Archive for the ‘Jogos de Inauguração’ Category

Ficha Tecnica: Brasil 2 x 2 Inglaterra

.:: Reinauguração do Maracanã ::.
Na reinauguração do Maracanã, Brasil e Inglaterra terminam empatados.
Crédito da Imagem: www.lancenet.com.br/Cléber-Mendes
Ficha Tecnica
Brasil 2 x 2 Inglaterra
Amistoso de Reinauguração do Novo Estádio do Maracanã
Ficha Técnica – Match Report
• Competição (Tournament): Amistoso de Preparação
• Data (Date): Domingo, 2 de Junho de 2013, às 16:00 hs (de Brasília) TV Verdes Mares
• Estádio (Stadium): Mário Filho “Maracanã”, no Rio de Janeiro/RJ
• Público (Attendance): 57.280 pagantes (Total: 66.000) – R$ 8.615.730,00
• Árbitro (Referee): Wilson Roldán (Colômbia/COL)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Eduardo Diaz (Colômbia/COL)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Wilson Berrios (Colômbia/COL)
• Advertências (Cautions): Hulk 62′ e Jones 75′
• Expulsão (Sent Off): Nenhuma
Gols (Goals) Brasil Gols (Goals) Inglaterra
1-0 Fred, aos 11’/1º 1-1 Chamberlain, aos 20’/2º
2-2 Paulinho, aos 36’/2º 2-1 Rooney 33’/2º
Brasil – Brazil Inglaterra – England
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Pd
Pe
Ca
12 Julio César;
02 Daniel Alves,
03 Thiago Silva ©,
04 David Luiz e
14 Felipe Luiz (Marcelo);
18 Paulinho (Bernard),
17 Luiz Gustavo (Hernanes) e
11 Oscar (Lucas);
19 Hulk (Fernando),
10 Neymar e
09 Fred (Leandro Damião).
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Joe Hart;
02 Glen Johnson (Chamberlain, 60′),
06 Phil Jagielka,
05 Gary Cahill e
03 Leighton Baines (Ashley Cole, 31′);
04 Michael Carrick,
08 Frank Lampard ©,
11 James Milner e
07 Phil Jones;
09 Theo Walcott (Rodwell, 82′) e
10 Wayne Rooney.
Técnico: Luiz Felipe Scolari Técnico: Roy Hodgson
Substituições | Substitutions Substituições | Substitutions
06
08
07
05
21
20
Marcelo, no Intervalo
Hernanes, no Intervalo
Lucas Silva, aos 10’/2º
Fernando, 27’/2º
Leandro Damião, aos 34’/2º
Bernard, aos 38’/2º
12
16
15
Ashley Cole, aos 31’/1º
Alex Oxlade-Chamberlain, aos 16’/2º
Jack Rodwell, aos 38’/2º
Observações – Informations
# Felipão: 6 Jogos 1 Vitória 4 Empates 1 Derrota 12 Gols Marcados 9 Gols Sofridos
# Esta marcou a Reinauguração do Maracanã após a reforma visando a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo de 2014. Este jogou, também, serviu de preparação do Brasil para a Copa das Confederações.
# Brasil: Camisa Amarela, Calção Azul e Meias Brancas (nike).
# Inglaterra: Camisa Vermelha, Calção Branco e Meias Vermelhas (umbro).
# Súmula (Match Report): www.globoesporte.globo.com/selecao-brasileira/
# Imagesn da Partida: www.lancenet.com.br/Galeria-de-Fotos
# Campeões pelo Brasil e pelo Mundo: site: www.eternoscampeoes.wordpress.com
Tempo Normal Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Time A Time B
0 x 0 2 x 2 2 x 2

.:: João 3:16 ::.
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.

