Archive for the ‘Campeões / Champions’ Category

Flamengo Campeão da Recopa Sul-Americana 2020

Flamengo vence Boavista, de virada, e conquista a Taça Guanabara pela 22ª vez;
Crédito: www.twitter.com/Flamengo
Final da Copa do Brasil
1 1º TEMPO 0
2 2º TEMPO 0
3 FINAL 0
5 Agregado 2
Flamengo FICHA DO JOGO Independiente
• Competição (Tournament): Recopa Sul-Americana 2020 – Final – 2º Jogo
• Data (Date): Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020, 21:30 hs (de Brasília)
• Estádio (Stadium): Maracanã, Rio de Janeiro (BRA)
• Público (Attendance): 64.504 pagantes (Total: 69.986) – Renda: R$ 5.396.997,50
• Árbitro (Referee): Fernando Rapallini (Argentina)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Diego Bonfá (Argentina)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Gabriel Chade (Argentina)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Facundo Tello (Argentina)
• Árbitro de Vídeo (Video Referee): Mauro Vigliano (Argentina)
• Assistente de Vídeo 1 (Video Assistant 1): Piero Maza (Chile)
• Assistente de Vídeo 2 (Video Assistant 2): Juan Belatti (Argentina)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Gérson 14’/1º
Willian Arão 23’/1º
Gustavo Henrique 43’/2º
Alan Franco 33’/2º
Alejandro Cabeza 41’/2º
Gols | Goals | Goles Gols | Goals | Goles
1-0 Gabriel Barbosa 19’/1º
2-0 Gérson 17’/2º
3-0 Gérson 44’/2º
Clube de Regatas do Flamengo Independiente Del Valle
01
13
03
02
05
16
08
07
14
09
21
Diego Alves
Rafinha
Rodrigo Caio
Gustavo Henrique
Filipe Luis
Willian Arão [Expulso]
Gérson
Éverton Ribeiro © (Michael)
Giogian de Arrascaeta (Vitinho)
Gabrile Barbosa
Pedro (Thiago Maia)
30
17
05
02
15
08
16
11
21
18
07
Jorge Pinos
Ángelo Preciado
Richard Schunke
Luis Segovia (Cabeza)
Beder Caicedo (Guerrero)
Lorenzo Faravelli (Nieto)
Cristian Pellerano ©
Jhon Jairo Sánchez
Alan Franco
Jacob Murillo
Gabriel Torres
Coach: Jorge Jesus 4-2-2-2 Coach: Miguel Ángel Ramírez
06
10
11
12
18
19
20
23
25
26
29
30
Renê
Diego Ribas
Vitinho [29’/2º]
César (gk)
Thiago Maia [26’/1º]
Michael [42’/2º]
Dantas
Pedro Rocha
Piris da Motta
Matheus Thuller
Lincoln
João Lucas (gk)
01
03
04
09
10
14
19
23
25
Wellington Ramírez (gk)
Pablo Alvarado
Anthony Landázuri
Alejandro Cabeza [40’/2º] [Expulso]
Efrén Mera
Dani Nieto [29’/2º]
Johao Chávez
Fernando Guerrero [9’/2º]
Hamilton Piedra (gk)
Observações e Curiosidades
❏ Com esse resultado o Flamengo sagrou-se campeão da Recopa Sul-Americana pela 1ª vez;
❏ Esta foi a 1ª vez que o Flamengo ganhou um título internacional jogando no Maracanã;
❏ Willian Arão e Cabeza foram expulsos com a ajuda do Árbitro de Vídeo (VAR);
❏ Bruno Henrique e Rodrigo Caio, machucados, não jogaram a final;
❏ Primeiro Jogo da Final: 19/02 – Del Valle 2 x 2 Flamengo → Ficha do Jogo
❏ Final da Supercopa Libertadores: 06/12 – Flamengo 1 x 0 Independiente → Ficha do Jogo
❏ Final da Copa Sul-Americana: 13/12 – Flamengo 1 x 1 Independiente → Ficha do Jogo
❏ Final da Supercopa do Brasil: 16/02 – Flamengo 3 x 0 Athletico (PR) → Ficha do Jogo
❏ Final da Taça Guanabra: 22/02 – Boavista 1 x 2 Flamengo → Ficha do Jogo

.:: Galeria de Imagens ::.
Flamengo campeão da Recopa Sul-Americana de 2020;
Crédito: www.twitter.com/Flamengo
Independiente Del Valle, do Equador, vice-campeão da Recopa 2020;
Crédito: www.twitter.com/IDV_EC
O Flamengo conquistou mais um título para sua coleção na noite desta quarta-feira, no Maracanã. Diante do Independiente del Valle, na segunda partida da final da Recopa Sul-Americana, a esquadra de Jorge Jesus, mesmo com um a menos desde a metade do primeiro tempo, venceu por 3 a 0 e levantou a taça inédita em sua história.

Gabigol foi o grande destaque do jogo pela movimentação, um gol e a assistência para o segundo. Gerson, no segundo tempo, marcou os outros dois gols da final.

Com renda e público recordes em 2020, o Flamengo deu ao Brasil o 11º título da Recopa e consolidou o país como maior vencedor da competição.

A sequência de jogos do Flamengo continuará neste sábado com a estreia na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, diante da Cabofriense, no Maracanã. Na próxima semana, o Rubro Negro estreia na fase de grupos da Libertadores na Colômbia, diante do Junior Barranquilla.

O Independiente del Valle surpreendeu ao entrar em campo disposto a jogar de igual para igual com o Flamengo no Maracanã. O técnico Miguel Angel Ramírez escalou sua equipe com três atacantes e foi de peito aberto para buscar o título. Sem Bruno Henrique, Jorge Jesus adotou um 4-4-2 com Gabigol e Pedro na frente.

