Archive for the ‘Jogos de Campeão’ Category

Chelsea Campeão da Copa da Inglaterra 2017-18

O capitão do Chelsea ergue a taça de campeão da Copa da Inglaterra 2017-18;
Crédito: www.fcvaduz.li/
Acervo de @pnlopes
Escudo Chelsea 1 x 0 Manchester
2018 FA Cup Final
Escudo
Acervo do vozão by @pnlopes










Competição (Tournament): Copa da Inglaterra (FA Cup) 2017-18 – Final – Jogo Único
Data (Date): Sábado, 19 de Maio de 2018 – 12:15 (de Brasília) 17:15 local
Estádio (Stadium): Wembley, Londres (London), Inglaterra (England)
Público (Attendance): 87.647 expectadores – Capacidade: 90.000 pessoas
Árbitro Principal (Referee): Michael Oliver (Northumberland)
Assistente 1 (Assistant Referee 1): Ian Hussin (Liverpool)
Assistente 2 (Assistant Referee 2): Lee Betts (Norfolk)
Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Lee Mason (Lancashire)
Quinto Árbitro (Fifth Oficial): Constantine Hatzidakis (Kent)
Assistente de Vídeo 1 (Video Assistant): Neil Swarbrick (Lancashire)
Assistente de Vídeo 2 (Video Assistant): Mick McDonough (Northumberland)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
90’+2 Thibaut Courtois 21′ Phil Jones
58′ Antonio Valencia
Gols | Goals | Goles Gols | Goals | Goles
1:0 Eden Hazard (Pênalti) 21’/1º
Flag Chelsea Football Clube Flag Manchester United Football Clube
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
13 Thibaut Courtois
28 César Azpilicueta
24 Gary Cahill ©
02 Antonio Rüdiger
15 Victor Moses
14 Tiémoué Bakayoko
07 N’Golo Kanté
04 Cesc Fàbregas
03 Marcos Alonso
10 Eden Hazard ⇄ (Willian, 90+1′)
18 Olivier Giroud ⇄ (Morata, 89′)
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
01 David de Gea
25 Antonio Valencia
12 Chris Smalling
04 Phil Jones ⇄ (Mata, 87′)
18 Ashley Young
21 Ander Herrera
31 Nemanja Matić
06 Paul Pogba
14 Jesse Lingard ⇄ (Martial, 73′)
19 Marcus Rashford ⇄ (Lukaku, 73′)
07 Alexis Sánchez
Flag Coach: Antonio Conte Flag Coach: José Mourinho
Gk
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
01 Willy Caballero
21 Davide Zappacosta
50 Trevoh Chalobah
08 Ross Barkley
11 Pedro
22 Willian, aos 46’/2º
09 Álvaro Morata, aos 44’/2º
Gk
Df
Df
Mc
Mc
At
At
20 Sergio Romero
03 Eric Bailly
36 Matteo Darmian
08 Juan Mata, aos 42’/2º
39 Scott McTominay
09 Romelu Lukaku, aos 28’/2º
11 Anthony Martial, aos 28’/2º
Tempo Normal Prorrogação Penalidades
1º Tempo 2º Tempo Final 1º Tempo 2º Tempo Final Normal Altnds Final
1 x 0 0 x 0 1 x 0
Ø
Ø
Ø
Ø
Ø
Ø
Com esse resultado o Chelsea sagrou-se campeão da competição pela 8ª vez;
Chelsea: Camisa Azul, Calção Azul e Meias Azuis;
Manchester: Camisa Vermelha, Calção Branco e Meias Vermelhas;
Chelsea (8); 1969–70, 1996–97, 1999–2000, 2006–07, 2008–09, 2009–10, 2011–12 e 2017–18;
Manchester (12): 1908–09, 1947–48, 1962–63, 1976–77, 1982–83, 1984–85, 1989–90, 1993–94, 1995–96, 1998–99, 2003–04 e 2015–16

.:: Galeria de Imagens ::.
Jogadores do Chelsea comemoram a conquista da Copa da Inglaterra;
Crédito: www.gettyimages.com
Time do Manchester UNited vice-campeão da Copa da Inglaterra;
Crédito: www.gettyimages.com

.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Football Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.futeboldaselecaobrasileira.blogspot.com.br


Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)


For God so loved the world, that he gave his only begotten Son, that whosoever believeth in him should not perish, but have everlasting life. (John, 3:16)
Anúncios

Atletico de Madrid Campeão da Liga Europa 2017-18

Jogadores do Atletico comemoram a conquista da Liga Europa pela terceira vez;
Crédito: www.fcvaduz.li/
Acervo de @pnlopes
Escudo Olympique 0 x 3 Atletico
UEFA Europa League Final – Lyon 2018
Escudo
Acervo do vozão by @pnlopes










Competição (Tournament): Liga Europa (Europa League) 2017-18 – Final – Jogo Único
Data (Date): Quarta-Feira, 16 de Maio de 2018 – 15:45 (de Brasília) 20:45 local
Estádio (Stadium): Parc Olympique Lyonnais, Décines-Charpieu (França / France)
Público (Attendance): 55.768 expectadores – Capacidade: 59.186 pessoas
Árbitro Principal (Referee): Björn Kuipers (Holanda / Netherlands)
Assistente 1 (Assistant Referee 1): Sander van Roekel (Holanda / Netherlands)
Assistente 2 (Assistant Referee 2): Erwin Zeinstra (Holanda / Netherlands)
Assistente Adicicional 1 (Additional Assistant 1): Danny Makkelie (Holanda / Netherlands)
Assistente Adicicional 2 (Additional Assistant 2): Pol van Boekel (Holanda / Netherlands)
Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Szymon Marciniak (Polônia / Poland)
Árbitro Reserva (Reserve Referee): Mario Diks (Holanda / Netherlands)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
38′ Jordan Amavi 23′ Šime Vrsaljko
75′ Luiz Gustavo 78′ Lucas Hernández
78′ Clinton N’Jie
Gols | Goals | Goles Gols | Goals | Goles
1:0 Antoine Griezman 21’/1º
2:0 Antoine Griezman 04’/2º
3:0 Gabi 44’/2º
Flag Olympique de Marseille Flag Club Atletico de Madrid
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
30 Steve Mandanda
17 France Bouna Sarr
23 France Adil Rami
19 Luiz Gustavo
18 Jordan Amavi
29 André-Frank Zambo Anguissa
08 Morgan Sanson
26 Florian Thauvin
10 Dimitri Payet © ⇄ (Lopez, 32′)
05 Lucas Ocampos ⇄ (N’Jie, 55′)
28 Valère Germain ⇄ (Mitroglu, 74′)
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
13 Jan Oblak
16 Šime Vrsaljko ⇄ (Juanfran, 46′)
24 José Giménez
02 Diego Godín
19 Lucas Hernández
11 Ángel Correa ⇄ (Pertey, 88′)
14 Gabi
08 Saúl Ñíguez
06 Koke
07 Antoine Griezmann ⇄ (Torres, 90′)
18 Diego Costa
Flag Coach: Rudi Garcia Flag Coach: Diego Simeone
Gk
Df
Df
Mc
Mc
At
At
16 Yohann Pelé
02 Hiroki Sakai
06 Rolando
04 Boubacar Kamara
27 Maxime Lopez, aos 32’/1º
11 Konstantinos Mitroglou, aos 29’/2º
14 Clinton N’Jie, aos 10’/2º
Gk
Df
Df
Df
Mc
At
At
25 Axel Werner
03 Filipe Luís
15 Stefan Savić
20 Juanfran, no Intervalo
05 Thomas Partey, aos 43’/2º
09 Fernando Torres, aos 45’/2º
21 Kevin Gameiro
Tempo Normal Prorrogação Penalidades
1º Tempo 2º Tempo Final 1º Tempo 2º Tempo Final Normal Altnds Final
0 x 1 0 x 2 0 x 3
Ø
Ø
Ø
Ø
Com esse resultado o Atletico sagrou-se campeão da competição pela 3ª vez;
O Melhor Jogador do Jogo (Man of te Match): Antoine Griezmann, Atlético Madrid;
Olympique Marseille: Camisa Branca, Calção Branco e Meias Brancas;
Atletico de Madrid: Camisa listrada em Vermelho-Branco, Calção Azul e Meias Vermelhas;