Anúncios

FichaTecnica: Santos 0 x 0 Flamengo

.:: 21 – Brasileirão Série A 2013 ::.
Na despedida de Neymar, Santos e Flamengo ficam no zero-a-zero.
Crédito da Imagem: www.lancenet.com.br/Evaristo-Sá/AFP
Ficha Tecnica
Santos 0 x 0 Flamengo
Campeonato Brasileiro Série A de 2013
Ficha Técnica – Match Report
• Competição (Tournament): Campeonato Brasileiro Série A de 2013 – 1ª Rodada
• Data (Date): Domingo, 26 de Maio de 2013, às 16:00 hs (de Brasília) TV Verdes Mares
• Estádio (Stadium): Nacional Mané Garrincha, em Brasília/DF
• Público (Attendance): 63.501 pagantes – R$ 6.948.710,00
• Árbitro (Referee): sr. Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): sr. Emerson Augusto de Carvalho (SP)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): sr. Marrubson Melo Freitas (DF)
• Advertências (Cautions): Henrique (SAN) e Luiz Antonio (FLA)
• Expulsão (Sent Off): Nenhuma
Santos Futebol Clube Clube de Regatas do Flamengo
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Rafael Cabral;
04 Galhardo (Patito Rodríguez),
02 Edu Dracena,
06 Durval e
03 Léo;
05 Arouca,
07 Renê Júnior,
08 Cícero e
10 Walter MONTILLO (F.Anderson);
11 Neymar e
09 Henrique (Gabriel).
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Felipe,
02 Leonardo Moura ©,
13 Renato Santos,
04 Marcos GONZÁLEZ e
06 Ramon;
15 Luiz Antonio (C.Eduardo),
08 Elias,
11 Renato Abreu e
10 Gabriel (Paulinho);
07 Rafinha e
09 Hernane (M.Moreno).
Técnico: Muricy Ramalho Técnico: Jorginho
sb
sb
sb
Gabriel, aos 24’/2º
Felipe Ânderson, aos 35’/2º
Patito RODRÍGUEZ, aos 38’/2º
19
20
26
Marcelo Moreno, no Intervalo
Carlos Eduardo, aos 30’/2º
Paulinho, aos 35’/2º
Observações
# Este jogo marcou a despedida de Neymar do Santos, vendido ao Barcelona.
# Este jogo marcou também a reinauguração, oficial, do estádio Nacional Mané Garrincha.
# A Renda R$ 6.948.710,00, é a maior da história do futebol brasileiro, até hoje.
# Santos: Camisa, Calção e Meias Brancas com detalhes Pretos.
# Fla: Camisa Rubro-Negra, Calção Preto e Meias Rubro-Negras.
# Próximo Jogo: 29/05 – Série A – Flamengo x Ponte Preta/SP, em Juiz de Fora/MG
# Súmula (Match Report): www.lancenet.com.br/Santos-0-x-0-Flamengo
# Todos os Jogos do Ceará Spoting Club: www.cearascpedia.wordpress.com
Elenco do Clube de Regatas Flamengo em 2013
Posição Nome Completo Alcunha Jgs Gol
01 Goleiro Luiz Felipe Ventura dos Santos FELIPE 20 15
27 Goleiro Paulo Víctor Mileo Vidotti PAULO VICTOR 1 1
02 Lat. Direito Leonardo da Silva Moura (cap) LÉO MOURA 18 0
Lat. Direito Rodrigo Longo Freitas DIGÃO 1 0
14 Zagueiro Wallace Reis da Silva WALLACE 8 0
04 Zagueiro Marcos Andrés González Salazar MARCOS GONZÁLEZ 14 0
13 Zagueiro Renato dos Santos RENATO SANTOS 13 0
14 Zagueiro Alex Sandro da Silva ALEX SILVA 5 0
23 Zagueiro Rodrigo Frauches de Souza Santos FRAUCHES 2 0
16 Lat. Esquerdo João Paulo Gomes da Costa JOÃO PAULO 16 1
06 Lat. Esquerdo Ramon de Morais Motta RAMON 5 0
Lat. Esquerdo Felipe dos Santos Dias FELIPE DIAS 2 0
05 Volante Victor Javier Cáceres Centurión VICTOR CÁCERES 9 0
07 Volante Ibson Barreto da Silva IBSON 12 1
08 Volante Elias Mendes Trindade ELIAS 17 2
11 Volante Carlos Renato de Abreu RENATO ABREU 13 6
15 Volante Luiz Antônio de Souza Soares LUIZ ANTÔNIO 9 0
25 Volante Mauricio Azevedo Alves AMARAL 10 0
Volante Wheidson Roberto dos Santos RECIFE 1 0
20 Armador Carlos Eduardo Marques CARLOS EDUARDO 8 0
16 Armador Cléber Santana Loureiro CLÉBER SANTANA 9 3
17 Armador Adryan Oliveira Tavares ADRYAN 3 0
18 Armador Thomás Jaguaribe Bedinelli THOMÁS 3 0
10 Armador Gabriel Santana Pinto GABRIEL 12 1
18 Armador Rodolfo de Almeida Guimarães RODOLFO 13 1
09 Atacante Hernane Vidal de Souza HERNANE 21 15
19 Atacante Nixon Darlanio Reis Cardoso NIXON 11 2
07 Atacante Rafael Pereira Lima RAFINHA 19 3
26 Atacante Paulo Luiz Beraldo PAULINHO 2 0
19 Atacante Marcelo Martins Moreno MARCELO MORENO 1 0
29 Atacante Lucas Quintino de Souza LUCAS 1 0
Atacante Igor Torres Sartori IGOR SARTORI 3 0
Técnico: Jorge de Amorim Campos Jorginho 11 Jogos
Treinadores J V E D GP GC SG
• DORIVAL Silvestre JÚNIOR 10 7 1 2 18 8 10
• Jorge de Amorim Campos “JORGINHO” 11 7 3 1 18 8 10
• CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO – CRF 21 14 4 3 36 16 20