Os equatorianos, muito bem organizados em campo, tentaram segurar o ataque do Fla com uma defesa alta e forçando o impedimento dos atacantes rubro-negros. Mas apesar da organização e do bom toque de bola, faltava qualidade ao Independiente e o Flamengo foi impondo seu jogo.

Aos 17, Gerson recebeu livre na área e, pressionado pelo goleiro Pino, tocou para Gabigol, que tentou a conclusão mas acertou o zagueiro Segovia com o arqueiro batido no lance.

No minuto seguinte, sob pressão do Flamengo na saida de bola, a defesa equatoriana deu um presente ao Rubro-Negro. O mesmo Segovia que salvou o lance anterior, tentou atrasar de cabeça para o goleiro e acertou o travessão. A bola voltou para Gabigol, que dessa vez não perdoou e colocou o Flamengo em vantagem.

O jogo estava à feição da equipe de Jorge Jesus quando aos 21 minutos, Willian Arão tentou tirar a bola de Caicedo e acabou acertando o peito do jogador do Independiente. Com a ajuda do VAR, o árbitro argentino Fernando Rapallini mostrou o cartão vermelho para o volante brasileiro.

Para recompor a equipe, Jorge Jesus chamou Thiago Maia e tirou o atacante Pedro de campo.

Com a desvantagem numérica, o Flamengo mudou sua postura em campo e se fechou na defesa. Com o posicionamento atrás da linha da bola, a equipe carioca fechava os espaços do Independiente e buscava os contra-ataques.

O jogo ficou mais concentrado entre as duas intermediárias no restante da etapa inicial, com cada equipe chegando com perigo apenas uma vez.

O Flamengo obrigou o goleiro Pinos a trabalhar aos 33. Everton Ribeiro lançou Gabigol, que partiu em velocidade, se livrou da marcação e chutou cruzado, mas Pinos fez grande defesa e mandou para fora.

Já o del Valle conseguiu assustar aos 37, quando Sanchéz bate prensado com Filipe Luís e a bola vai pela linha de fundo, mas passou perto.

O segundo tempo começa com o Independiente tentanto pressionar o Flamengo em seu campo. A equipe carioca, entretanto, fazia uma partida impecável defensivamente. Muito focados, os comandados do Míster ocupavam todos os espaços e dificultavam as ações ofensivas dos equatorianos.

Clique aqui e se cadastre no DAZN! Você terá acesso a todos os eventos da plataforma, grátis por 30 dias!

Aos 9, porém, Caicedo surpreendeu com um belo toque e deixou Faravelli de frente para Diego Alves. O goleiro rubro-negro salvou o gol com uma defesa com o pé no chute cruzado do meia do del Valle.

No momento de maior ímpeto do Independiente, brilhou mais uma vez a estrela de Gabigol. O artilheiro fez grande jogada pelo lado esquerdo ao cortar um adversário e se mandar em direção à área. A bola sobrou para Gerson, que dominou e chutou cruzado para o fundo da rede: 2 a 0.

A essa altura, perdendo por dois, o técnico Miguel Angel Ramírez foi para o tudo ou nada e colocou mais dois atacantes em campo, sacando um zagueiro e um lateral, além de um meia na vaga de um volante.

Mas de nada adiantou e o Flamengo seguiu muito bem na partida, até que aos 40 minutos, Cabeza fez falta em Léo Pereira e foi expulso. Com a igualdade numérica, o Flamengo voltou a dominar e teve tempo de marcar o terceiro.

Aos 43, em novo contra-ataque, Michael roubou a bola e tocou para Gabigol. O nove lançou Vitinho, que dominou, atraiu a marcação e rolou para Gerson tocar com categoria e fechar a conta do jogo. (Crédito: www.gazetaesportiva.com)

.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Football Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.futeboldaselecaobrasileira.blogspot.com.br

Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)


For God so loved the world, that he gave his only begotten Son, that whosoever believeth in him should not perish, but have everlasting life. (John, 3:16)

Flamengo Campeão da Taça Guanabara 2020

Flamengo vence Boavista, de virada, e conquista a Taça Guanabara pela 22ª vez;
Crédito: www.twitter.com/Flamengo
Final da Copa do Brasil
1 1º TEMPO 1
0 2º TEMPO 1
1 FINAL 2
Pênaltis
Boavista FICHA DO JOGO Flamengo
• Competição (Tournament): Taça Guanabara 2006 – Final – Jogo Único
• Data (Date): Sábado, 22 de Fevereiro de 2020, 18:00 hs (de Brasília)
• Estádio (Stadium): Jornalista Mário Filho Maracanã, Rio de Janeiro/RJ
• Público (Attendance): 53.818 pagantes – Renda: R$ 2.166.600,00
• Árbitro (Referee): Marcelo de Lima Henrique (RJ)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Rodrigo Figueredo Henrique Corrêa (RJ)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ)
• Árbitro de Vídeo (Video Referee): Wágner Nascimento Magalhães
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Wellington Silva 09’/1º
Erick Flores 45’/1º
Jean 38’/2º
Vítor Faísca 48’/2º
Léo Pereira 10’/1º
Gustavo Henrique 25’/2º
Gabriel Barbosa 35’/2º
Gérson 48’/2º
Gols | Goals | Goles Gols | Goals | Goles
1-0 Jean (de Falta) 04’/1º
1-1 Diego Ribas 43’/1º
2-1 Gabriel Barbosa 34’/2º
Boavista Sport Club Clube de Regatas do Flamengo
01
02
05
14
06
08
10
07
23
11
30
Klever
Wellington Silva
Douglas Pedroso
Elivelton
Jean Víctor
Fernando Bob
Erick Flores ©
Jéfferson Renan
Michel (Thiago Mosquito)
Vinicius Tartá (Faísca)
Caio Dantas
37
30
02
04
06
33
10
11
19
24
21
César
João Lucas
Gustavo Henrique
Léo Pereira
Renê
Thiago Maia (Willian Arão)
Diego Ribas © (Éverton Ribeiro)
Michael
Vitinho (Gérson)
Gabriel Barbosa
Pedro
Coach: Paulo Bonamigo 4-4-2 Coach: Jorge Jesus 4-2-2-2
03
09
12
13
15
16
18
20
21
25
29
32
Gustavo Conceição
Thiago Mosquito [41’/2º]
Gabriel (gk)
Víctor Pereira
Thiago Silva
Luis Soares
Renan Donizete
Marquinhos
Gabriel Cassimiro
Vítor Faísca [18’/2º]
Zé Ricardo
Éverton Silva
01
05
07
08
15
16
25
26
28
29
32
55
Diego Alves (gk)
Willian Arão [15’/2º]
Éverton Ribeiro [46’ht]
Gérson [27’/2º]
Vinicius Souza
Filipe Luis
Piris da Motta
Matheus Thuler
Orlando Berrío
Lincoln
Pedro Rocha
Dantas
Observações e Curiosidades
❏ Com esse resultado o Flamengo sagrou-se campeão da Taça Guanabara pela 22ª vez;
❏ Com a conquista o Flamengo garantiu presença na Final do Campeonato Carioca 2020;
❏ Esta foi a terceira vez que Flamengo e Boavista fizeram a Final da Taça Guanabara;
❏ O meio-campista Thiago Maia fez sua estréia com acamisa do Clube de Regatas do Flamengo;
❏ Gabigol geralmente joga com a camisa 9, mas usou a camisa 24 em homenagem a Bruno Henrique que não jogou a final porque se machucou na primeira final da Recopa;
❏ O Flamengo não jogou com todos os titulares por causa da final da Recopa Sul-Americana, no meio de semana contra o Independiente del Valle (do Equador);
❏ Regulamento: Quem vencer será o campeão. Em caso de empate, decisão nos pênaltis;