.:: Galeria de Imagens ::.
Crédito: www.gettyimages.com
Crédito: www.gettyimages.com
Crédito: www.gettyimages.com

.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Football Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.futeboldaselecaobrasileira.blogspot.com.br


Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)


For God so loved the world, that he gave his only begotten Son, that whosoever believeth in him should not perish, but have everlasting life. (John, 3:16)

Barcelona Campeão da Copa do Rei 2017-18

O capitão Iniesta ergue a taça de campeão da Copa do Rei da Espanha 2017-18;
Crédito: www.gettyimages.com
Ficha Técnica – Ceará Sporting Club
Escudo Sevilla 0 x 5 Barcelona
Final da Copa do Rei 2017-18
Escudo
Ficha Técnica do Site








Competição (Tournament): Copa do Rey 2017-18 – Final – Jogo Único
Data (Date): Sábado, 21 de Abril de 2018 – 16:30 hs (de Brasilia) 21:30 local
Estádio (Stadium): Wanda Metropolitano, Madrid (Espanha / Spain)
Público (Attendance): 67.500 pagantes – Capacidade: 67.703 pessoas
Árbitro Principal (Referee): Jesús Gil Manzano (Espanha / Spain)
Assistente 1 (Assistant Referee 1): Ángel Nevado Rodríguez (Espanha / Spain)
Assistente 2 (Assistant Referee 2): Juan Carlos Yuste Jiménez (Espanha / Spain)
Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Carlos Velasco Carballo (Espanha / Spain)
Árbitro Reserva (Reserv Referee): Roberto Alonso Fernández (Espanha / Spain)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
34′ Gabriel Mercado 67′ Andrés Iniesta
38′ Sergio Escudero Sergio BUsquets
74′ Franco Vázquez
Gols | Goals | Goles Gols | Goals | Goles
1-0 Luis Suárez 14’/1º
2-0 Lionel Messi 31’/1º
3-0 Luis Suárez 41’/1º
4-0 Andrés Iniesta 07’/2º
5-0 Coutinho (pênalti) 24’/2º
Sevilla Fútbol Club Fútbol Club Barcelona
Gk
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
13 David Soria
16 Jesús Navas
25 Gabriel Mercado
05 Clément Lenglet
18 Sergio Escudero ©
15 Steven Nzonzi
10 Éver Banega
17 Pablo Sarabia (Layún, 82′)
22 Franco Vázquez (Nolito, 86′)
11 Joaquín Correa (Ramírez, 46′)
20 Luis Muriel
Gk
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
13 Jasper Cillessen
20 Sergi Roberto
03 Gerard Piqué
23 Samuel Umtiti
18 Jordi Alba
05 Sergio Busquets (Paulinho, 76′)
04 Ivan Rakitić
08 Andrés Iniesta © (Suárez, 88′)
14 Philippe Coutinho (Dembélé, 82′)
10 Lionel Messi ©
09 Luis Suárez
Coach: Vincenzo Montella Coach: Ernesto Valverde
Go
Df
Df
Mc
At
At
At
01 Sergio Rico
03 Miguel Layún, aos 37’/2º
06 Daniel Carriço
14 Guido Pizarro
09 Wissam Ben Yedder
23 Sandro Ramírez, no Intervalo
24 Nolito, aos 41’/2º
Gk
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Marc-André ter Stegen
02 Nélson Semedo
25 Thomas Vermaelen
06 Denis Suárez, aos 43’/2º
15 Paulinho, aos 31’/2º
11 Ousmane Dembélé, aos 37’/2º
17 Paco Alcácer
Tempo Normal Prorrogação Penalidades
1º Tempo 2º Tempo Final 1º Tempo 2º Tempo Final Normal Altnds Final
0 x 3 0 x 2 0 x 5
Ø
Ø
Ø
Ø
Ø
Com esse resultado o Barcelona sagrou-se campeão da comeptição pela 30ª vez;
O Melhor Jogador (Man of the Match): Andrés Iniesta, do Barcelona;
Sevilla: Camisa Branca, Calção Branco e Meias Pretas;
Barcelona: Camisa listrada em Azul-Grená, Calção e Meias Azuis;
Todos os títulos do FC Barcelona: 1909–10, 1911–12, 1912–13, 1919–20, 1921–22, 1924–25, 1925–26, 1927–28, 1941–42, 1950–51, 1951–52, 1952–53, 1956–57, 1958–59, 1962–63, 1967–68, 1970–71, 1977–78, 1980–81, 1982–83, 1987–88, 1989–90, 1996–97, 1997–98, 2008–09, 2011–12, 2014–15, 2015–16, 2016–17 e 2017–18;

.:: Galeria de Imagens ::.
Em pé: Umtiti, Rakitić, Busquets, Piqué e o goleiro Cilessen;
Agachados: Messi, Roberto, Coutinho, INiesta, Suárez e Jordi Alba;
Crédito: www.gettyimages.com
Sevilla vice-campeão da Copa do Rei 2017-18;
Crédito: www.gettyimages.com
Jogadores do Barcelona comemoram a conquista da 30ª Copa do Rei da sua história;
Crédito: www.gettyimages.com