Ficha Tecnica: Náutico 1 x 1 Sporting/POR

.:: Amistoso de Inauguração ::.
Náutico e Sporting, de Portugal, empatam na inauguração da Arena Pernambuco.
Crédito da Imagem: blogs.diariodepernambuco.com.br/esportes
Ficha Tecnica
Náutico 1 x 1 Sporting
Inauguração da Arena Pernambuco
Ficha Técnica – Match Report
• Competição (Tournament): Amistoso de Inauguração do Estádio
• Data (Date): Quarta-Feira, 15 de Maio de 2013, às 20:00 hs (de Brasília)
• Estádio (Stadium): Arena Pernambuco, em Recife (PE/BRA)
• Público (Attendance): 26.903 pagantes – R$ 1.040.104,00
• Árbitro (Referee): sr. Gilberto Castro Júnior (PE/BRA)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): sr. Clóvis Amaral (PE/BRA)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): sr. Ricardo Chianca (PE/BRA)
• Advertências (Cautions): Adeilson (NAU); Silva 45′ , Rinaudo 78′ e Ventura 82′ (SPO)
• Expulsão (Sent Off): Miguel Lopes, aos 47 minutos do 1º tempo
Gols (Goals) Náutico Gols (Goals) Sporting
1-1 Elton (pênalti), aos 37’/2º 1-0 Luis Eduardo (contra), aos 26’/1º
Clube Náutico Capibaribe Sporting Clube de Portugal
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
Felipe (Gideão)
Maranhão (Dadá)
Alemão
Luis Eduardo
Josa (João Ananias)
Rodrigo Souto (Elton)
Elicarlos (Ramirez)
Martinez (Auremir)
Goivanni Augusto (Marcos Vinícius)
Rogério (Jones Carioca)
Adeílson (Caion)
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
12 Marcelo Boeck (Ventura)
13 Miguel Lopes (Expulso)
06 Boulahrouz (Ilori)
15 Marcos Rojo
05 Joãozinho
23 Adrien Silva (Mario)
21 Fabián Rinaudo
28 André Martins (Zezinho)
18 André Carrillo (Esgaio)
09 Rick van Wolfswinkel (Plange)
51 Bruma (Viola)
Tec: Silas Pereira Tec: Oceano Cruz
sb
sb
sb
sb
sb
sb
sb
sb
sb
Elton, no Intervalo
Marcos Vinícius, aos 16’/2º
Gideão, 17’/2º
Jones Carioca, aos 17’/2º
Caion, aos 17’/2º
Dadá, aos 20′ 2º
Ramirez, aos 25′ 2º
Auremir, aos 26’/2º
João Ananias, aos 26’/2º
34
47
90
16
22
60
49
Tiago Ilori, aos 18’/1º
Ricardo Esgaio, aos 45’/1º
Zezinho, aos 13’/2º
Valentín Viola, aos 22’/2°
Hugo Ventura, aos 35’/2º
Nii Plange, aos 35’/2º
João Mario, aos 35’/2º
Observações – Informations
# Este jogo marcou a Inauguração do Estádio Arena Pernambuco construído para a realização da Copa do Mundo de 2014 e a Copa das Confederações de 2013.
# Náutico: Camisa listrad em Vermelho-Branco, Calção e Meias Brancas;
# Sporting: Camisa listrada em Verde-Branco, Calção Preto e Meias Verde-Branca;
# Imagens da Partida: www.vozesdazonanorte.blogspot.com.br
# Estádio Arena Pernambuco: www.esportes.br.msn.com
# Campeões pelo Brasil e pelo Mundo: site: www.eternoscampeoes.wordpress.com

