passou sob a meta defendida por Marcelo Grohe.

Aos 14 minutos, o volante Arthur foi lançado na área e escorou para o centroavante Lucas Barrios. O gremista pegou de primeira, de fora da área, e mandou para fora, sem perigo ao gol defendido por Andrada.

O Grêmio fazia uma marcação alta tentando evitar que o goleiro Andrada jogasse com pés e a equipe do Lanús tivesse uma vantagem numérica em campo.

O Tricolor Gaúcho abriu o placar aos 27 minutos de jogo. O ataque era do Lanús, mas após a zaga afastar os jogadores do Lanús fizeram uma lambança com o rebote e deram um ótimo contra-ataque para o Grêmio. O atacante Fernandinho reparou a redonda e correu todo o campo até a área adversária, onde finalizou na saída do goleiro Andrada. A bola foi parar nos fundos da rede.

Dois minutos depois, o Lanús teve uma falta perto da grande área para cobrar. O lateral-esquerdo Velázquez bateu com perfeição e o goleiro Marcelo Grohe saltou para fazer uma bela defesa e espalmar para escanteio.

Aos 30 minutos, em contra-ataque gremista, Ramiro passou para Edílson, na direita, o lateral arriscou o chute. A bola saiu torta, mas no meio da área Arthur colocou o pé na redonda, que por pouco não entrou no ângulo esquerdo de ataque.

Os jogadores do Lanús demonstravam nervosismo e ansiedade. Com isso, erravam passes considerados simples. O Grêmio aproveitava os erros do adversário para tocar a bola e administrar o resultado.

O time grená teve boa chance aos 39 minutos. Sand tocou de calcanhar para Martínez, que arriscou de primeira, contudo a bola passou longe da meta.

O Grêmio ampliou o marcador aos 41 minutos. Contudo, o gol não foi um simples gol, foi uma pintura que as palavras pouco podem descrever. Após ser lançado pelo volante Jailson, o atacante Luan dominou a redonda com classe e foi passando pelo marcadores com uma tranquilidade inexplicável até ficar cara-a-cara com o goleiro Andrada e dar um toque encobrindo o arqueiro Andrada, balançando mais uma vez as redes.

O Lanús tentou descontar aos 43 minutos. Mais uma vez, Sand encontrou Martínez. O meia fez uma boa tabela com Gómez e concluiu para fora.

A primeira etapa terminou com um domínio gremista e muita festa da torcida do Grêmio no estádio La Fortaleza.

Segundo tempo:

As duas equipes retornaram para a segunda etapa sem modificações. Contudo, o Lanús, precisando reverter o resultado, partiu para o ataque.

Aos cinco minutos, o volante Arthur deixou o jogo com dores no calcanhar. O companheiro Michel entrou no lugar. No banco de reservas, o garoto de 21 anos chorou bastante após a substituição.

Aos 10 minutos, o Lanús chegou com muito perigo. Após boa troca de passes entre os jogadores grená, Sand entrou na área e tocou para Acosta. O atacante tentou o chute que explodiu em Bressan. No rebote, na esquerda da área, novamente, Sand finalizou, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Os mandantes tentavam pressionar, mas não faziam com eficiência. Os jogadores grená apostavam muito em cruzamentos para área.

Em cobrança de falta na direita de ataque gremista, o lateral Edílson ergueu a redonda na área para o centroavante Lucas Barrios, que apareceu na esquerda desviando de cabeça. Quase que pintou o terceiro gol gremista.

Quando o Lanús entrou na área tocando a bola, o atacante Sand foi derrubado na área por Jailson. O árbitro assinalou o pênalti. O próprio Sand foi para a cobrança e descontou o placar. O goleiro Marcelo Grohe pulou para um lado e a bola entrou no outro canto. Com o gol, o atacante se isolou na artilharia da Libertadores, com nove tentos.

Aos 30 minutos, após a zaga gremista afastar a bola, Marcone ficou com o rebote e arriscou de fora da área. A redonda passou perto do gol defendido por Marcelo Grohe e assustou a torcida do Grêmio.

Se o primeiro tempo estava tranquilo, a segunda etapa ganhou tons dramáticos. Após o Lanús não fazer o fair play, o meia Ramiro fez uma falta dura e recebeu cartão amarelo. Contudo, o gremista seguiu reclamando e o árbitro expulsou o jogador. O Grêmio ficava com um atleta a menos em campo faltando um pouco mais de cinco minutos para o término da partida.

Aos 44 minutos, o Luan desperdiçou a chance de matar a partida. Em contra-ataque puxado por Fernandinho, o atacante tocou para o camisa 7 que recebeu livre na área e tentou um toque por cima do goleiro Andrada. A redonda passou tirando tinta da trave.