Campanha do Fútbol Club Barcelona
Data Fase Estádio (Cidade) Adversários
24/10/2017
29/11/2017
Quarta Fase
Quarta Fase
Nueva Comdomina, Murcia
Camp Nou, Barcelona
Barcelona
Barcelona
3 x 0
5 x 0
Real Murcia
Real Murcia
04/01/2018
11/01/2018
Oitavas de Final
Oitavas de Final
Estádio Balaídos, Vigo
Camp Nou, Barcelona
Barcelona
Barcelona
1 x 1
5 x 0
Celta de Vigo
Celta de Vigo
17/01/2018
25/01/2018
Quartas de Final
Quartas de Final
Estádio RCDE, Barcelona
Camp Nou, Barcelona
Barcelona
Barcelona
0 x 1
2 x 0
Espanyol
Espanyol
01/02/2018
08/02/2018
Semifinal
Semifinal
Camp Nou, Barcelona
Estádio Mestalla, Valencia
Barcelona
Barcelona
1 x 0
2 x 0
Valencia CF
Valencia CF
21/04/2018 Final Wanda Metropolitano, Madrid Barcelona 5 x 0 Sevilla FC

.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Football Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.futeboldaselecaobrasileira.blogspot.com.br


Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)


For God so loved the world, that he gave his only begotten Son, that whosoever believeth in him should not perish, but have everlasting life. (John, 3:16)

Ceará Bicampeão Estadual 2017-2018

Richardson, que não jogou por casusa de uma lesão, ergue a taça do bicampeonato estadual;
Crédito: www.cearasc.com/Mauro-Jefferson
Ficha Técnica – Ceará Sporting Club
Vozão Fortaleza 1 x 2 Ceará
Final do Campeonato Cearense 2018
Vozão
Ficha Técnica by @pnlopes







Competição (Tournament): Campeonato Cearense 2018 – Final – Segundo Jogo
Data (Date): Domingo, 9 de Abril de 2018, 16:00 hs (de Brasília)
Estádio (Stadium): Plácido Aderaldo Castelo “Arena Castelão” Fortaleza, Ceará
Público (Attendance): 39.920 pagantes (Total: 40.920) – Renda: R$ 990.904,00
Árbitro Principal (Referee): Rodolpho Toski Marques/PR (FIFA)
Assistente 1 (Assistant Referee 1): Ivan Carlos Bohn/PR
Assistente 2 (Assistant Referee 2): Eduardo Gonçalves da Cruz/MS
Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Wágner Reway/MT
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
16′ Adalberto 26′ Arthur
52′ Felipe 65′ Pio
72′ Derley 67′ Rafael Pereira
76′ Diego Juassani 72′ Felipe Azevedo
Gols | Goals | Goles Gols | Goals | Goles
1-2 Adalberto, aos 44’/2º 1-0 Pio, aos 18’/1º
2-0 Felipe Azevedo, aos 39’/2º
Fortaleza Esporte Clube Ceará Sporting Clube
Go
Za
Za
Za
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
12 Matheus Inácio
14 Adalberto
03 Digo Jussani
04 Lígger (Jean Patrick)
02 Tinga (Edinho)
22 Pablo © (Alan Mineiro)
08 Derley
15 Felipe
06 Bruno Melo
11 Osvaldo
09 Gustavo
Go
Ld
Za
Za
Le
Mc
Mc
Mc
At
At
At
01 Éverson
30 Pio
03 Valdo (Rafael Pereira)
13 Luiz Otávio
37 Romário
17 Raul
08 Ricardinho ©
20 Juninho
27 Wescley (Roberto)
11 Felipe Azevedo (Rafael Carioca)
40 Arthur
Técnico: Rogério Ceni Técnico: Marcelo Chamusca
01
05
07
10
13
16
17
18
19
20
21
23
Marcelo Boeck (Gk)
Sérgio
Léo Natel
Alan Mineiro, no Intervalo
Róger Carvalho
Murilo
João Henrique
Jean Patrick, aos 53’/1º
Igor
Alípio
Edinho, aos 34’/2º
Max Walef (gk)
05
10
12
14
19
22
32
33
35
77
97
99
Naldo
Javier Reina
Renan (gk)
Leandro Canhoto
Ernandes
Leandro Silva
Douglas Coutinho
Rafael Pereira, no Intervalo
Rafael Carioca, aos 44’/2º
Roberto, aos 37’/2º
Patrick
Élton
Tempo Normal Prorrogação Penalidades
1º Tempo 2º Tempo Final 1º Tempo 2º Tempo Final Ceará Adversário
0 x 1 1 x 1 1 x 2
→ Com esse resultado o Ceará sagrou-se bicampeão estadual (2017-2018); 45º título estadual;
→ Logo após o primero gol do Ceará, marcado por Pio, o técnico Marcelo Chamusca passou mal e foi levado ao vestiário e foi atendido pelos médicos. O técnico alvinegro passou todo o restante do jogo no vestiário e no final foi levado a um hospital para realizar exames;
→ Aos 44′ minutos do primeiro o zagueiro Líger, do Fortaleza, disputou uma jogada na área com o Éverson e Valdo. Ele sofreu uma pancada na coluna e foi levado ao hospital na ambulância;
→ Ceará: Camisa listrada em Preto-Branco, Calção Preto e Meias Pretas;
→ Fortaleza: Camisa Tricolor, Calção Azuis e Meias Brancas;
→ Veja ou Baixe a Súmula da Federação Cearense de Futebol: www.futebolcearense.com.br
→ Campanha: 18 Jogos, 12 Vitórias, 3 Empates, 3 Derrotas, 43 Gols Marcados, 19 Gols Sofridos;
→ Principais Artilheiros do Ceará: Arthur (9), Roberto (5), Andrigo e Douglas Coutinhos (4) gols;
→ Próximo Jogo: Série A – 14/04 – Santos/SP x Ceará, Estádio do Pacaembu, 21 hs

.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Football Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.futeboldaselecaobrasileira.blogspot.com

Grêmio Campeão da Recopa Sul-Americana de 2018

Jogadores do Gr~emio comemoram a conquista do bi-campeonato da Recopa;
Crédito: www.gettyimages.com/Nelson-Almeida
Ficha Técnica – Ceará Sporting Club
Escudo Grêmio 0 x 0 Independiente
Nas Penalidades: Grêmio 5 x 4 Independiente
Escudo
Ficha Técnica do Site