.:: Galeria de Imagens ::.
Em pé: Elicarlos, Rodrigo Souto, Martinez, Alemão, Luis Eduardo e Felipe; Agachados: Adeílson, Giovanni Augusto, Josa, Maranhão e Rogério;
Crédito da Imagem: www.vozesdazonanorte.blogspot.com.br
Em pé: Joãozinho, Carrillo, Boulahrouz, Ricky van Wolfswinkel, Miguel Lopes, e Marcelo Boeck; Agachados: Marcos Rojo, Bruma, Rinaudo, Adrien Silva e André Martins;
Crédito da Imagem: www.vozesdazonanorte.blogspot.com.br
O quinteto de arbitragem junto com os capitães das equipes;
Crédito da Imagem: www.esportes.opovo.com.br
.:: Estádio Arena Pernambuco ::.
Imagen da Arena Pernambuco, construída para a Copa do Mundo de 2014.
Crédito da Imagem: www.esportes.br.msn.com/estádios

16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
17 Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
18 Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. (João 3:16-18)

Ficha Tecnica: Brasiliense 3 x 0 Brasília


.:: Campeonato Brasilensae 2013 ::.

Jogadores do Brasiliense comemoram a conquista do octacampeonato estadual.
Crédito da Imagem: www.globoesporte.globo.com
Ficha Tecnica
Brasiliense 3 x 0 Brasília
Resultado Agregado: Brasiliense 4 x 0 Brasília
Ficha Técnica – Match Report
• Competição (Tournament): Campeonato Candango de 2013 – Final (2º Jogo)
• Data (Date): Sábado, 18 de Maio de 2013, às 16:00 hs (de Brasília) TV
• Estádio (Stadium): Nacional Mané Garrincha, em Brasília/DF
• Público (Attendance): Sem Registro
• Árbitro (Referee): sr. Rodrigo Raposo
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Sem Registro
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Sem Registro
• 4º Árbitro (Fourth Oficial): Sem Registro
•Advertências (Cautions): Sem Registro
• Expulsão (Sent Off): Sem Registro
Gols | Goals | Goles
1-0 Bocão, aos 4’/2º
2-0 Washington, aos 34’/2º
3-0 Romarinho, aos 47’/2º
Brasiliense Futebol Clube Brasília Futebol Clube
GO
LD
ZA
ZA
LE
MC
MC
MC
MC
AT
AT
Welder,
Bocão,
Fábio Braz,
Luan e
Jefferson;
Júlio Bastos,
Everton (Luís Augusto),
Baiano e
Iranildo (Peninha);
Gizo (Romarinho) e
Washington.
GO
LD
ZA
ZA
LE
MC
MC
MC
MC
AT
AT
Marcão;
Bruno Paraíba (Matozinho),
Miltão,
Danilo Mendes e
Kaká;
Marciel,
Alisson (Paulinho),
Valdeir (Junior) e
Vitinha;
Luquinhas e
Giba. Técnico:
Técnico: Márcio Fernandes Técnico: Gauchinho
Substituições | Substitutions | Substituiciones
sb
sb
sb
Luís Augusto
Peninha
Romarinho
sb
sb
sb
Matozinho
Paulinho
Junior
Observações – Informations
# Com esse resultado o Brasiliense sagrou-se octacampeão candango.
# Este joho marcou, também a reabertura do, agora, estádio Nacional Mané Garrincha completamente reformado para a Copa das Conderações 2013 e a Copa do Mundo de 2014,
# Súmula (Report): www.futebolpaulista.com.br/sumulaonline
# Fotos do Novo Mané Garrincha: www.globoesporte.globo.com/Galeria
# Campeões pelo Brasil e pelo Mundo: site: www.eternoscampeoes.wordpress.com
Tempo Normal Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Time A Time B
0 x 0 3 x 0 3 x 0
Brasiliense Futebol Clube Octacampeão 2006/07/08/0910/11/12/13.
Crédito da Imagem: www.brasiliensefc.com.br/
O ingresso do jogo Brasiliense x Brasilia na reabertura do Maní Garrincha,
Crédito da Imagem: www.brasiliensefc.com.br/