Com um a mais, o Lanús pressionou muito o Tricolor. Mesmo com cinco de acréscimos, não adiantou e o Grêmio se sagrou tricampeão da Copa Libertadores da América. (Fonte: Gazeta Esportiva)


.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com


Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)

Ficha Técnica: Grêmio 1 x 0 Lanús (ARG)

Grêmio vence Lanús e fica mais perto do tricampeonato da Libertadores;
Crédito: www.gettyimages.com/Buda-Mendes
Ficha Tecnica
Grêmio 1 x 0 Lanús
Final da Copa Libertadores da América 2017
Ficha Técnica









Competição (Tournament): Copa Libertadores da América 2017 – Final – 1º Jogo
Data (Date): Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017, 21:45 h (de Brasília)
Estádio (Stadium): Arena do Grêmio FBPA, Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Público (Attendance): 56.256 pagantes (Total: 55.188) – Renda: R$ 6.526.427,00
Árbitro (Referee): Julio Alberto González Bascuñán (Chile)
Assistente 1 (Assistant Referee 1): Carlos Astroza (Chile)
Assistente 2 (Assistant Referee 2): Christian Schiemann (Chile)
Quarto Árbitro (Fourth Official): Diego Haro (Peru)
Assistente de Vídeo 1 (Video Assistant 1): Roddy Zambrano (Equador / Ecuador)
Assistente de Vídeo 2 (Video Assistant 2): Christian Lescano (Equador / Ecuador)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
40′ Walter Kannemann 23′ Lautaro Acosta
43′ Jailson 40′ Rolando García
73′ Cícero 75′ Maximiliano Velázquez
93′ Diego Braghieri
Gols| Goals | Goles Gols| Goals | Goles
1-0 Cícero, aos 36’/2º
Grêmio Foot-Ball Porto-Alegrense Club Atletico Lanús
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
01 Marcelo Grohe
02 Edílson
03 Pedro Geromel
04 Walter Kannemann
12 Bruno Cortez
25 Jailson
29 Arthur
17 Ramiro
21 Fernandinho (Éverton, 56′)
07 Luan
18 Lucas Barrios (Jael, 73′)
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
28 Esteban Andrada
04 José Luis Gómez
23 Rolando García Guerreño
06 Diego Braghieri
03 Maximiliano Velázquez (Aguirre, 78′)
10 Román Martínez
30 Iván Marcone
21 Nicolás Pasquini
16 Alejandro Silva
09 José Sand
07 Lautaro Acosta
Coach: Renato Gaúcho Coach: Jorge Almirón
Go
Df
Df
Mc
Mc
At
At
24 Paulo Victor
16 Léo Moura
22 Bressan
05 Michel
27 Cícero, aos 26’/2º
09 Jael, aos 28’/2º
11 Éverton, aos 11’/2º
Go
Df
Df
Mc
Mc
At
At
01 Fernando Monetti
02 Marcelo Herrera
22 Santiago Zurbriggen
19 Nicolás Aguirre, aos 33’/2º
24 Leandro Maciel
17 Germán Denis
25 Marcelino Moreno
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
0 x 0 1 x 0 1 x 0
• Com esse resultado o Grêmio joga por um empate no jogo de volta pra ser campeão;
• Pra ser campeão o Lanús terá que vencer por dois ou mais gols de diferença;
• Esta foi a primeira vez que o Árbitro de Vídeo foi utilidado numa final de Libertadores;
• Lanús: Camiza Branca, Calção Branco e Meias Brancas (Macron);
• Grêmio: Camisa Tricolor, Calção Preto e Meias Pretas (Umbro);

.:: Galeria de Imagens ::.
As duas equipes perfiladas para a execução dos hinos nacionais;
Crédito: www.gettyimages.com/Buda-Mendes
Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. Fundado em 15 de Setembro de 1903, em Porto Alegre/RS;
Crédito: www.gettyimages.com/Buda-Mendes
Club Atlético Lanús, fundado em 3 de janeiro de 1915, em Lanús, Argentina;
Crédito: www.gettyimages.com/Buda-Mendes

Crônica do Jogo

O sonho do tricampeonato da Copa Libertadores da América está muito perto de se concretizar para o Grêmio. Nesta quarta-feira, na Arena, o Tricolor gaúcho bateu o Lanús pelo placar de 1 a 0, na primeira partida da final continental. O gol da partida foi marcado por Cícero.

A Arena teve a presença de mais de 55 mil torcedores. Com o resultado, o time brasileiro dependerá de um empate no confronto na Argentina para conquistar o título do torneio da Libertadores. Como não existe o gol qualificado na decisão, qualquer derrota pela diferença mínima levará o duelo para as penalidades máximas.