Competição (Tournament): Recopa Sul-Americana de 2018 – Final – 2º Jogo
Data (Date): Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2018, 21:45 (de Brasília)
Estádio (Stadium): Grêmio FBPA – Arena do Grêmio, Porto Alegre/RS (BRA)
Público (Attendance): 40.009 pagantes (Total: 42.921) – Renda: R$ 1.964.449,00
Árbitro Principal (Referee): Enrique Patricio Cáceres Villafañe (Paraguai / Paraguay)
Assistente 1 (Assistant Referee 1): Eduardo Cardozo (Paraguai / Paraguay)
Assistente 2 (Assistant Referee 2): Juan Zorrilla (Paraguai / Paraguay)
Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Éber Aquino (Paraguai / Paraguay)
Assistente de Vídeo 1 (Video Assistant 1): Andrés Cunha (Uruguai / Uruguay)
Assistente de Vídeo 2 (Video Assistant 2): Nicolás Tarán (Uruguai / Uruguay)
Assistente de Vídeo 3 (Video Assistant 3): José Argote (Venezuela)
Advertências | Cautions | Sent Off | Amonestaciones
1′ Alisson 15′ Diego Martín Rodríguez
24′ Pedro Geromel 23′ Gastón Silva
35′ Paulo Miranda 34′ Fernando Gaibor
41′ Fernando Amorebieta
Pênaltis | Penalties | Penales
1-0 Maicon 1-1 Fernando Gaibor
2-1 Cícero 2-2 Maximiliano Meza
3-2 Jael 3-3 Nicolás Domingo
4-3 Éverton 4-4 Silvio Romero
5-4 Luan x-x Martín Benítez (Perdeu)
Grêmio Foot-Ball Porto-Alegrense Club Atletico Indepndiente
Gk
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
01 Marcelo Grohe
02 Leonardo Moura (Miranda, 22′)
03 Pedro Geromel
04 Walter Kannemann
06 Bruno Cortez (Lima, 116′)
08 Maicon ©
25 Jailson (Jael, 62′)
23 Alisson (Maicosuel, 81′)
17 Cícero
11 Éverton
07 Luan Vieira
Gk
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
25 Martín Campaña ©
16 Fabricio Bustos (Gutiérrez, 108′)
02 Alan Franco
14 Fernando Amorebieta [Expulso, 41′]
20 Gastón Silva
05 Nicolás Domingo
15 Diego Rodríguez (Benítez, ht)
08 Maximiliano Meza
10 Fernando Gaibor
21 Jonathan Menéndez (Romero, 75′)
11 Leandro Fernández (Figal, 45′)
Coach: Renato Gaúcho Coach: Ariel Holan
Gk
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
12 Paulo Victor
13 Paulo Miranda, aos 22’/1º
20 Marcelo Oliveira
05 Michel
14 Lima, no Intervalo/Pror
18 Maicosuel, aos 36’/2º
09 Jael, aos 17’/2º
Gk
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Damián Albil
04 Jorge Figal, aos 45’/1º
06 Juan Sánchez Miño
07 Martín Benítez, no Intervalo
24 Jonás Gutiérrez, aos 3’/2º/Pror
18 Silvio Romero, aos 30’/2º
22 Juan Manuel Martínez
Tempo Normal Prorrogação Penalidades
1º Tempo 2º Tempo Final 1º Tempo 2º Tempo Final Normal Altnds Final
0 x 0 0 x 0 0 x 0 0 x 0 0 x 0 0 x 0 5 x 4 5 x 4
→ Nos 90 minuos terminou em 0x0; O mesmo na prorrogação; Nos pênaltis GRêmio 5 x 4;
→ Com esse resultado o Grêmio sagrou-se campeão da Recopa pela segunda vez;
→ Esta é a quarta final do Independiente (3º vice) e a segunda do Grêmio (2º título);
→ Melhor Jogador do Jogo (Man of the Match): Sem Registro;
→ Independiente: Camisa Vermelha, Calção Vermelho e Meias Vermelhas;
→ Grêmio: Camisa Tricolor, Calção Preto e Meias Brancas;
→ Grêmio (Brasil): Campeão da Copa Libertadores da América de 2017;
→ Independiente (Argentina): Campeão da Copa Sul-Americana de 2017;
→ A Recopa Sul-Americana é um torneio, anual, criando pela CONMEBOL disputado entre o Campeão da Copa Libertadores e o campeão da Copa Sul-Americana do ano anterior;
→ A partir de 2003 o segundo representante passou a ser o Campeão da Copa Sul-Americana;
→ Próximo Jogo: 21/02 – Grêmio x Independiente, Arena do Grêmio; (Ficha do Jogo)
→ Grêmio e Independiente decidiram a Recopa de 1996 e o time brasileiro foi o campeão;
→ 07/04/1996 – Grêmio 4 x 1 Independiente, Estádio de Kobe, Japão; (Ficha do Jogo)

.:: Galeria de Imagens ::.
Jogadores do Grêmio comemoram a conquista da Recopa Sul-Americana de 2018;
Crédito: www.gettyimages.com/Nelson-Almeida
Grêmio Foot-Ball Porto-Alegresne bi-campeão da Recopa Sul-Americana;
Crédito: www.gettyimages.com/Nelson-Almeida
Club Atletico Independiente vice-campeão da Recopa Sul-Americana;
Crédito: www.gettyimages.com/Nelson-Almeida
Momento em que Marcelo Grohe defende o P~enalti que deu o título oa Grêmio;
Crédito: www.gettyimages.com/Nelson-Almeida
Confira os lances da final da Recopa Sul-Americana;
Crédito: www.youtube.com/@pnlopes


Crônica do Jogo


Em Avellaneda, o Grêmio empatou com o Independiente em 1 a 1 depois de jogar 60 minutos com um atleta a mais em campo. Na noite dessa quarta-feira, em Porto Alegre, a equipe de Renato Gaúcho voltou a ter vantagem numérica e por causa de uma expulsão com interferência do árbitro de vídeo, mas, novamente não conseguiu a vitória no tempo regulamentar. Não foi no tempo normal, não foi na prorrogação, mas foi nos pênaltis. Marcelo Grohe defendeu a última cobrança dos argentinos, que coube a Benítez, e deu a vitória por 5 a 4 ao Tricolor Gaúcho depois do persistente 0 a 0.

Se o Grêmio começou mal a temporada e é lanterna no Campeonato Estadual, quem sabe as coisas não mudam a partir de mais um título. É o Grêmio campeão da Copa do Brasil em 2016, campeão da Copa Libertadores em 2017 e agora campeão da Recopa Sul-Americana em 2018, de novo em cima do Independiente, como em 1996.