.:: Galeria de Imagens ::.
Jogadores do Flamengo comemoram a conquista da Taça Guanabara 2020;
Crédito: www.twitter.com/Flamengo
Flamengo 22 vezes campeão da Taça Guanabara;
Crédito: www.twitter.com/Flamengo
O Flamengo enfrentou o Boavista neste sábado de Carnaval, no Maracanã, e, de virada, venceu por 2 a 1 e conquistou a Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca.

Jean, de falta, abriu o placar para o Boavista no início do primeiro tempo. Diego empatou antes do intervalo e Gabigol fez o gol do título no segundo tempo.

Este foi o 22º título do Rubro-Negro na Taça Guanabara. Com a conquista deste sábado, o Flamengo se garante na final do Campeonato Estadual independentemente do que acontecer na Taça Rio, segundo turno.

O foco do Flamengo se volta agora para a decisão da Recopa Sul-Americana contra o Independiente del Valle. O segundo jogo da final será nesta quarta-feira, no Maracanã. Na ida, no meio de semana, empate por 2 a 2 no Equador.

O Flamengo estreia na Taça Rio, segundo turno do Carioca, no próximo sábado, diante da Cabofriense, no Maracanã. Já o Boavista enfrenta o Botafogo no domingo, no Engenhão.

O Jogo – Enfrentando uma maratona de jogos decisivos desde a semana passada e com a final da Recopa Sul-Americana no meio da semana, o Flamengo escalou uma equipe composta basicamente por reservas. O zagueiro Gustavo Henrique e o artilheiro Gabigol, que não esteve com a equipe em Quito para a partida de ida da Recopa na última quarta, foram os únicos titulares entre os onze iniciais.

A falta de entrosamento do time Rubro-Negro ficou evidente assim que a bola rolou, e as dificuldades no sistema defensivo, com Léo Pereira cometendo seguidas falhas, foram fatais diante da bem armada e experiente equipe do Boavista.

Aos 4 minutos, Jefferson Renan dominou na direita do ataque e após se livrar da marcação de Léo Pereira, sofreu falta do zagueiro. Na cobrança, o lateral-esquerdo Jean soltou um balaço no ângulo direito de César, que não conseguiu evitar o gol: Boavista 1 a 0.

O Boavista seguiu assustando e causando problemas até a metade do primeiro tempo, quando o Flamengo finalmente começou a entrar no jogo. Aos 11, nova falta cobrada por Jean que Cesar deu rebote e Caio Dantas tentou a conclusão, mas César segurou com facilidade.

Na reta final do primeiro tempo, após a parada técnica, só deu Flamengo. Aos 35, escanteio que Vitinho cobrou pelo alto, Klever tirou de soco e Michael pegou o rebote e bateu para o gol. A bola desviou na zaga e subiu. O goleiro do Boavista defendeu com a ponta dos dedos.

O gol de empate saiu aos 43. Novo escanteio e Vitinho cobrou com um passe para Diego na entrada da área. O camisa 10 arriscou de longe e bateu para o gol. A bola desviou na defesa e Klever nada pode fazer.

As duas equipes retornaram sem alterações para o segundo tempo, mas o Flamengo aumentou a intensidade do jogo em busca da virada. O Boavista, sem pressa, contava com grandes defesas do goleiro Klever, que começou a trabalhar logo aos 2 minutos. Após tabela com Gabigol, Pedro chutou forte da entrada da área e Klever fez grande defesa.

Aos 8, blitz do Fla na área do Boavista. Vitinho cruza da direita e Pedro tenta a bicicleta. A bola bate na zaga e volta para Michael, que cruza pelo alto e Vitinho cabeceia para o chão. Klever novamente aparece para salvar o Boavista e mandar para escanteio.

Jorge Jesus decidiu mexer na equipe aos 15. Os titulares Willian Arão e Everton Ribeiro entraram em campo nos lugares de Thiago Maia e Diego, respectivamente. A esta altura, o jogo virou um ataque contra defesa.

Michael, um dos melhores em campo, fez um carnaval na defesa do Boavista aos 17 e tentou o chute. Klever voou e mandou para escanteio.