Após conseguir a classificação para a final, o Grêmio optou por utilizar os titulares durante o Campeonato Brasileiro para manter o ritmo de jogo dos atletas. O técnico Renato Gaúcho teve em campo o time completo e escalou Fernandinho e Jailson no meio de campo. O Lanús, que preferiu poupar os jogadores no Campeonato Argentino durante 22 dias, para utilizá-los apenas nas decisões, também teve a equipe principal em campo.

O jogo – Os primeiros minutos foram do Grêmio tocando a bola, procurando espaço na retranca do Lanús. Aos poucos, o time argentino foi se soltando na partida e arriscando algumas jogadas ofensivas. Em menos de cinco minutos, a equipe grená teve dois escanteios e uma falta próxima à área gremista para cobrar. Contudo, os lances não resultaram em perigo ao gol defendido por Marcelo Grohe.

Aos 16 minutos, após um bate-rebate no setor esquerdo ofensivo do Grêmio, a bola sobrou para Luan. O camisa 7 dominou e concluiu colocado, mas o chute subiu muito e saiu para tiro de meta.

Em cobrança de escanteio, aos 20 minutos, Luan cruzou, mas a zaga adversária afastou para a entrada da área. Na sobra, Ramiro tentou pegar de primeira, contudo o chute foi desviado no meio do caminho e saiu pela linha de fundo.

O Lanús utilizava bastante o goleiro como um líbero. Após tentar sair jogando com os pés, Andrada foi surpreendido pela marcação alta gremista e fez passe errado. Porém, Ramiro pegou fraco na bola, que retornou para a posse do arqueiro adversário.

A primeira boa chance de gol da partida foi do Lanús, aos 33 minutos. Após jogada pela direita, Martínez recebeu na ponta direita da entrada da área e concluiu com força, rasteiro. O goleiro Marcelo Grohe fez boa defesa, salvando o time gaúcho.

O Lanús começou a gostar da partida. Em cobrança de escanteio, aos 39 minutos, o zagueiro Braghieri subiu mais alto e cabeceou para o chão. A bola entraria, mas novamente Marcelo Grohe salvou o Grêmio. O goleiro saltou no canto e, com o braço, desviou a trajetória.

Após empurra-empurra dentro da área gremista, os jogadores Walter Kannemann e o Rolando García receberam cartão amarelo. O zagueiro gremista estava pendurado e ficará fora da segunda partida, em Buenos Aires.

Aos 44 minutos, o goleiro Andrada tentou sair jogando com os pés novamente e entregou a bola para o Grêmio. A redonda foi parar nos pés do volante Arthur, que chutou de fora da área, mas para tiro de meta.

No último lance do primeiro tempo, os jogadores gremistas fizeram uma bela troca de passes e Ramiro entrou livre na área, mas caiu. O árbitro entendeu que não houve pênalti e mandou seguir a jogada, o que gerou muita reclamação pelo lado tricolor. Após encerrada a primeira etapa, o técnico Renato Gaúcho foi até a arbitragem e pediu para utilizar o recurso de vídeo.

O Grêmio demorou um pouco para voltar ao gramado no segundo tempo, e o quarto árbitro precisou chamar o time no vestiário. As duas equipes retornaram para a segunda etapa sem alterações.

O time gaúcho recomeçou o duelo pressionando o adversário. Aos cinco minutos, em cobrança de falta pela esquerda de ataque, o lateral direito Edílson mandou uma bomba, mas a bola saiu pela linha de fundo.

A primeira grande oportunidade do Grêmio ocorreu aos 10 minutos do segundo tempo. O lateral-esquerdo Bruno Cortez recebeu na entrada da área, e ninguém apareceu para tabelar. Então, ele arriscou o chute ao gol. O goleiro Andrada quase foi surpreendido, mas conseguiu dar um toque salvador e mandar para escanteio.

O Lanús tentava catimbar o jogo, e os atletas gremistas se irritavam com a postura do time adversário. Em ataque do Grêmio, aos 17 minutos, o zagueiro Pedro Geromel carregou a bola e ergueu na área para o volante Jailson desviar no meio do caminho. Porém, a redonda subiu muito e saiu pela linha de fundo.

O cronômetro marcava 28 minutos, e o técnico Renato Portaluppi já havia feito as três modificações possíveis no jogo, colocando Jael, Cícero e Everton no lugares de Lucas Barrios, Jailson e Fernandinho.