Diferente do confronto da semana passada, dessa vez o Grêmio mostrou o ímpeto de mandante e partiu para o abafa desde o apito inicial. Não demorou e a primeira grande oportunidade de gol já aconteceu aos sete minutos. Everton saiu cara a cara com o gol, driblou o goleiro Campaña e bateu para as redes, mas Amorabieta salvou em cima da linha.

O lance era o retrato do que viria pela frente. Muito sufoco e drama. O Tricolor Gaúcho pressionava, tinha mais posse de bola e criava chances perigosas. O Independiente, então, percebendo que nem mesmo sua retranca estava funcionando, partiu para a velha catimba argentina.

Os jogadores do Rei de Copas passaram a praticar a famosa “cera” a todo momento. Além disso, todo lance de disputa de bola era desculpa para muita pressão e discussão com a arbitragem. Em pouco tempo, o clima esquentou e o árbitro começou a distribuir cartões amarelos. Foram seis ao todo só na primeira etapa.

Neste cenário, as equipes viveram um dèjá vu pouco antes do intervalo. Assim como no duelo na Argentina, o árbitro de vídeo voltou a trabalhar na final da Recopa. Dessa vez para analisar uma solada do zagueiro Fernando Amorebieta em cima de Luan, que ficou com a marca das travas nas costelas.

Depois de ser chamado pelo VAR uruguaio Andrés Cunha, o árbitro paraguaio Enrique Cáceres assistiu ao lance novamente e rapidamente concluiu que o argentino agrediu Luan. Amorebieta foi expulso de forma direta, assim como aconteceu com o centroavante Emmanuel Gigliotti no duelo de ida, também pouco antes do intervalo.

E se o Grêmio não soube usar a vantagem numérica jogando em Avellaneda, não foi diferente nessa quarta, em Porto Alegre. Com exceção a uma grande chance de Everton, que culminou na defesa de Campaña, o time de Renato Gaúcho teve muita dificuldade em criar oportunidades e parou na forte defesa argentina, que conseguiu levar a decisão à prorrogação.

Mesmo com um jogador a menos, desgastado e fora de casa, o Independiente jogou com muita sabedoria e encarou o Grêmio de igual para igual no tempo extra. É verdade que Jael chegou a cabecear uma bola no travessão, mas Romero também teve uma chance incrível, de dentro da pequena área, e furou na hora “H”.

O problema é que o árbitro Enrique Cáceres não teve coragem de dar um pênalti claro para o Grêmio em jogada que Jael foi empurrado nas costas ao saltar para escorar cruzamento à área. Apesar de toda a reclamação, não teve jeito. O jogo seguiu.

O segundo tempo da prorrogação mostrou que o fato do Independiente estar em meio de temporada acabou sendo fundamental para a equipe argentina suportar o cansaço diante do Grêmio, que apesar de ter um jogador a mais por tanto tempo, não conseguiu se sobressair na parte física, já que seus principais jogadores voltaram da pré-temporada há apenas um mês.

Dessa forma, com direito a uma defesaça de Campaña em cobrança de falta de Jael que contou com desvio na barreira, os visitantes não sofreram mais do que esperavam. Melhor, por pouco não conseguiram um gol heroico em cobrança de escanteio. Meza cabeceou livre e viu a bola raspar a trave de Grohe, que já estava batido. Assim, os argentinos levaram tudo para os pênaltis, onde aí sim a disputa voltaria a ficar de igual para igual.

Na marca da cal, só um falhou. E para alegria dos gremistas na Arena, não foi nenhum jogador brasileiro. Depois de Maicon, Cícero, Jael, Everton e Luan converterem suas cobranças, assim como Fernando Gaibor, Maxiliano Meza, Domingo e Romero pelo Independiente, Benítez foi o encarregado para o último chute e parou nas mãos de Marcelo Grohe, que espalmou a bola para o travessão e deu início a uma grande festa.

Grêmio campeão da Copa do Brasil de 2016, campeão da Libertadores em 2017 e agora campeão da Recopa Sul-Americana em 2018. O Independiente lutou heroicamente com um jogador a menos, mas sucumbiu na Arena, em Porto Alegre. (Fonte: Gazeta Esportiva)


.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Football Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com


Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)


For God so loved the world, that he gave his only begotten Son, that whosoever believeth in him should not perish, but have everlasting life. (John, 3:16)

Independiente Campeão da Copa Sul-Americana de 2017

O capitão Tagliafico ergue a taça de campeão da Sulamericana de 2017;
Crédito: www.gettyimages.com/Fabio-Teixeira
Ficha Tecnica
Flamengo 1×1 Independiente
Final da Copa Sul-Americana de 2017
Ficha Técnica










Competição (Tournament): Copa Sul-Americana 2017 – Final – 2º Jogo (Volta)
Data (Date): Quarta-Feira, 13 Dezembro de 2017, 21:45 h (de Brasília) 20:45 Local
Estádio (Stadium): Mário Filho “Maracanã”, Rio de Janeiro/RJ
Público (Attendance): 54.963 pagantes (Total: 62.567) – Renda: R$ 6.694.300,00
Árbitro (Referee): Wilmar Alexander Roldán Pérez (Colômbia / COL)
Assistente 1 (Assistant Referee 1): Alexander Guzmán (Colômbia / COL)
Assistente 2 (Assistant Referee 2): Cristian de la Cruz (Colômbia / COL)
Quarto Árbitro (Fourth Official): Gustavo Murillo (Colômbia / COL)
Assistente de Vídeo 1 (Video Assistant 1): Daniel Fedorczuk (Uruguai / Uruguay)
Assistente de Vídeo 2 (Video Assistant 2): Roberto Tobar (Chile / CHI)
Assistente de Vídeo 3 (Video Assistant 3): Nicolás Tarán (Uruguai / Uruguay)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
73′ Éverton (Falta cometida) 72′ Lucas Albertengo (Falta)
77′ Vinicius Jr. (Reclamação) 77′ Maximiliano Meza (Falta)
90′ Juan (Falta Cometida) 79′ Martín Campaña (Retardamento)
87′ Ezequiel Barco (Antijogo)
Gols| Goals | Goles Gols| Goals | Goles
1-0 Lucas Paquetá, aos 28’/1º 1-1 Barco, aos 38’/1º
Clube de Regatas do Flamengo Club Atletico Independiente
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
24 César
21 Pará
15 Réver ©
04 Juan
13 Miguel Trauco (Vinicius Jr, 54′)
05 Willian Arão
26 Gustavo Cuéllar (Éverton Ribeiro, 78′)
10 Diego Ribas
29 Lucas Paquetá (Lincoln, 84′)
22 Éverton
25 Felipe Vizeu
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
25 Martín Campaña
16 Fabricio Bustos
02 Alan Franco (Silva, 84′)
14 Fernando Amorebieta
03 Nicolás Tagliafico ©
15 Diego Martín Rodríguez
29 Nicolás Domingo
07 Martín Benítez (Albertengo, 33′)
08 Maximiliano Meza (Miño, 82′)
27 Ezequiel Barco
09 Emmanuel Gigliotti
Coach: Reinaldo Rueda Coach: Ariel Holan
Go
Df
Df
Mc
Mc
At
At
01 Thiago
02 Rodinei
30 Rhodolfo
07 Éverton Ribeiro, aos 33’/2º
08 Márcio Araújo
16 Lincoln, aos 39’/2º
20 Vinícius Júnior, aos 9’/2º
Go
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Damián Albil
05 Gastón Silva, aos 39’/2º
06 Juan Sánchez Miño, aos 37’/2º
10 Walter Erviti
23 Nery Domínguez
11 Leandro Fernández
24 Lucas Albertengo, aos 33’/1º
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
1 x 1 0 x 0 1 x 1
• Com esse resultado o Independiente sagrou-se campeão da Sulamericana pela 2ª vez;
• Com a conquista o Independiente garantiu vaga na Copa Libertadores de 2018;
• Esta foi a primeira vez que o Árbitro de Vídeo foi utilidado numa final da Sulamericana;
Independiente: Camiza Branca, Calção Azul e Meias Brancas (Puma);
• Flamengo: Camisa Rubro-Negra, Calção Branco e Meias Rubro-Negras (Adidas);
• Flamengo e Independiente já decidiram um título sulamericano a Supercopa Libertadores 1995;
• 1º Jogo da Final da Supercopa Libertadores: Independiente vs Flamengo – (Ficha do Jogo)
• 2º Jogo da Final da Supercopa Libertadores: Flamengo vs Independiente – (Ficha do Jogo)