O volante Gerson substituiu Vitinho aos 27, e Jorge Jesus abandonou a formação com quatro atacantes para deixar o Fla com seu esquema 4-3-3 tradicional. O jogo passou a fluir melhor e aos 35 veio o gol da virada, numa bela jogada. Everton Ribeiro recebeu de Gabigol e deu para Pedro, que tocou de calcanhar para Gabigol finalizar de canhota e marcar o segundo.

O Flamengo controlou o jogo até o final e ainda esteve próximo de ampliar aos 45. Em nova jogada envolvendo Gabigol, Everton Ribeiro e Pedro, o centroavante finalizou por cima do travessão. (Crédito: www.gazetaesportiva.com)


.:: Campanha do Campeão ::.
Data Fase Estádio Resultados
18/01 1ª Rodada Maracanã Macaé 0 x 0 C.R. Flamengo
22/01 2ª Rodada Maracanã Vasco da Gama 0 x 1 C.R. Flamengo
25/01 3ª Rodada Maracanã C.R. Flamengo 3 x 2 Volta Redonda
29/01 4ª Rodada Maracanã C.R. Flamengo 0 x 1 Fluminense
03/02 5ª Rodada Maracanã Resende 1 x 3 C.R. Flamengo
08/02 6ª Rodada Maracanã C.R. Flamengo 2 x 0 Madureira
12/02 Semifinal Maracanã Fluminense 2 x 3 C.R. Flamengo
22/02 Final Maracanã Boavista 1 x 2 C.R. Flamengo
# Campanha: 8 Jogos, 6 Vitórias, 1 Empate, 1 Derrota, 14 Gols Marcados e 7 Gols Sofridos
❏ Nas quatro primeiras rodadas o Flamengo jogou com o time sub 20;

.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Football Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.futeboldaselecaobrasileira.blogspot.com.br

Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)


For God so loved the world, that he gave his only begotten Son, that whosoever believeth in him should not perish, but have everlasting life. (John, 3:16)

Flamengo Campeão da Supercopa do Brasil

O capitão Éverton Ribeiro ergue a taça de campeão da Supercopa do Brasil;
Crédito da Image: correio.rac.com.br
© Copyright Pnlopes – All rights Reserved

Flamengo
2 1º TEMPO 0
Athlético
1 2º TEMPO 0
3 Final 0
# Extra #
© Copyright Pnlopes – All rights Reserved
• Competição (Tournament): Supercopa do Brasil 2020 – Final – Jogo Único
• Data (Date): Domingo, 16 de Fevereiro de 2020, 11:00 hs (de Brasília)
• Estádio (Stadium): Nacional Mané Garrincha, Brasília/DF (Brasil)
• Público (Attendance): 48.009 pessoas presentes – Renda: R$ 7.423.760,00
• Árbitro (Referee): Wilton Pereira Sampaio (GO/Fifa)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Fabricio Vilarinho da Silva (GO/Fifa)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Bruno Raphael Pires (GO/Fifa)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Savio Pereira Sampaio (DF)
• Árbitro de Vídeo (Video Referee): Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
• Assistente VAR1 (VAR Assistant 1): Marcio Henrique de Gois (SP)
• Assistente VAR2 (VAR Assistant 2): Leone Carvalho Rocha (GO)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Gabriel Barbosa 40’/2º
Erick 07’/2º
Nikão 16’/2º
Goals | Gols | Goles Goals | Gols | Goles
1-0 Bruno Henrique (cab) 14’/1º
2-0 Gabriel Barbosa 28’/1º
3-0 De Arrascaeta 23’/2º
Clube de Regatas do Flamengo
Clube Athlético Paranaense
01
13
03
02
16
05
08
07
14
27
09
Diego Alves
Rafinha
Rodrigo Caio
Gustavo Henrique
Filipe Luis (Renê)
Willian Arão
Gérson
Éverton Ribeiro © (Diego)
Giorgian De Arrascaeta (Michael)
Bruno Henrique
Gabriel Barbosa
01
13
33
44
06
05
26
18
11
07
10
Santos
Khellven (Canesin)
Lucas Halter
Thiago Heleno
Márcio Azevedo (Abner)
Wellington
Erick
Léo Cittadini (Bissoli)
Nikão
Rony
Marquinhos Gabriel
Coach: Jorge Jesus 4-2-3-1
Coach: Dorival Júnior 4-3-3
06
10
11
19
21
26
29
30
32
33
37
55
Renê [42’/2º]
Diego Ribas [41’/2º]
Vitinho
Michael [27’/2º]
Pedro
Mateus Thuller
Lincoln
João Lucas (gk)
Pedro Rocha
Thiago Maia
César (gk)
Dantas
03
14
16
17
21
22
27
28
55
88
96
99
Lucho González
Róbson Bambu
Abner Vinicius [46’ht]
Bissoli [19’/2º]
Adriano Correia
Léo (gk)
José Ivaldo
Vitinho
Fernando Canesin [46’ht]
Christian
Carlos Eduardo
Bento
Observações e Curiosidades
❏ Com esse resultado o Flamengo sagrou-se campeão da Supercopa do Brasil;
❏ Flamengo (RJ): Campeão do Campeonato Brasileiro de 2019;
❏ Athético (PR): Campeão da Copa do Brasil de 2019;
❏ Supercopa do Brasil: Disputado pelos Campeões da Copa do Brasil e do Brasileirão;
.:: Galeria de Imagens ::.
Crédito da Image: www.jornalvs.com.br/Alexandre-Vidal
Com uma grande atuação, o Flamengo conquistou o primeiro título da Supercopa do Brasil neste domingo, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF). Na decisão da nova taça criada pela CBF, o campeão Brasileiro fez 3 a 0 sobre o Athletico Paranaense, campeão da Copa do Brasil e levantou o caneco.