As mexidas do treinador gremista deram certo. Aos 37 minutos, após Edílson levantar a bola na esquerda da área, o centroavante Jael ajeitou de cabeça para Cícero empurrar para o fundo das redes e fazer a Arena explodir. Depois do gol, os torcedores acenderam sinalizadores e o confronto ficou um bom tempo parado.

No último lance da partida, o centroavante Jael sofreu pênalti e o árbitro não assinalou.

O duelo de volta ocorrerá na próxima quarta-feira, dia 29 de novembro, às 21h45 (de Brasília), no Estádio La Fortaleza, em Buenos Aires. O time gremista tem a vantagem de atuar por um empate para conquistar o título. (Fonte: Gazeta Esportiva)


.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com

Ficha Técnica: Paris Saint Germain 7 x 1 Celtic

Neymar teve boa atuação na goleada do Paris contra o Celtic;
Crédito: www.gettyimages.com/Jean-Catuffe
Ficha Tecnica
Paris 7 x 1 Celtic
2017–18 UEFA Champions League Group Stage
Ficha Técnica









Competição (Tournament): UEFA Chapions League 2017-18 – Grupo B – 5ª Rodada
Data (Date): Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017, 20:45 h (Local) 12° C
Estádio (Stadium): PSG FC – Parc des Princes, Paris (França / France)
Público (Attendance): 46.288 pagantes – Renda: Sem Registro
Árbitro (Referee): Tasos Sidiropoulos (Grécia / Greece)
Assistente 1 (Assistant Referee 1): Polychronis Kostaras (Grécia / Greece)
Assistente 2 (Assistant Referee 2): Lazaros Dimitriadis (Grécia / Greece)
Quarto Árbitro (Fourth Official): Damianos Efthimiadis (Grécia / Greece)
Assistente Adicional 1 (Additional Assistant 1): Charalambos Kalogeropoulos (Grécia)
Assistente Adicional 2 (Additional Assistant 2): Alexandros Aretopoulos (Grécia / Greece)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
35′ Jozo Šimunovi, 35’/1º
45′ Nir Bitton, 47’/1º
Gols| Goals | Goles Gols| Goals | Goles
1-1 Neymar, aos 8’/1º 1-0 Dembelé, 58″seg/1º
2-1 Neymar, aos 21’/1º
3-1 Cavani, aos 27’/1º
4-1 Mbappé, aos 34’/1º
5-1 Verratti, aos 29’/2º
6-1 Cavani, aos 33’/2º
7-1 Daniel Alves, aos 34’/2º
Paris Saint Germain Football Club Celtic Football Club
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
16 Alphonse Aréola
32 Daniel Alves
02 Thiago Silva
05 Marquinhos
20 Layvin Kurzawa
06 Marco Verratti (Lo Celso, 76′)
25 Adrien Rabiot
23 Julian Draxler (Pastore, 67′)
29 Kylian Mbappé (Di María, 76′)
09 Edinson Cavani
10 Neymar Jr
Go
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
01 Craig Gordon
23 Mikael Lustig (Bitton, 13′)
20 Dedryck Boyata
05 Jozo Šimunović
63 Kieran Tierney
08 Scott Brown
42 Callum McGregor
21 Olivier Ntcham (Eboué, 69′)
49 James Forrest
18 Tom Rogic
10 Moussa Dembélé (Griffiths, 77′)
Coach: Unai Emery Coach: Brendan Rodgers
01
03
11
12
17
18
27
Kevin Trapp (gk)
Presnel Kimpembe
Ángel Di María, aos 31’/2º
Thomas Meunier
Yuri Berchiche
Giovani Lo Celso, aos 31’/2º
Javier Pastore, aos 22’/2º
06
07
09
11
14
24
88
Nir Bitton, aos 13’/1º
Patrick Roberts
Leigh Griffiths, aos 32’/2º
Scott Sinclair
Stuart Armstrong
Dorus de Vries (gk)
Eboué Kouassi, aos 24’/2º
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
4 x 1 3 x 0 7 x 1
• Com esse resultado o Paris Saint-Germain Chegou a cinco vitórias em cinco jogos;
Paris Saint-Germain: Camiza Azul, Calção Azul e Meias Azuis (Nike);
Celtic: Camisa listrada em Verde-Branco, Calção Branco e Meias Brancas (Umbro);
• Com esse 7 gols marcados o PSG chegou a marca de 24 gols marcados em 5 jogos no torneio;
Paris Saint-Germain Football Club foi fundado em 12 de agosto de 1970, em Paris, França;
The Celtic Football Club foi fundado em 6 de novembro de 1888, em Glasgow, Escócia;