.:: Galeria de Imagens ::.
Jogadores e comissão técnica do Independiente comemoram a coquista da sulamericana;
Crédito: www.gettyimages.com/Buda-Mendes
Clube Atlético Independiente, fundado em 4 de Agosto de 1904, em Avellaneda, Argentina;
Crédito: www.gettyimages.com/Buda-Mendes
Clube de Regatas do Flamengo, fundado em 17 de Novembro de 1895, no Rio de Janeiro/RJ;
Em Pé: Felipe Vizeu, Lucas Paquetá, Willian Araão, Juan, Réver e César;
Agachados: Gustavo Cuéllar, Éverton, Pará, Diegoe Miguel Trauco;
Crédito: www.gettyimages.com/Buda-Mendes

Crônica do Jogo

Mais uma vez, o Independiente calou o Maracanã. Como aconteceu em 1998, o time argentino saiu vencedor no duelo com o Flamengo. O empate por 1 a 1, no jogo desta quarta-feira, garantiu ao “Rei de Copas” o bicampeonato da Copa Sul-Americana. No jogo de ida, em Buenos Aires, a equipe portenha havia vencido por 2 a 1. Os gols foram marcados por Lucas Paquetá para o Flamengo e Barco, de pênalti, para o Independiente, ambos no primeiro tempo.

O resultado acabou espelhando o que aconteceu em campo. O Flamengo foi melhor no primeiro tempo, mas não soube transformar em gol as chances criadas. No segundo tempo, o time argentino foi mais organizado e criou as melhores oportunidades de gol diante de um Flamengo nervoso e que cometeu muitos erros.

Debaixo de muita vibração da torcida rubro-negra, a partida começou com os dois times mostrando muita disposição. Aos quatro minutos, o Flamengo criou o primeiro momento de perigo em chute perigoso de Lucas Paquetá que o goleiro Campaña defendeu com segurança. O lance animou a equipe da casa e dois minutos depois foi a vez de Felipe Vizeu se antecipar aos zagueiros e desviar para o gol, mas a bola saiu, embora com muito perigo para o gol argentino.

O Independiente, muito pressionado pela marcação da equipe brasileira, não encontrava espaço para se organizar dentro de campo. Só aos 11 minutos é que a equipe portenha fez o goleiro Cesar trabalhar para defender um cruzamento fechado de Bustos.

Aos 13 minutos, o Flamengo desperdiçou uma grande oportunidade. Felipe Vizeu lançou Everton entre os zagueiros. O atacante penetrou livre, mas chutou nas mãos de Campaña. Logo depois foi a vez de Lucas Paquetá receber na entrada da área, se livrar da marcação e bater com perigo, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

O domínio do Flamengo era total. Aos 18 minutos, Paquetá foi derrubado ao lado da área. Diego levantou na área e Juan cabeceou por cima do travessão.

O time dirigido por Reinaldo Rueda atuava de forma agressiva. Lucas Paquetá e Everton atuavam abertos pelas extremas, enquanto Felipe Vizeu ficava entre os zagueiros na área do Independiente.

Aos 21 minutos, o time argentino criou a sua primeira chance de gol. Meza investiu pela esquerda e chutou cruzado, mas César fez boa defesa. O Flamengo respondeu com Diego que se livrou de Amorebieta e chutou, mas o zagueiro conseguiu se recuperar e bloquear o chute do meia.

O Flamengo marcou o primeiro gol aos 30 minutos. Diego cobrou falta, Réver e Juan tentaram a cabeçada, mas a bola acabou nos pés de Lucas Paquetá que empurrou para colocar a bola nas redes e levar o Maracanã ao delírio.

Embalado pela vantagem, o time da Gávea seguiu atacando em busca do segundo gol. O técnico do Independiente decidiu alterar a equipe, trocando o atacante Benitez por Albertengo.

E aos 40 minutos, o time argentino marcou o gol do empate. Lucas Paquetá derrubou Meza na área e, depois de consultar o árbitro de vídeo, Vilmar Roldán confirmou a penalidade máxima. Barco cobrou com categoria e deixou tudo igual.

Aos 47 minutos, na última jogada importante da etapa inicial, Everton arriscou o chute, mas foi bloqueado pela zaga.

Segundo tempo

O Flamengo voltou sem alterações para o segundo tempo. E logo aos três minutos, quase desempatou em grande jogada de Lucas Paquetá que invadiu a área, ganhou dos zagueiros, mas seu chute acabou defendido por Campaña. Aos seis minutos, Trauco cruzou e Paquetá cabeceou para fora. Preocupado com a pouca objetividade do ataque, o técnico Reinaldo Rueda trocou o lateral esquerdo Trauco pelo atacante Vinicius Júnior. Everton recuou para a vaga de Trauco.