Vitória Goleia Bahia na Reinauguração da Fonte Nova

Na reinauguração da Fonte Nova o Vitória massacrou o Bahia;
Crédito: globoesporte.globo.com/Leogump-Carvalho/Frame/Agência-Estado
Ficha Tecnica
Bahia 1 x 5 Vitória
Campeonato Baiano de Futebol de 2013
Ficha Tecnica
• Competição (Tournament): Campeonato Baiano de 2013 – 13ª Rodada
• Data (Date): Domingo, 7 de Abril de 2013, as 16:00 hs (de Brasilia)
• Estádio (Stadium): Octávio Mangabeira “Itaipava Arena Fonte Nova” em Salvador/BA
• Público (Attendance): 32.274 pagabtes (Total: 37.274) – Renda: R$ 1.954,000,00
• Árbitro (Referee): Wilton Pereira Sampaio/BA (FIFA)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Adson Márcio Lopes Leal/BA (FBF)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): José Raimundo Dias da Hora/BA (FBF)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Marielson Alves Silva/BA (FBF)
• Advertências (Cautions): Escudero 16′, Adriano 23′, Fahel 26′, Luís Alberto 59′ e Gabriel 86′
• Expulsão (Sent Off): Nenhuma (None)
Gols | Goals Gols | Goals
1-3 Zé Roberto, aos 21’/2º 1-0 Renato Cajá (pên), aos 41’/1º
2-0 Maxi Biancucchi, aos 5’/2º
3-0 Michel, aos 12’/2º
4-1 Vânder 29’/2º
5-1 Damián Escudero, aos 39’/2º
Esporte Clube Bahia Esporte Clube Vitória
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Marcelo Lomba (Omar)
02 Neto
04 Titi
03 Danny Morais
06 Magal
15 Diones
07 Fahel ©
05 Hélder
10 Paulo Rosales (Talisca)
11 Adriano (Zé Roberto)
09 Obina
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
01 Deola ©
02 Nino Paraíba
03 Victor Ramos
04 Gabriel Paulista
06 Mansur
05 Michel (Edson Magal)
08 Luís Alberto
10 Renato Cajá (Marquinhos)
11 Damián ESCUDERO
07 Maxi BIANCUCCHI (Vânder)
09 Dinei
Coach: Jorginho Coach: Caio Junior
12
13
14
15
16
17
18
Marquinhos
Omar, aos 34’/2º
Brinner
Jussandro
Anderson Talisca, aos 9’/2º
Zé Roberto, aos 17’/2º
Matheus
12
13
14
15
16
17
18
Wilson (gk)
Marcos
Cardoso
Edson Magal, aos 34’/2º
Luis CÁCERES
Marquinhos, aos 24’/2º
Vânder, aos 26’/2º
Tempo Normal Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altnds Final
0 x 1 1 x 4 1 x 5
# Este jogo marcou a Reinauguração da Arena Itaipava Fonte Nova;
# Com essa derrota o treinador do Bahia, Jorginho, foi demitido;
# Links Externos (External Links): www.conmebol.com/copa-libertadores/fichas
# Links Externos (External Links): www.soccerway.com/south-america/copa-libertadores
# Links Externos (External Links): globoesporte.globo.com/futebol-internacional

.:: Galeria de Imagens ::.
Depois da reforma para a Copa do Mundo o estádio da Fonte Nova voltou a ativa;
Crédito: globoesporte.globo.com/AFP

Crônica do Jogo

O mando de campo é do Bahia, mas a Fonte Nova continua sendo a segunda casa do Vitória. Seis anos depois da interdição, o estádio foi reinaugurado neste domingo com um público presente de 37.410, com 32.274 pagantes, que proporcionaram uma renda de:1.954.900,00. O cenário mudou, mas o roteiro continuou o mesmo. Assim como nos últimos oito clássicos disputados na antiga Fonte Nova, o Tricolor não conseguiu vencer. O Vitória levou a melhor, ganhou por 5 a 1, aumentou a invencibilidade no local e pode se orgulhar de começar a nova era com a mesma certeza com que terminou em 2007: clássico na Fonte Nova é sinônimo de alegria rubro-negra.