Bruno Henrique e Gabigol marcaram para o Rubro-Negro carioca na primeira etapa. Arrascaeta fechou o placar no segundo tempo.

Com o primeiro título do ano no ‘bolso’, o Flamengo vai decidir no próximo sábado o título da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. A partida será no Maracanã contra o vencedor de Boavista e Volta Redonda, que se enfrentam às 16 horas deste domingo.

O Jogo – O Flamengo iniciou a partida marcando a saída de bola do Athletico e imprimindo um jogo de alta intensidade. A equipe paranaense optou pela cautela nos primeiros minutos, se manteve fechada e tentava bolas em profundidade.

O campeão brasileiro assustou logo aos 2 minutos. William Arão tabelou com Gabigol na direita da área, recebeu de volta e tentou cruzar. A bola desviou na marcação e foi em direção ao gol, mas Santos, bem colocado, espalmou para escanteio.

A equipe de Jorge Jesus comandava as ações em campo com passes rápidos e não demorou a abrir o placar no Mané Garrincha. Aos 14, Arrascaeta dominou na entrada da área pela direita e abriu para Gabigol. O camisa nove cruzou pelo alto e Bruno Henrique se enfiou pelo meio dos zagueiros e devisou de cabeça para fazer 1 a 0.

O Flamengo não tirou o pé e ampliou aos 28, numa bobeira da defesa do Athletico. Filipe Luís avançou pela esquerda sem marcação, se aproximou da área e cruzou. A bola ficou fácil para a defesa e o lateral-esquerdo Márcio Azevedo tentou atrasar para o goleiro com um toque de peito. Oportunista, Gabigol interceptou o lance e bateu para o gol.

Com 2 a 0, o Flamengo tirou um pouco o pé do acelerador e o Athletico começou a aparecer no ataque, explorando a linha alta da defesa carioca.

Aos 33, os paranaenses chegaram com perigo pela primeira vez. Rony é derrubado na entrada da área e a falta foi marcada. Marquinhos Gabriel cobrou por cobertura e mandou por cima do gol de Diego Alves, mas a bola passou perto.

O Athletico chegou novamente aos 40. Chutão da defesa e Marquinhos Gabriel recebe próximo da área pela esquerda. Marcado por Rodrigo Caio e Gustavo Henrique, ele consegue penetrar e bate cruzado. Diego Alves salva o Flamengo e cede o escanteio.

Dois minutos depois, Rony é lançado na esquerda. Marcado por Rafinha, o atacante cortou para trás e cruzou rasteiro na pequena área. Erick aparece no meio da zaga e desvia, mas pega mal e a bola vai para fora. Foi a melhor chance do Athletico no primeiro tempo.

O técnico Dorival Júnior decidiu mexer na equipe no intervalo e o Atlhetico retornou para o segundo tempo com duas alterações. O jovem Abner Vinícius substituiu Márcio Azevedo na lateral-esquerda e o meia Fernando Canesin entrou no lugar de Khellven na lateral-direita.

Escaldado pela reação do Fluminense no clássico da última quarta-feira pelo Campeonato Carioca, e temendo o desgaste físico, o Flamengo voltou para a etapa final com um novo ajuste. A intensidade na marcação da saída de bola do adversário deu lugar à uma postura mais recuada. Sem abrir mão do controle do jogo, a luta pela bola se deslocou para o meio de campo.

A recuperação da bola e o contra-ataque em velocidade passaram a ser o caminho para o gol. Aos 15, quase o terceiro esteve perto. Gabigol puxou o contra-ataque pela direita desde antes da linha média e, na intermediária, enfiou para Bruno Henrique na área. O camisa 27 entrou por trás da defesa, ficou cara a cara com Santos e tentou tirar do goleiro, mas o camisa 1 do Furacão conseguiu tocar na bola e evitou o gol.

Aos 23, entretanto, não houve jeito de evitar. Após um bate rebate próximo da linha média pela esquerda, Arão lançou Bruno Henrique, que disparou em direção à área, penetrou e tentou o toque para Gabigol do outro lado. Santos interceptou o passe mas largou para o meio. Arrascaeta aproveitou a sobra e bateu de primeira para o fundo da rede.

Com três de vantagem, Jorge Jesus fez alterações na equipe. Michael foi o primeiro a entrar na vaga de Arrascaeta, aos 27.

O Athletico conseguia chegar esporadicamente. Aos 29, levou perigo numa jogada de Nikão pela esquerda da área. Ele foi à linha de fundo e cruzou. Bissoli tentou de letra, a bola bateu em Rodrigo Caio e retornou para ele, que encheu o pé e a bola acertou o travessão.

Aos 39, Bissoli arriscou da entrada da área e bateu forte. Diego Alves se esticou e defendeu. (Crédito: www.gazetaesportiva.com)


.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Football Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.futeboldaselecaobrasileira.blogspot.com.br

Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)


For God so loved the world, that he gave his only begotten Son, that whosoever believeth in him should not perish, but have everlasting life. (John, 3:16)

Flamengo Campeão da Copa Libertadores 2019

Jogadores do Flamengo erguem a taça de campeão da Libertadores de 2019;
Crédito: www.ocp.news
© Copyright Pnlopes – All rights Reserved