Aos 14 minutos, o Independiente criou uma grande chance para marcar. Giglioti tomou a bola de Réver, passou por Cuéllar e tocou na saída de César, mas Juan conseguiu salvar, desviando para escanteio. O Flamengo respondeu com uma cabeçada perigosa de Vinicius Júnior, após cruzamento de Pará. Aos 21 foi a vez de Willian Arão cabecear com perigo, após cruzamento de Paquetá.

O Indepediente atuava mais recuado, mas ao recuperar a bola, buscava sair rapidamente para surpreender a defesa carioca. Aos 29 minutos, o goleiro César se chocou com Réver e bateu a cabeça com violência no gramado, chegando a perder a consciência, mas se recuperou e voltou ao gol.

Rueda tentou dar mais agressividade ao time e colocou Éverton Ribeiro no lugar do volante Cuéllar. Logo depois, Réver perdeu grande chance para desempatar, cabeceando para fora, quando estava livre na pequena área.

Aos 37. Gigliotti tentou surpreender César do meio de campo, mas o goleiro do Flamengo conseguiu fazer a defesa. Rueda colocou o jovem Lincoln para tentar aumentar a pressão sobre o gol argentino.

Aos 43 minutos, Gigliotti arrancou pelo meio, entrou na área e bateu para fora, desperdiçando uma grande oportunidade. Nos acréscimos, após confusão na área, a bola sobrou para Réver que chutou para fora no último lance da partida. (Fonte: Gazeta Esportiva)


.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com


Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)

Grêmio Campeão da Copa Libertadores da América de 2017

Jogadores do Grêmio comemoram a conquista do tricampeonato da Libertadores;
Crédito: www.gettyimages.com/Marcelo-Endelli
Ficha Tecnica
Lanús 1 x 2 Grêmio
Final da Copa Libertadores da América 2017
Ficha Técnica









Competição (Tournament): Copa Libertadores da América 2017 – Final – 2º Jogo
Data (Date): Quarta-Feira, 29 de Novembro de 2017, 21:45 h (de Brasília) 20:45 Local
Estádio (Stadium): Néstor Díaz Pérez “La Fortaleza“, Lanús (Argentina)
Público (Attendance): 45.000 pagantes – Renda: Sem Registro
Árbitro (Referee): Enrique Cáceres Villlafane (Paraguai / Paraguay)
Assistente 1 (Assistant Referee 1): Eduardo Cardozo (Paraguai / Paraguay)
Assistente 2 (Assistant Referee 2): Juan Zorrilla (Paraguai / Paraguay)
Quarto Árbitro (Fourth Official): Éber Aquino (Paraguai / Paraguay)
Assistente de Vídeo 1 (Video Assistant 1): Mario Díaz de Vivar (Paraguai / Paraguay)
Assistente de Vídeo 2 (Video Assistant 2): Milcíades Saldívar (Paraguai / Paraguay)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
5′ Rolando García 25′ Edilson
20′ Maximiliano Velázquez 70′ Bruno Cortez
70′ Alejandro Silva 70′ Jailson
82′ Ramiro
90′ Marcelo Grohe
Gols| Goals | Goles Gols| Goals | Goles
1-2 Sand, aos 26’/2º (Pênalti) 1-0 Fernandinho, aos 27’/1º
2-0 Luan, aos 4’/1º
Club Atletico Lanús Grêmio Foot-Ball Porto-Alegrense
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
28 Esteban Andrada
04 José Luis Gómez
23 Rolando García Guerreño
02 Marcelo Herera (Moreno, 65′)
03 Maximiliano Velázquez (Denis, 87′)
10 Román Martínez
30 Iván Marcone
21 Nicolás Pasquini
16 Alejandro Silva (Rojas, 77′)
09 José Sand
07 Lautaro Acosta
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
01 Marcelo Grohe
02 Edílson
03 Pedro Geromel
22 Bressan (Thyere, 81′)
12 Bruno Cortez
25 Jailson
29 Arthur (Michel, 51′)
17 Ramiro [Expulso, 82′]
21 Fernandinho
07 Luan
18 Lucas Barrios (Cícero, 75′)
Coach: Jorge Almirón Coach: Renato Gaúcho
Go
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Fernando Monetti
22 Santiago Zurbriggen
14 Matías Rojas, aos 32’/2º
19 Nicolás Aguirre
24 Leandro Maciel
17 Germán Denis, aos 42’/2º
25 Marcelino Moreno, aos 20’/2º
Go
Df
Df
Mc
Mc
At
At
24 Paulo Victor
15 Rafael Thyere, aos 36’/2º
16 Léo Moura
05 Michel, aos 6’/2º
27 Cícero, aos 30’/2º
09 Jael
11 Éverton
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
0 x 2 1 x 0 1 x 2
• Com esse resultado o Grêmio sagrou-se campeão da LIbertadores pela 3ª vez;
• Com essa conquista o Grêmio garantiu vaga no Mundial de Clubes da Fifa em Dezembro;
• Renato Gaúcho tornou-se bicampeão. Campeão em 1983 como jogador e agora como técnico;
• Esta foi a primeira vez que o Árbitro de Vídeo foi utilidado numa final de Libertadores;
• Lanús: Camiza Grená, Calção Grená e Meias Grenás (Macron);
• Grêmio: Camisa Tricolor, Calção Branco e Meias Brancas (Umbro);
• Jogo Anterior: 22/11 – Grêmio 1 x 0 Lanús, Arena do Grêmio, Porto Alegre (Ficha do Jogo)

.:: Galeria de Imagens ::.
Jogadores do Grêmio comemoram a conquista do tricampeonato da Libertadores;
Crédito: www.gettyimages.com/Marcelo-Endelli
Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. Fundado em 15 de Setembro de 1903, em Porto Alegre/RS;
Crédito: www.gettyimages.com/Demian-Alday
Club Atlético Lanús, fundado em 3 de janeiro de 1915, em Lanús, Argentina;
Crédito: www.gettyimages.com/Demian-Alday
Jogadores do Grêmio exibem suas conquistas individuais na Libertadores;
Crédito: www.gettyimages.com/Marcelo-Endeli

Crônica do Jogo

No dialeto gaúcho, o prefixo tri é utilizado para enfatizar ou aumentar algo, e, nesta quarta-feira, o Grêmio ficou tri em toda América. Trilegal, trivencedor, tricampeão da Libertadores.

O clube gaúcho voltou a conquistar o torneio continental depois de 22 anos de espera. O título veio após a vitória por 2 a 1 contra o Lanús, no estádio La Fortaleza, na Argentina. Os gols da partida foram marcados por Fernandinho e Luan, para o Grêmio, e por Sand, para o Lanús. No agregado de resultados, o placar foi 3 a 1 para os brasileiros.