Com enredo diferente, o primeiro Ba-Vi do principal estádio da Bahia teve o mesmo fim do último. Se em 22 de abril de 2007, em um jogo com três viradas, o Vitória precisou lutar até o último minuto para vencer por 6 a 5, o triunfo desta vez foi mais tranquilo. Melhor posicionado taticamente, o Leão passou quase todo o segundo tempo com a missão apenas de garantir o resultado feito nos minutos iniciais. Renato Cajá, Maxi Biancucchi, Michel, Vander e Escudero garantiram a festa. Zé Roberto fez o gol de honra do Bahia. Para piorar a noite tricolor, o técnico Jorginho deixou o comando do time após a partida.

Com o triunfo deste domingo, o Rubro-Negro chegou a oito jogos sem perder para o maior rival na Fonte Nova. A última vez que o Bahia deixou o estádio vencedor foi em fevereiro de 2004. Mas no geral, no entanto, a supremacia ainda é tricolor: 126 triunfos do Bahia e 79 do Vitória – houve ainda 102 empates.

Os três pontos conquistados no clássico dão ainda mais tranquilidade ao Rubro-Negro no Campeonato Baiano. O time de Caio Junior chegou aos 12 pontos conquistados – três a mais que o segundo colocado no grupo, o Juazeirense – e tem 100% de aproveitamento. Do outro lado, mesmo com a goleada sofrida, o Bahia se mantém na primeira colocação, com cinco pontos ganhos.

A bola volta a rolar para as duas equipes no meio da semana. Mas por uma outra competição. Vitória e o Tricolor vão estrear na Copa do Brasil. Na quarta-feira, o Rubro-Negro vai ao Mato Grosso para enfrentar o Mixto. No dia seguinte, o Bahia enfrentará o Maranhão.

De início, o que todos no estádio queriam saber era quem ia fazer o primeiro gol da Arena Fonte Nova. De qual pé ou cabeça sairia a bola que balançaria a rede do novo estádio pela primeira vez? Qual lado da rivalidade teria o prazer de vibrar e transformar em aquarela as arquibancadas verdes do estádio? A resposta demorou para chegar. Antes do grito solto e explosivo de gol, a Fonte Nova ouviu muitos “uuuh”, muitos “levanta” e “senta”, e viu muita mão na cabeça por causa daquela bola que passou perto, mas, por um capricho do destino, não encontrou as redes.

Quem viveu esse momento primeiro foi o lado tricolor. Logo aos três minutos, Adriano entrou por trás da zaga e bateu no canto. Deola se esticou e desviou com a ponta dos dedos. Ela passou tirando o primeiro pedaço de tinta da trave. O Bahia ainda teve oportunidades com Marquinhos, Magal e Obina, mas nenhum dos três conseguiu entrar para a história.

Do lado rubro-negro, a alegria inicial surgiu em forma de reclamação. Neto tocou com a mão na bola dentro da área, e o árbitro mandou o jogo seguir. Aos 31 minutos, Maxi Biancucchi cruzou da direita e, sem ninguém no gol, Escudero chegou atrasado. Mas dez minutos depois, apareceu, enfim, a resposta que todos queriam. Mansur foi derrubado na área. Pênalti marcado.

Dinei pediu para bater. Conversou com Renato Cajá, que decidiu assumir a responsabilidade. O meia caminhou lentamente e, com o pé esquerdo, mandou no canto direito do goleiro Marcelo Lomba. A pergunta estava respondida. A arquibancada verde do estádio se transformou em uma aquarela em êxtase vermelha e preta.

Seguindo os versos do hino, o Vitória gostou de provar o gosto de ser “um nome na história”. O Rubro-Negro voltou para o segundo tempo ainda com mais sede de gol. E de transformar a Fonte Nova em sua segunda casa. O que era um jogo disputado no primeiro tempo se transformou em chocolate na segunda etapa.

Com o Bahia perdido em campo, o Vitória se encontrou fácil no gramado da Fonte Nova. Logo aos cinco minutos, Maxi Biancucchi entrou na área e mandou de cobertura para fazer um belo gol. A festa que já era rubro-negra ficou ainda maior. No minuto seguinte, Obina chegou a balançar as redes, mas o auxiliar marcou equivocadamente impedimento do atacante tricolor.

O primeiro grito de gol da torcida do Bahia não saiu. O que se ouviu, na verdade, nos arredores do estádio, foi mais uma vibração do Leão da Barra. Depois de tabelar com Dinei, Michel bateu forte, contou com a ajuda de Marcelo Lomba e começou a transformar a vitória em goleada.