Flamengo
0 1º TEMPO 1
River Plate
2 2º TEMPO 0
2 90′ Minutos 1
Extra
© Copyright Pnlopes – All rights Reserved
• Competição (Tournament): Copa Libertadores da América 2019 – Final – Jogo Único
• Data (Date): Sábado, 14 de Novembro de 2007, 17:00 hs (de Brasilia)
• Estádio (Stadium): Monumental, Lima (Peru)
• Público (Attendance): Sem REgistro (none)
• Árbitro (Referee): Roberto Andrés Tobar Vargas (Chile)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Christian Schiemann (Chile)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Claudio Ríos (Chile)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Andrés Rojas (Colômbia / Colombia)
• Árbitro de Vídeo (Video Referee): Esteban Ostojich (Uruguai / Uruguay)
• Assistente de Vídeo 1 (Video Assistant 1): Piero Maza (Chile)
• Assistente de Vídeo 2 (Video Assistant 2): Alexander Guzmán (Colômbia / Colombia)
• Assistente de Vídeo 3 (Video Assistant 3): Victor Carrillo (Peru)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Pablo Marí 08’/2º
Rafinha 33’/2º
Gabriel Barbosa 46’/2º
Gabriel Barbosa 49’/2º
Milton Casco 28’/1º
Matías Suárez 45’/1º
Enzo Pérez 24’/2º
Exequiel Palacios 49’/2º
Goals | Gols | Goles Goals | Gols | Goles
1-1 Gabriel Barbosa 43’/2º
2-1 Gabriel Barbosa 46’/2º
1-0 Rafael Borré 13’/1º
Clube de Regatas do Flamengo
Clube Atletico River Plate
01
18
03
24
21
05
15
07
14
27
09
Diego Alves
Rafinha
Rodrigo Caio
Pablo Marí
Filipe Luís
Willian Arão (Vitinho)
Gérson (Diego Ribas)
Éverton Ribeiro ©
Giorgian De Arrascaeta (Motta)
Bruno Henrique
Gabriel Barbosa [Expulso]
01
29
28
22
20
24
26
15
11
19
07
Franco Armani
Gonzalo Montiel
Lucas Martínez
Javier Pinola ©
Milton Casco (Díaz)
Enzo Pérez
Ignacio Fernández (Álvarez)
Exequiel Palacios [Expulso]
Nicolás De La Cruz
Rafael Santos Borré (Pratto)
Matías Suárez
Jorge Jesus 4-2-3-1
Marcelo Gallardo 4-3-1-2
02
04
06
10
11
12
13
19
20
25
26
28
Rodinei
Rhodolfo
Renê
Diego Ribas [64′ min]
Vitinho [84′ min]
César (gk)
Vinícius
Reinier
Lincoln
Piris Da Motta [90’+1 min]
Matheus Thuler
Orlando Berrío
02
04
05
06
09
10
14
21
23
25
27
30
Robert Rojas
Fabrizio Angileri
Bruno Zuculini
Paulo Díaz [75′ min]
Julián Álvarez [67′ min]
Juan Fernando Quintero
Germán Lux (gk)
Cristian Ferreira
Leonardo Ponzio
Enrique Bologna (gk)
Lucas Pratto [73′ min]
Ignacio Scocco
Observações e Curiosidades
❏ Com esse resultado o Flamengo sagrou-se campeão da LIbertadores pela 2ª vez;
❏ Com a conquista o Flamengo garantiu vaga no Mundial de Clubes da FIFA de 2019 e 2021;
❏ Com a conquista o Flamengo irá disputar a Recopa Sul-Americana ano que vem;
❏ Bruno Henrque foi eleito o melhor Jogador da Libertadores e ganhou um anel de brilhantes;
❏ Melhor Jogador da Final (Man of the Match): Gabriel, atacante, do Flamengo;
❏ Gabriel Barbosa foi o artilheiro da Libertadores com 9 gols marcados em 12 jogos;
❏ Desde sua criação, esta foi a primeira vez que a Libertadores foi decidida em jogo único;
❏ Galeria de Imagens: www.gettyimages.com.br

.:: Galeria de Imagens ::.
Clube de Regatas do Flamengo Bicampeão da Libertadores 1981/2019;
Em Pé: Diego Alves, Pablo Marí, Filipe Luis, Willian Arão e Rodrigo Caio;
Agachados: Gabriel, Rafinha, Éverton Ribeiro, Arrascaeta, Gérson e Bruno Henrique;
Crédito: www1.folha.uol.com.br
Gabigol marca o gol do título da Libertadores, aos 46 minutos do segundo tempo;
Crédito: www.tribunadonorte.com.br
Crédito: www.gettyimages.pt/Marcos-Brindicci/Jam-Media

.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Football Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.futeboldaselecaobrasileira.blogspot.com.br

Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)


For God so loved the world, that he gave his only begotten Son, that whosoever believeth in him should not perish, but have everlasting life. (John, 3:16)

Cuiabá Campeão da Copa Verde 2019

Cuiabá vence Paysandu, nas penalidades, e conquista o bicampeonato da Copa Verde;
Crédito: www.twitter.com/CuiabaEC
© Copyright Pnlopes – All rights Reserved