O Tricolor quebrou a zica de nunca ter derrotado um clube argentino na final da Libertadores. Além disso, diminuiu a vantagem hermana de nove vitórias contra cinco dos brasileiros em confrontos diretos nas decisões do torneio continental. A conquista ganhou ares ainda mais especiais e mitológicos com o time campeão sendo comandado pelo ídolo gremista Renato Portaluppi.

O técnico Jorge Almirón, do Lanús, teve a ausência do zagueiro Diego Braghieri, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Para a posição, o treinador grená escalou o zagueiro Marcelo Herrera. O Grêmio também teve um desfalque defensivo. O zagueiro argentino Walter Kannemann não pode atuar por estar suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Com isso, Bressan substituiu o companheiro de time.

Primeiro tempo:

Sob um show de fogos de artifício, as duas equipes entraram em campo no La Fortaleza. O Grêmio vestindo a camisa tricolor, calção branco e meiões brancos. O Lanús usou o clássico uniforme grená com calções e meiões pretos. Antes de iniciar o jogo, o árbitro fez um minuto de silêncio pelo um ano da tragédia com o voo da Chapecoense, que foi completado nesta quarta-feira.

O confronto começou com o Lanús cometendo muitas faltas duras. Logo aos cinco minutos, o zagueiro García Guerreño, do Lanús, recebeu um cartão amarelo por uma entrada forte no meia gremista Ramiro.

O primeiro chute a gol foi do Grêmio. Após boa troca de passes pela esquerda de ataque, aos nove minutos, Lucas Barrios tocou para Luan que passou para Fernandinho dentro da área. O extrema esquerda chute cruzado rasteiro, mas o goleiro Andrada defendeu a finalização.

Um minuto depois, o Lanús tentou responder. O atacante Sand encontrou Alejandro Silva no meio, ele passou por dois marcadores e chutou de longe. A bola subiu muito e passou sob a meta defendida por Marcelo Grohe.

Aos 14 minutos, o volante Arthur foi lançado na área e escorou para o centroavante Lucas Barrios. O gremista pegou de primeira, de fora da área, e mandou para fora, sem perigo ao gol defendido por Andrada.

O Grêmio fazia uma marcação alta tentando evitar que o goleiro Andrada jogasse com pés e a equipe do Lanús tivesse uma vantagem numérica em campo.

O Tricolor Gaúcho abriu o placar aos 27 minutos de jogo. O ataque era do Lanús, mas após a zaga afastar os jogadores do Lanús fizeram uma lambança com o rebote e deram um ótimo contra-ataque para o Grêmio. O atacante Fernandinho reparou a redonda e correu todo o campo até a área adversária, onde finalizou na saída do goleiro Andrada. A bola foi parar nos fundos da rede.

Dois minutos depois, o Lanús teve uma falta perto da grande área para cobrar. O lateral-esquerdo Velázquez bateu com perfeição e o goleiro Marcelo Grohe saltou para fazer uma bela defesa e espalmar para escanteio.

Aos 30 minutos, em contra-ataque gremista, Ramiro passou para Edílson, na direita, o lateral arriscou o chute. A bola saiu torta, mas no meio da área Arthur colocou o pé na redonda, que por pouco não entrou no ângulo esquerdo de ataque.

Os jogadores do Lanús demonstravam nervosismo e ansiedade. Com isso, erravam passes considerados simples. O Grêmio aproveitava os erros do adversário para tocar a bola e administrar o resultado.

O time grená teve boa chance aos 39 minutos. Sand tocou de calcanhar para Martínez, que arriscou de primeira, contudo a bola passou longe da meta.

O Grêmio ampliou o marcador aos 41 minutos. Contudo, o gol não foi um simples gol, foi uma pintura que as palavras pouco podem descrever. Após ser lançado pelo volante Jailson, o atacante Luan dominou a redonda com classe e foi passando pelo marcadores com uma tranquilidade inexplicável até ficar cara-a-cara com o goleiro Andrada e dar um toque encobrindo o arqueiro Andrada, balançando mais uma vez as redes.

O Lanús tentou descontar aos 43 minutos. Mais uma vez, Sand encontrou Martínez. O meia fez uma boa tabela com Gómez e concluiu para fora.

A primeira etapa terminou com um domínio gremista e muita festa da torcida do Grêmio no estádio La Fortaleza.

Segundo tempo:

As duas equipes retornaram para a segunda etapa sem modificações. Contudo, o Lanús, precisando reverter o resultado, partiu para o ataque.

Aos cinco minutos, o volante Arthur deixou o jogo com dores no calcanhar. O companheiro Michel entrou no lugar. No banco de reservas, o garoto de 21 anos chorou bastante após a substituição.

Aos 10 minutos, o Lanús chegou com muito perigo. Após boa troca de passes entre os jogadores grená, Sand entrou na área e tocou para Acosta. O atacante tentou o chute que explodiu em Bressan. No rebote, na esquerda da área, novamente, Sand finalizou, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Os mandantes tentavam pressionar, mas não faziam com eficiência. Os jogadores grená apostavam muito em cruzamentos para área.

Em cobrança de falta na direita de ataque gremista, o lateral Edílson ergueu a redonda na área para o centroavante Lucas Barrios, que apareceu na esquerda desviando de cabeça. Quase que pintou o terceiro gol gremista.

Quando o Lanús entrou na área tocando a bola, o atacante Sand foi derrubado na área por Jailson. O árbitro assinalou o pênalti. O próprio Sand foi para a cobrança e descontou o placar. O goleiro Marcelo Grohe pulou para um lado e a bola entrou no outro canto. Com o gol, o atacante se isolou na artilharia da Libertadores, com nove tentos.

Aos 30 minutos, após a zaga gremista afastar a bola, Marcone ficou com o rebote e arriscou de fora da área. A redonda passou perto do gol defendido por Marcelo Grohe e assustou a torcida do Grêmio.

Se o primeiro tempo estava tranquilo, a segunda etapa ganhou tons dramáticos. Após o Lanús não fazer o fair play, o meia Ramiro fez uma falta dura e recebeu cartão amarelo. Contudo, o gremista seguiu reclamando e o árbitro expulsou o jogador. O Grêmio ficava com um atleta a menos em campo faltando um pouco mais de cinco minutos para o término da partida.

Aos 44 minutos, o Luan desperdiçou a chance de matar a partida. Em contra-ataque puxado por Fernandinho, o atacante tocou para o camisa 7 que recebeu livre na área e tentou um toque por cima do goleiro Andrada. A redonda passou tirando tinta da trave.

Com um a mais, o Lanús pressionou muito o Tricolor. Mesmo com cinco de acréscimos, não adiantou e o Grêmio se sagrou tricampeão da Copa Libertadores da América. (Fonte: Gazeta Esportiva)


.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com


Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)