Mesmo dominado em campo, o Bahia ainda tentou uma reação. Zé Roberto aproveitou cruzamento de Magal para fazer o gol que acabou sendo de honra do Tricolor. Poderia ser uma reação. Mas não foi. O Vitória não deu espaço para o rival acreditar em um empate. Vander, que foi dispensado do Bahia por deficiência técnica, e Escudero fecharam a goleada histórica na Fonte Nova.

Em clima de festa, a torcida do Vitória só queria saber de comemorar. Ziriguidum e “Ah, lelek lek lek” viraram a trilha sonora da inauguração da Arena Fonte Nova. Com mais da metade da torcida do Bahia já fora da Arena, os rubro-negros encontraram mais um estádio para chamar de seu. A segunda casa do Vitória: “A-ha, u-hu, a Fonte Nova é nossa”.

# Fonte: globoesporte.globo.com/Reportagem


.:: Seleção Brasileira de Futebol ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol cinco vezes campeã mundial. Jogos amistosos oficiais e não oficiais; Eliminatórias da Copa; Copa do Mundo, Copa América, Copa das Confederações, Torneios, Torneio Pré-Olímpico, Jogos Olímpicos, Jogos Pan-Americanos; Seleção Brasileira Feminina, Sub 17, Sub 20 e muito mais confira: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com

Ficha Tecnica: Atlético/MG 1 x 2 Cruzeiro


.:: Campeonato Mineirão 2013 ::.

Clássico mineiro reabre o estádio do Mineirão após reforma.
Crédito da Imagem: www.domtotal.com.br/Pedro-Vilela
Ficha Tecnica
Atlético-MG 1 x 2 Cruzeiro
Campeonato Mineiro de 2013
Ficha Técnica – Match Report
• Competição (Tournament): Campeonato Mineiro de 2013 – 1ª Fase – 3ª Rodada
• Data (Date): Domingo, 3 de Fevereiro de 2013, às 16:00 hs (Hora Local)
• Estádio (Stadium): Magalhães Pinto “Mineirão”, em Belo Horizonte (MG)
• Público (Attendance): Sem Registro
• Árbitro (Referee): sr. Cleisson Pereira Veloso
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): sr. Márcio Eustáquio Santiago
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): sr. Guilherme Dias Camilo
• 4º Árbitro (Fourth Oficial ): Sem Registro
• Advertências (Cautions): Leandro Guerreiro 39′, Anselmo Ramon 71′, e Dagoberto 76′ (Cruzeiro); Leonardo Silva 24′, Junior Cesar 26′ e Leandro Donizete 36′ (Atlético)
• Expulsão (Sent Off): Leandro Guerreiro (Cruzeiro), aos 18′ do 2º tempo
Gols – Goals – Goles
1-1 Araújo, aos 29’/1º 1-0 Marcos Rocha (contra), aos 23’/1º
2-1 Dagoberto, aos 16’/2º
Clube Atlético Mineiro Cruzeiro Esporte Clube
GO
LD
ZA
ZA
LE
MC
MC
MC
MC
AT
AT
01 Victor;
02 Marcos Rocha,
04 Réver,
03 Leonardo Silva e
06 Júnior César;
05 Pierre (Gilberto Silva),
08 Leandro Donizete (Serginho),
11 Bernard e
10 Ronaldinho Gaúcho;
13 Araújo (Alecsandro) e
07 Jô.
GO
LD
ZA
ZA
LE
MC
MC
MC
MC
AT
AT
01 Fábio;
02 Ceará,
33 Bruno Rodrigo (Expulso),
84 Paulão e
06 Egídio;
55 Leandro Guerreiro,
19 Nilton,
17 Éverton Ribeiro (Tinga) e
23 Éverton (Alisson);
31 Ricardo Goulart (Dagoberto) e
99 Anselmo Ramon.
Técnico: Cuca Técnico: Marcelo Oliveira
Substituições – Substitutions – Sustituciones
12
15
16
18
19
20
21
Giovanni Santos (gk)
Gilberto Silva, no Intervalo
Serginho, no Intervalo
Rosinei
Alecsandro, aos 19’/2º
Richarlyson
Neto Berola
07
11
12
28
30
32
40
Tinga, aos 20’/2º
Dagoberto, aos 12’/2º
Rafael (gk)
Nirley
Vinícius Araújo
Mayke
Alisson , aos 12’/2º
Tempo Normal Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Time A Time B
1 x 1 0 x 1 1 x 2
Observações – Informations
# Este jogo marcou a Reinauguração do estádio Governador Magalhães Pinto “Mineirão” depois da reforma visando a Copa do Mundo de 2014 e a Copa das Confederações de 2013.
# Campeões pelo Brasil e pelo Mundo: site: www.eternoscampeoes.wordpress.com
Clássicos Anteriores
Data Competição Estádio Jogos
02/12/2012 Brasileirão Independência Atlético 3 x 2 Cruzeiro
26/08/2012 Brasileirão Independência Cruzeiro 2 x 2 Atlético
08/04/2012 Estadual Arena do Jacaré Atlético 2 x 2 Cruzeiro