.:: Galeria de Imagens ::.
Crédito: www.gettyimages.com/Xavier-Laine
Em pé: Draxler, Cavani, Rabiot, Thiago Silva, Marquinhos e Aréola;
Agachados: Neymar, Daniel Alves, Verrati, Kurzawa e M’bappé;
Crédito: www.gettyimages.com/Catherine Ivill
Crédito: www.gettyimages.com/Xavier-Laine
As Maiores Goleadas da Champions League
06/11/2007
08/12/2015
10/12/2003
23/10/2007
03/11/2010
23/11/2011
13/03/2012
21/10/2014
11/03/2015
13/09/2015
10/04/2007
10/03/2009
07/03/2012
21/10/2014
22/11/2017
Fase de Grupos
Fase de Grupos
Fase de Grupos
Fase de Grupos
Fase de Grupos
Fase de Grupos
Oitavas de Final
Fase de Grupos
Oitavas de Final
Fase de Grupos
Quartas de Final
Oitavas de Final
Oitavas de Final
Fase de Grupos
Fase de Grupos
Liverpool FC (ING)
Real Madrid CF (ESP)
Juventus FC (ITA)
Arsenal FC (ING)
MŠK Žilina (RUS)
Valencia CF (ESP)
Bayern München (ALE)
FK Bate Borisov (BLR)
Bayern München (ALE)
FC Barcelona (ESP)
Manchester United (ING)
Bayern München (ALE)
FC Barcelona (ESP)
Bayern München (ALE)
Paris Saint Germain (FRA)
8 x 0
8 x 0
7 x 0
7 x 0
0 x 7
7 x 0
7 x 0
0 x 7
7 x 0
7 x 0
7 x 1
7 x 1
7 x 1
7 x 1
7 x 1
Beşiktaş JK (TUR)
Malmö (SUE)
Olympiacos FC (GRE)
SK Slavia Praga (CZE)
Olympique Marseille (FRA)
KRC Genk (BEL)
FC Basel (SUI)
FC Shakhtar Donetsk (UCR)
FC Shakhtar Donetsk (UCR)
FC Celtic (ESC)
AS Roma (ITA)
Sporting CP (POR)
Bayer Leverkusen (ALE)
AS Roma (ITA)
FC Celtic (ESC)

.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com

Corinthians Campeão Brasileiro de 2017

Corinthians derrota Flu, de virada, e conquista seu sétimo título brasileiro;
Crédito: www.netflu.com.br
Ficha Tecnica
Corinthians 3×1 Fluminense
Campeonato Brasileiro Série A de 2017
Ficha Técnica









Competição (Tournament): Campeonato Brasileiro Série A de 2017 – 35ª Rodada
Data (Date): Quarta-Feira, 15 de Novembro de 2017, 21:45 h (de Brasília)
Estádio (Stadium): Arena do Corinthians “Itaquerão”, São Paulo/SP
Público (Attendance): 45.775 pagantes – Renda: R$ 2.882.688,00
Árbitro (Referee): Bráulio da Silva Machado/SC
Assistente 1 (Assistant Referee 1): Kléber Lucio Gil/SC (FIFA)
Assistente 2 (Assistant Referee 2): Neuza Ines Back/SC (FIFA)
Assistente Adicional 1 (Additional Assistant 1): William Machado Steffen/SC
Assistente Adicional 2 (Additional Assistant 2): Evandro Tiago Bender/SC
Quarto Árbitro (Fourth Official): Henrique Neu Ribeiro/SC
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Gabriel, aos 13’/1º Léo, aos 45’/1º
Henrique Dourado, aos 46’/1º
Reginaldo, aos 12’/2º
Pedro, aos 34’/2º
Henrique Buss, aos 34’/2º
Lucas, aos 45’/2º
Gols| Goals | Goles Gols| Goals | Goles
1-1 Jô, a 1’min/2º (Cabeça) 1-0 Henrique, a 1’min/1º (Cabeça)
2-1 Jô, aos 4’/2º (cabeça)
3-1 Jádson, aos 40’/2º
Sport Club Corinthians Paulista Fluminense Football Club
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
40 Caíque
23 Fágner
34 Pedro Henrique
03 Pablo
13 Guilherme Arana
05 Gabriel
29 Camacho (Jadson)
11 Ángel Romero
26 Rodriguinho
25 Clayson (Maycon)
07 Jô (Danilo)
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
12 Diego Cavalieri
02 Lucas
40 Reginaldo
33 Henrique Buss
15 Léo
23 Marlon Freitas (Pedro)
37 Wendel
20 Júnior Sornoza (Matheus Alessandro)
10 Gustavo Scarpa
35 Marcos Júnior (Peu)
09 Henrique Dourado
Coach: Fábio Carille Coach: Abel Braga
02
08
10
12
14
17
18
20
21
22
30
31
Léo Príncipe
Cássio Ramos (gk)
Maycon, aos 39’/2º
Jádson, no Intervalo
Léo Santos
Giovanni Augusto
Kazim Richards
Danilo, aos 48’/2º
Felipe Ramon
Marciel
Filipe
Marquinhos
05
07
18
22
27
28
32
42
44
Pierre
Marquinho
Jefferson Orejuela
Júlio César (gk)
Peu, aos 28’/2º
Matheus Alessandro, aos 20’/2º
Pedro, aos 34’/2º
Diogo Pereira
Nogueira
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
0 x 1 3 x 0 3 x 1
• Com esse resultado o Corinthians sagrou-se campeão brasileiro pela sétima vez;
• Com a conquista o Corinthians garantiu uma vaga na Copa Libertadores da América de 2018;
• O Corinthians garantiu o título com três rodadas para o término do brasileirão;
• Corinthians: Camiza Branca, Calção Preto e Meias Brancas (Nike);
• Fluminense: Camisa Tricolor, Calção Azul e Meias Brancas;