Paysandu
0 1º TEMPO 0
Cuiabá
0 2º TEMPO 1
0 90′ Minutos 1
4 Pênaltis 5
© Copyright Pnlopes – All rights Reserved
• Competição (Tournament): Copa Verde 2019 – Final – 2º Jogo
• Data (Date): Quarta-Feira, 20 de Novembro de 2007, 20:00 hs (de Brasilia)
• Estádio (Stadium): Mangueirão, Belém/PA (Brasil / Brazil)
• Público (Attendance): 28.145 expectadores
• Árbitro (Referee): Sávio Pereira Sampaio (DF)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Christiano Gayo Nascimento (DF)
• Quinto Árbitro (Fifth Official): Luciano Benevides de Sousa (DF)
• Árbitro de Vídeo (Video Referee): Winto Pereira Sampaio (GO)
• Assistente de Vídeo 1 (Video Assistant 1): Dyorgines José Padovani de Andrade (ES)
• Assistente de Vídeo 2 (Video Assistant 2): Fabiano da Silva Ramires (ES)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Caíque Oliveira 36’/1º
Tomas Bastos 03/2º
Giovanni 31’/2º
Moisés 15’/1º
Paulinho 15’/2º
Jonas 19’/2º
Ânderson Conceição 22’/2º
Djavan 37’/2º
Tsunami 49’/2º
Goals | Gols | Goles Goals | Gols | Goles
1-0 Paulinho 49’/2º
Pênaltis | Penalties | Penales Pênaltis | Penalties | Penales
Leandro Lima 1 – 0
Thiago Primão 2 – 1
Tony 3 – 2
Micael 4 – 3
Caique Oliveira (Perdeu) x – x
Nicolas (Perdeu) x – x
Ednei (Perdeu) x – x
Agustín Gutiérrez 1 x 1
Damián Escudero 2 – 2
Alex Juan 3 – 3
Paulinho 4 – 4
Felipe Marques 5 – 4
Paysandu Sport Club
Cuiabá Esporte Clube
01
02
34
26
05
25
29
08
30
28
11
Giovanni
Tony
Micael
Perema
Bruno Collaço
Wellington Reis (Thiago Primão)
Caíque Oliveira
Tomas Bastos (Leandro Lima)
Eliélton (Hygor Silva)
Vinicius Leite
Nicolas
01
02
03
04
06
05
08
07
10
11
09
Victor Souza
Jonas
Ednei
Ânderson Conceição
Paulinho
Moisés (Alex Ruan)
Djavan
Toty (Gutierrez)
Alê (Escudero)
Felipe Marques
Jefinho
Hélio dos Anjos 4-4-2
Marcelo Chamusca 4-4-2
04
10
12
13
18
20
22
23
36
37
39
40
Victor Oliveira
Leandro Lima [63′ min]
Afonso (gk)
Bruno Oliveira
Hygor Silva [72′ min]
Bruce
Yure
Paulo Ricardo (gk)
Diego Matos
Asleti
Thiago Primão [86′ min]
Tiago Luis
12
13
14
15
16
17
18
19
Matheus (gk)
Alex Ruan [72′ min]
Tsunami
Jonata Escobar
Damián Escudero [46′ ht]
Agustín Gutiérrez [64′ min]
Marino
Josiel
Observações e Curiosidades
❏ Nos 90 minutos terminou o Cuiabá venceu por 1 x 0. Como o Paysandu havia vencido o primeiro jogo pelo mesmo placar o jogo foi para os pênaltis e o Cuiabá venceu por 5×4;
❏ Com esse resultado o Cuiabá sagrou-se campeão da competição pela 2ª vez;
❏ Com a conquista o Cuiabá garantiu vaga nas Oitavas de Final da Copa do Brasil de 2020;

.:: Galeria de Imagens ::.
Crédito: www.twitter.com/CuiabaEC
Crédito: www.twitter.com/CuiabaEC

.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Football Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.futeboldaselecaobrasileira.blogspot.com.br

Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)


For God so loved the world, that he gave his only begotten Son, that whosoever believeth in him should not perish, but have everlasting life. (John, 3:16)

Brasil Campeão da Copa do Mundo Sub 17 de 2019

Brasil vence México, de virada, e conquista a copa do mundo pela quarta vez;
Crédito da Imagem: www.gettyimages.com.br/FIFA
© Copyright Pnlopes – All rights Reserved

México
0 1º TEMPO 0
Brasil
1 2º TEMPO 2
1 90′ Minutos 2
Pênaltis
© Copyright Pnlopes – All rights Reserved
• Competição (Tournament): Copa do Mundo Sub 17 2019 – Final
• Data (Date): Domingo, 17 de Novembro de 2019 – 19:00 hs (de Brasília)
• Estádio (Stadium): Walmir Campelo Bezerra – Bezerrão
• Local (Venue): Gama, Brasilia (Brasil / Brazil)
• Público (Attendance): 13.843 expaectadores
• Árbitro (Referee): Amdris Treymanis (Letônia / Lativia)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Haralds Gugermanis (Letônia / Lativia)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Aleksejs Spasjonnikovs (Letônia / Lativia)
• Quarto Árbitro (Fouth Official): Christopher Beath (Australia)
• Assistente Reserva (Reserve Assistant): Anton Shchetinin (Australia)
• Árbitro de Vídeo (Video Referee): Marco Di Bello (Itália / Italy)
• Assistente de Vídeo (Video Assistant): Dennis Higler (Holanda / Netherlands)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Ali Ávila 28’/2º
Alejandro Gomes 50’/2º
Joel Gómez 51’/2º
Daniel Cabral 17’/2º
Goals | Gols | Goles Goals | Gols | Goles
1-0 Bryan González (Cabeça) 20’/2º
1-1 Kaio Jorge (Pênalti) 38’/2º
2-1 Lázaro 47’/2º
Mexico
Brasil – Brazil
01
02
03
04
05
08
06
10
18
11
09
Eduardo García
Emilio Lara
Víctor Guzmán
Alejandro Gómez
Rafael Martínez
Josué Martínez
Eugenio Pizzuto ©
Israel Luna (El-Mesmari)
Efraín Álvarez (Ávila)
Bryan González
Santiago Muñoz (Gómez)
01
02
03
04
06
05
17
19
07
10
09
Matheus Donelli
Yan Couto (Gustavo Garcia)
Henri ©
Luan Patrick
Patryck
Daniel Cabral
Diego Rosa
Pedro Lucas (Matheus Araíjo)
Gabriel Veron
João Peglow (Lázaro)
Kaio Jorge
Marco Antonio Ruiz 4-2-3-1
Guilherme Dalla Dea 4-2-3-1
07
12
13
14
15
16
17
19
20
21
Gustavo Armas
Arturo Delgado (gk)
José Ruíz
Gabriel Martínez
Abraham Flores
Joel Gómez [75′]
Luis Puente
Ali Ávila [73′]
Bruce El-Mesmari [90′]
Gerardo Magaña (gk)
08
11
12
13
14
15
16
18
20
21
Talles Costa
Talles Magno [Ausente/Lesionado]
Marcelo Pitaluga (gk)
Gustavo Garcia [90’+3]
Gabriel Noga
Renan
Sandry
Matheus Araújo [55′]
Lázaro [70′]
Cristian (gk)
Observações e Curiosidades
❏ Com esse resultado o Brasil sagrou-se campeão mundial pela 4ª vez;
❏ Esta foi a sexta final da seleção brasileira com quatro título e dois vices;
❏ Esta foi a terceira final do México com dois títulos e um vice;
❏ Esta foi a 2ª vez que Brasil e México fizeram uma final do sub 17 (2005);
❏ Página da FIFA: www.fifa.com/u17worldcup/matches
❏ Galeria de Imagens: www.gettyimages.com.br