    16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
    17 Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
    18 Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. (João 3:16-18)

Inauguração do Estádio Virgílio Távroar em Aracati (CE)


Inauguração do Estádio Vírgílio Távora

FOTO: SELEÇÃO DE ARACATI DE 1985
EM PÉ: José Mauro (Rouparia), José Ananias (Presidente LAD), Luciano Gondim, Manoel Giló, Chumbinho, Valdir (Goleiro), Antonio Carlos, Gilson Giló, Batiston, Joaquim Cachaça (Homenageado pela Comissão Técnica), Sérgio, Bolinha e Satanás (Goleiro Homenageado pela Comissão Técnica);
AGACHADOS: Orós, Manoel Beirada, Merrenda, Dede Maciel, Zé Carlos Diagonal, Boca, Carlinhos, Côca (1a Convocação com 14 anos de Idade), Hilton, Flávio de Nelsinho e Rainott (Massagista).
Amistoso Internacional
Sel.Aracati 2 x 1 Sel. de Ouro
Ficha Técnica da Partida
Competição: Amistoso de Inauguração
Data: Domingo, 27 de Outubro de 1985
Local: Estádio Municipal Coronel Virgílio Távora (em Aracati/CE)
Público: Sem Registro
Árbitro: Doutor Carivaldo
Auxiliar 1: Valdísio
Auxiliar 2: Citônho
Cartões Amarelos: sem registro
Expulsão: Não Houve
Gols da Seleção de Aracati Gols da Seleção de Ouro
● Gilson Giló
● Flávio de Nelsinho
● Romeu Cambalhota
Seleção de Aracati (CE)) Seleção de Ouro do Brasil
● (Go) Valdir;
● (Ld) Batiston,
● (Za) Sérgio,
● (Za) Antônio Carlos e
● (Le) Bolinha;
● (Mc) Gilson Giló,
● (Mc) Flávio de Nelsinho e
● (Mc) Manoel Beirada;
● (At) Merenda,
● (At) Boca e
● (At) Zé Carlos Diagonal.
● (Go) Zé Carlos (Marcondes);
● (Ld) Roman,
● (Za) Ditão,
● (Za) Arlindo e
● (Le) Paraná;
● (Mc) Lima,
● (Mc) Adãozinho e
● (Mc) Ivair;
● (At) Terto,
● (At) Paulo Borges e
● (At) Romeu Cambalhota.
Téc: Luciano Gondim Téc: Helinho
● Marcondes
Observações e Curiosidades
● – Ainda participaram do evento os seguintes atletas: Satanás (Goleiro, convocado, para receber Homenagens pelos Serviços Prestados ao Futebol Aracatiense), Joaquim Cachaça (Zagueiro, convocado, para receber Homenagens pelos Serviços Prestados ao Futebol Aracatiense), Carlinhos de Zé Velho, Chumbinho, Dede Maciel, Hilton, Orós, Manoel Giló e CÔCA convocado pelo Técnico LUCIANO GONDIM pela primeira vez, com apenas l4 anos de idade que posteriormente foi levado pelo Técnico Jorge Costa para o Ceará Sporting Club, sendo posteriormente Campeão, Bi Campeão e artilheiro do Campeonato Cearense Juvenil, com 54 gols. (http://arquivoslg.blogspot.com)


Trio de arbitragem que apitou o jogo.
Luis Gonzaga (Repórter da Rádio Cultura), LIMA (Ex Atleta do Santos de São Paulo e Cunhado do Atleta do Século o “Rei Pelé”) e Dr. Abelardo Filho (Prefeito de Aracati).