Crônica do Jogo

O Corinthians passou a propagar que nada “nunca foi fácil” quando enfrentou um período de instabilidade no Campeonato Brasileiro, mas a sua sétima conquista do torneio não chegou a ser difícil. Sem ter a liderança ameaçada em nenhum momento sequer do seu irregular segundo turno, o time paulista derrotou o Fluminense por 3 a 1 na noite desta quarta-feira, em Itaquera, para assegurar o troféu.

O jogo decisivo até teve ares de sofrimento. O Corinthians levou um gol de cabeça do zagueiro Henrique – novamente, de escanteio, problema crônico do time dirigido por Fábio Carille – logo no princípio do primeiro tempo. Com menos de quatro minutos da etapa complementar, porém, o centroavante Jô já havia anotado duas vezes para os donos da casa, na primeira virada corintiana no campeonato. Jadson fechou o marcador.

Os gols deixaram Jô à frente de Henrique Dourado, do próprio Fluminense, na relação de artilheiros do Brasileiro (18 a 17) – o Corinthians jamais fez um goleador da competição. Na tabela de classificação, o inalcançável heptacampeão agora computa 71 pontos ganhos, contra 61 do Grêmio, que havia derrotado o São Paulo por 1 a 0 mais cedo, em Porto Alegre.

Com a vitória, os jogadores do Corinthians serão os primeiros da história a vestir faixas de heptacampeão brasileiro. Explica-se: o Santos e o Palmeiras, que se orgulham de somar oito e nove troféus nacionais, eram considerados bi e tetracampeões, respectivamente, antes da unificação de títulos promovida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no final de 2010.

Mas o Campeonato Brasileiro ainda não acabou. O Corinthians visitará o Flamengo no domingo, na Ilha do Governador, e receberá o seu merecido troféu em 26 de novembro, diante do Atlético-MG, em Itaquera. Já o Fluminense, com os seus 43 pontos ganhos, jogará contra a Ponte Preta, ameaçada de rebaixamento, na segunda-feira, no Maracanã.

O jogo – O público corintiano presente em Itaquera ainda entoava os nomes dos jogadores escalados por Fábio Carille, fato raro, quando o Fluminense teve a sua primeira chance de abrir o placar. Apenas um e outro torcedores se deram ao trabalho de brandir as mãos e braços esticados, em gesto corriqueiro para afastar o azar, quando Marcos Júnior se apresentou para a cobrança de escanteio. Henrique, no entanto, surpreendeu também o jovem goleiro Caíque, que hesitou em bola alçada na pequena área, e cabeceou para dentro.

“Não para de lutar!”, rebateu boa parte da torcida do Corinthians, de imediato, no final da gritaria que sucedeu o gol do Fluminense. O intuito era empurrar o líder do Campeonato Brasileiro, ainda sem ter nem sequer uma virada de placar na competição, em direção ao feito inédito justamente no dia em que tinha a possibilidade de sacramentar a conquista.

O Corinthians, no entanto, mostrava dificuldades para encontrar os rumos da vitória. Teimava que seriam pelo lado direito do campo, onde estava o esforçado Romero, já que quase não acionava o apagado Clayson na esquerda. Pelo meio, Rodriguinho parecia reviver as atuações sem brilho de boa parte de sua campanha no returno.

Foi justamente pela direita, com Romero, que o Corinthians criou a sua melhor oportunidade de empatar a partida no primeiro tempo. O paraguaio passou a bola para Fagner, que fez o cruzamento rasteiro já dentro da área. Jô se esticou para completar a jogada na segunda trave, mas não alcançou.

Ainda era pouco, contudo, para uma equipe que almejava ser campeã brasileira com três rodadas de antecedência para o final do campeonato. Fábio Carille sabia disso. No intervalo, o técnico trocou o volante Camacho pelo meia Jadson e lançou o Corinthians ao ataque. Não demorou a ser recompensado.

Logo no primeiro minuto, Jô mudou a direção do Corinthians ao passar a bola para Clayson na esquerda. O centroavante correu em direção ao gol para ele mesmo aproveitar o cruzamento do seu companheiro. Cabeceou no canto e igualou o marcador. “Chupa! Chupa!”, celebrou o ídolo Basílio, que comentava a partida em Itaquera para uma rádio da capital.

Dois minutos se passaram, e Caíque chutou a bola para a frente. Jô desviou e encontrou Clayson outra vez. Depois de o atacante chutar no travessão, o goleador do Campeonato Brasileiro demonstrou oportunismo para tirar proveito do rebote e, de cabeça, colocar a bola na rede. (Fonte: Gazeta Esportiva)

A torcida do Corinthians já não se contentava em berrar “gol”. Alguns queriam repetir o que fizeram diante do Avaí, na rodada passada, e louvar o “campeão”. Outros, porém, pretendiam incluir um velho conhecido na festa alvinegra. “Danilo! Danilo! Danilo!”, passaram a fazer coro, pedindo a entrada do veterano, bicampeão brasileiro como corintiano.

Carille preferiu esperar para mexer no Corinthians novamente. Afinal, o seu time tinha a segurança dos tempos em que espantava o Brasil ao passar um turno inteiro invicto. O colega Abel Braga, ao contrário, entrou em ação. Substituiu Sornoza, Marcos Junior e Marlon Freitas por Matheus Alessandro, Peu e Pedro e viu o Fluminense ganhar posse de bola, mas não efetividade.

O Corinthians esteve mais próximo do gol. Aos 37 minutos, Jadson bateu colocado e acertou a trave. Aos 39, depois que Maycon ocupou a vaga de Clayson, o antes contestado armador não errou o alvo. Recebeu a bola e finalizou cruzado para acertar o canto e incendiar Itaquera. Quase literalmente.

Com os proibidos sinalizadores, a torcida do Corinthians iniciou uma bela festa em seu estádio. Fogos eram ouvidos do lado de fora do estádio. Basílio, o ídolo que havia gritado “chupa”, chegou a deixar a cabine de imprensa momentaneamente. “É campeão! É campeão! É campeão!”, escutava-se onde ele estava. No gramado, o consagrado Danilo enfim entrou no lugar de Jô, aos 48 minutos, para sacramentar a festa na Zona Leste como capitão.


.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com

Ficha Técnica: Inglaterra 0 x 0 Brasil

Neymar disputa jogada com Livermore no fraco empate em Wembley;
Credit: www.gettyimages.es/Clive Rose
Ficha Tecnica
Inglaterra 0 x 0 Brasil
International Friendly: England 0 – 0 Brazil
Ficha Técnica







Competição (Tournament): Amistoso Oficial (Friendly)
Data (Date): Terça-Feira, 14 de Novembro de 2017, 18:00 hs (de Brasilia) 20:00 h local
Estádio (Stadium): Wembley, Londres (Inglaterra / England)
Público (Attendance): 84.590 expectadores pagantes
Árbitro (Referee): Artur Soares Dias (Portugal)
Assistente 1 (Assistant Referee 1): Licínio Tavares (Portugal)
Assistente 2 (Assistant Referee 2): Paulo Alexandre Santos Soares (Portugal)
Quarto Árbitro (Fourth Official): Sem Registro
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Livermore, aos 8’/2º Daniel Alves, aos 10’/2º
Inglaterra – England Brasil – Brazil
Go
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Joe Hart
06 Harry Maguire
05 John Stones
04 Joe Gomez
02 Kyle Walker
07 Jake Livermore (Rose)
08 Eric Dier ©
10 Ruben Loftus-Cheek (Lingard)
03 Ryan Bertrand (Young)
11 Marcus Rashford (Abraham)
09 Jamie Vardy (Solanke)
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
01 Alisson
02 Daniel Alves ©
13 Marquinhos
03 Miranda
12 Marcelo
05 Casemiro
15 Paulinho
08 Renato Augusto (Fernandinho)
11 Philippe Coutinho (Willian)
10 Neymar Jr
09 Gabriel Jesus (Firmino)
Coach: Gareth Southgate Coach: Tite
21
22
18
20
14
Tammy Abraham, aos 29’/2º
Dominic Solanke, aos 29’/2º
Ashley Young, aos 34’2º
Jesse Lingard, aos 34’/1º
Danny Rose, aos 44’2º
17
19
21
17 Fernandinho, aos 22’/2º
Willian, aos 22’/2º
Roberto Firmino, aos 29’/2º
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
0 x 0 0 x 0 0 x 0
● Jogo de preparação do Brasil visando a Copa do Mundo de 2018, na Rússia;
● Pela segunda vez o árbitro de vídeo foi utilizado num jogo da seleção Brasileira;
● Brasil: Camisa Amarela, Calção Azul e Meias Brancas (Nike).
● Inglaterra: Camisa Branca, Calção Branco e Meias Bermelhas (Nike);
● Estreante na Seleção Brasileira: Nenhum;
● Convocação da Seleção Brasileira: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com/
● Assisti esse jogo, ao vivo, pela TV Verdes Mares canal 10, Fortaleza/CE;

.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com

Ficha Técnica: Brasil 3 x 1 Japão

Brasil joga pro gasto e vence o penúltimo amistoso do ano, contra o Japão em Lille;
Credit: www.gettyimages.es/Anthony-Dibon
Ficha Tecnica
Brasil 3 x 1 Japão
International Friendly: Brazil 3 – 1 Japan
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): Amistoso Oficial (Friendly)
• Data (Date): Sexta-Feira, 10 de Novembro de 2017, 10:00 hs (de Brasilia)
• Estádio (Stadium): Stade Pierre-Mauroy, Villeneuve d’Ascq, Lille (França / France)
• Público (Attendance): 16.922 expectadores pagantes
• Árbitro (Referee): Benoit Bastien (França / France)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Hicham Zakrani (França / France)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Frédéric Haquette (França / France)
• Quarto Árbitro (Fourth Official): Sem Registro (No Registry)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Neymar, 10’/2º Maya Yoshida, aos 7’/1º
Genki Haraguchi, aos 9’/2º
Yosuke Ideguchi, aos 12’/2º
Hiroki Sakai, aos 21’/2º
Gols | Goals | Goles Gols | Goals | Goles
1-1 Neymar, aos 9’/1º (Pênalti) 1-3 Makino, aos 17’/2º (Cabeça)
2-0 Marcelo, aos 17’/1º
3-0 Gabriel Jesus, aos 35’/1º
Brasil – Brazil Japão – Japan
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
01 Alisson Becker (Cássio)
22 Danilo
14 Thiago Silva ©
04 Jemerson
06 Marcelo (Alex Sandro)
05 Casemiro
17 Fernandinho
18 Giuliano (Renato Augusto)
19 Willian (Taison)
10 Neymar (Douglas Costa)
09 Gabriel Jesus (Diego Souza)
Go
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
At
01 Eiji Kawashima
19 Hiroki Sakai
22 Maya Yoshida
20 Tomoaki Makino
05 Yūto Nagatomo ©
02 Yosuke Ideguchi (Endo)
17 Makoto Hasebe (Morioka)
16 Hotaru Yamaguchi
15 Yuya Osako (Sugimoto)
11 Yuya Kubo (Asano)
08 Genki Haraguchi (Inui)
Coach: Tite Coach: Vahid Halilhodžić
16
25
06
24
07
08
Cássio Ramos, no Intervalo
Diego Souza, aos 13’/2º
Alex Sandro, aos 13’/2º
Taison, aos 25’/2º
Douglas Costa, aos 25’/2º
Renato Augusto, aos 35’/2º
18
10
14
09
06
Takuma Asano, no Intervalo
Takashi Inui, aos 26’/2º
Ryota Morioka, aos 26’/2º
Kenyu Sugimoto, aos 36’/2º
Wataru Endo, aos 40’/2º
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
3 x 0 0 x 1 3 x 1
● Jogo de preparação do Brasil visando a Copa do Mundo de 2018, na Rússia;
● Pela primeira vez o árbitro de vídeo foi utilizado num jogo da seleção Brasileira;
● Aos 7 minutos do 1º tempo, com o auxiliio do Árbitro de Vídeo, foi marcado um pênalti para o Brasil. Maya Yoshida agarrou e derrubou Fernandinho dentro da área;
● O goleiro Eiji Kawashima defendeu um pênalti cobrado por Neymar, aos 16’/1º tempo;
● Brasil: Camisa Amarela, Calção Azul e Meias Brancas (Nike).
● Japão: Camisa Azul, Calção Azul e Meias Azuis (Adidas);
● Estreante na Seleção Brasileira: Cássio Ramos;
● Assisti esse jogo, ao vivo, pela TV Verdes Mares canal 10, Fortaleza/CE;

.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com