.:: Galeria de Imagens ::.
Pela Ordem: Eugenio Pizzuto (México), Gabriel Veron (Brasil) e Adil Aouchiche (França);

Crédito da Imagem: www.gettyimages.com.br/Pedro-Vilela/FIFA

Pela Ordem: Nathanaël Mbuku (França), Sontje Hansen (Holanda) e Kaio Jorge (Brasil);

Crédito da Imagem: www.gettyimages.com.br/Buda-Mendes/FIFA

O goleiro brasileiro Matheus Donelli foi eleito o Melhor Goleiro da competição;

Crédito da Imagem: www.gettyimages.com.br/Buda-Mendes/FIFA


.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Football Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.futeboldaselecaobrasileira.blogspot.com.br

Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)


For God so loved the world, that he gave his only begotten Son, that whosoever believeth in him should not perish, but have everlasting life. (John, 3:16)

Independiente Del Valle Campeão da Copa Sul-Americana de 2019

Jogadores do Del Valle erguem a taça de campeão da Copa Sul-Americana 2019;
Crédito: www.gettyimages.pt/Juan-Mabromata/AFP
© Copyright Pnlopes – All rights Reserved

Independiente
2 1º TEMPO 0
Colón
1 2º TEMPO 1
3 90′ Minutos 1
Extra
© Copyright Pnlopes – All rights Reserved
• Competição (Tournament): Copa Sul-Americana 2019 – Final – Jogo Único
• Data (Date): Sábado, 9 de Novembro de 2007, 17:30 hs (de Brasilia) 18:30 local
• Estádio (Stadium): General Pablo Rojas, Assunção (Paraguai / Paraguay)
• Público (Attendance): Sem Registro
• Árbitro (Referee): Raphael Klaus (Brasil / Brazil)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Émerson de Carvalho (Brasil / Brazil)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Bruno Pires (Brasil / Brazil)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Alexis Herrera (Venezuela)
• Árbitro de Vídeo (Video Referee): Daniel Fedorczuk (Uruguai / Uruguay)
• Assistente de Vídeo 1 (Video Assistant 1): Victor Carrillo (Peru)
• Assistente de Vídeo 2 (Video Assistant 2): Danilo Manis (Brasil / Brazil)
• Assistente de Vídeo 3 (Video Assistant 3): Nicolás Tarán (Uruguai / Uruguay)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Anthony Landázuri 03/2º
Cristian Dájome 34’/2º
Goals | Gols | Goles Goals | Gols | Goles
1-0 Luis Fernando León 23’/1º
2-0 Jhon Sánchez 40’/1º
3-0 Cristian Dájome 49’/2º
1-2 Emanuel Olivera 42’/2º
CSD Independiente Del Valle
Club Atlético Colón
14
04
27
05
02
16
11
21
10
15
08
Jorge Pinos
Anthony Landázuri
Fernando León
Richard Schunke
Luis Segovia
Cristian Pellerano
Cristian Dájome
Alan Franco
Efrén Mera © (Garcés)
Jhon Jairo Sánchez (Cabeza)
Gabriel Torres (Corozo)
01
19
24
06
13
23
21
08
28
10
27
Leonardo Burián
Alex Vigo (Ortega)
Guillermo Ortiz
Emanuel Olivera
Gonzalo Escobar (Esparza)
Christian Bernardi (Chancalay)
Federico Lértora
Fernando Zuqui
Marcelo Estigarribia
Luis Miguel Rodríguez ©
Wilson Morelo
Miguel Ángel Ramírez 4-3-3
Pablo Lavallén 4-4-2
06
07
09
13
17
18
20
23
24
Bryan Rivera
Washington Corozo [84′]
Alejandro Cabeza [73′]
Hamilton Piedra (gk)
Ángelo Preciado
Leonardo Realpe
Juan Govea
Dani Nieto
Roberto Garcés [78]
02
03
05
07
12
14
15
16
17
25
29
30
Lucas Acevedo
Gastón Díaz
Matías Fritzler
Nicolás Leguizamón
Tomás Chancalay [75′]
Santiago Pierotti
Damián Schmidt
Franco Quiroz
Ignacio Chicco (gk)
Brian Farioli
Jorge Ortega [64′]
Gabriel Esparza [68′]
Observações e Curiosidades
❏ Com esse resultado o Independiente Del valle sagrou-se campeão da copetição pela 1ª vez;
❏ Com a conquista o Independiente garantiu vaga na Libertadores e Recopa de 2020;
❏ No primeiro tempo o jogo ficou paralizado por 1 hora, devido as fortes chuvas;
❏ Esta foi a primeira vez que a Copa Sul-Americana foi decidida em um jogo único;
❏ Galeria de Imagens: www.gettyimages.pt/copa-sul-americana-final

.:: Galeria de Imagens ::.
Crédito: www.gettyimages.pt/Marcelo-Hernandez
Crédito: www.gettyimages.pt/Marcelo-Hernandez
Crédito: www.gettyimages.pt/Marcelo-Hernandez
Crédito: twitter.com/@Sudamericana

.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Football Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.futeboldaselecaobrasileira.blogspot.com.br

Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)


For God so loved the world, that he gave his only begotten Son, that whosoever believeth in him should not perish, but have everlasting life. (John, 3:16)

%d blogueiros gostam disto: