Copa Libertadores: Flamengo 2 x 2 River Plate

Com estádio sem público Flamengo estréia com empate na Libertadores;
Crédito: www.gettyimages.com/Nelson-Almeida
Ficha Técnica – Ceará Sporting Club
Escudo Flamengo 2 x 2 River Plate
Fase de Grupos da Copa Libertadores da América 2018
Escudo
Ficha Técnica do Site







Competição (Tournament): Copa Libertadores da América 2018 – Grupo D – 1ª Rodada
Data (Date): Quarta-Feira, 28 de Fevereiro de 2018, 21:45 (de Brasília)
Estádio (Stadium): Nilton Santos “Engenhão”, Rio de Janeiro/RJ (BRA)
Público (Attendance): Jogo com Portões Fechados
Árbitro Principal (Referee): Michael Espinoza (Peru)
Assistente 1 (Assistant Referee 1): Johnny Bossio Moncada (Peru)
Assistente 2 (Assistant Referee 2): Coty Carrera (Peru)
Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Joel Alarcón (Peru)
Advertências | Cautions | Sent Off | Amonestaciones
53′ Diego 90’+2 Jonathan Maidana
65′ Henrique Dourado 53′ Lucas Martínez
75′ Éverton 66′ Bruno Zuculini
90’+2 Réver
Gols | Goals | Goles
1-0 Henrique Dourado, 8’/2º (Pênalti) 1-1 Rodrigo Mora, 9’/2º (Cabeça)
2-1 Éverton, 20’/2º 2-2 Camilo Mayada, 42’/2º
Clube de Regatas do Flamengo Club Atletico River Plate
Gk
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
Mc
At
01 Diego Alves
21 Pará (Rodinei, 62′)
15 Réver
04 Juan Silveira
06 Renê
14 Jonas (Rômulo, 74′)
11 Lucas Paquetá
10 Diego Ribas
07 Everton Ribeiro
22 Éverton (Willian Arão, 83′)
19 Henrique Dourado
Gk
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
01 Franco Armani
29 Gonzalo Montiel
02 Jonathan Maidana
28 Lucas Martínez
03 Marcelo Saracchi
23 Leonardo Ponzio
05 Bruno Zuculini (Mayada, 68′)
24 Enzo Pérez (Scocco, 78′)
11 Nicolás De La Cruz (Quinteros, 72′)
07 Rodrigo Mora
27 Lucas Pratto
Coach: Paulo César Carpegiani Coach: Marcelo Gallardo
02
03
05
12
20
25
27
Rodinei, aos 16’/2º
Rhodolfo
Willian Arão, aos 38’/2º
Júlio César (gk)
Vinicius Júnior
Felipe Vizeu
Rômulo, aos 29’/2º
08
14
15
17
18
22
30
Juan Quinteros, aos 27’/2º
Germán Lux (gk)
Exequiel Palacios
Carlos Auzqui
Camilo Mayada, aos 23’/2º
Javier Pinola
Ignacio Scocco, aos 33’/2º
Tempo Normal Prorrogação Penalidades
1º Tempo 2º Tempo Final 1º Tempo 2º Tempo Final Normal Altnds Final
0 x 0 2 x 2 2 x 2

.:: Galeria de Imagens ::.
As duas equipes entram no gramado do Nilton Santos completamente vazio;
Crédito: www.gettyimages.com/Buda-Mendes
Em pé: Diego Alves, Renê, Jonas, Jua, e Réver (capitão);
Agachados: Éverton, Éverton Ribeiro, Paquetá, Diego, Pará e Henrique Douradao;
Crédito: www.gettyimages.com/Carls-de-Souza/AFP
Clube Atlético River Plate 20º colocado no campeonato argentinao 2018;
Crédito: www.gettyimages.com/Carls-de-Souza/AFP

.:: Crônica do Jogo ::.
Flamengo e River Plate empataram por 2 a 2 na estreia das duas equipes na Copa Libertadores da América. Sem a presença da torcida no Engenhão, em função de punição da Conmebol, o time rubro-negro chegou a estar na frente do placar duas vezes, mas os argentinos conseguiram reagir para estabelecer a igualdade. As duas equipes somaram um ponto cada no grupo 4, que conta ainda com Emelec, do Equador, e Independiente Santa Fe, da Colômbia.

O jogo foi disputado na noite desta quarta-feira, com o Engenhão de portões fechados porque o Flamengo foi punido pela Conmebol pelos incidentes registrados na final da última Copa Sul-Americana. Os gols do time brasileiro foram marcados por Henrique Dourado, de pênalti, e Everton, descontando Mora e Mayada para a equipe portenha.

Na próxima rodada, o Flamengo enfrentará o Emelec, em Quito. Já o River Plate receberá o Santa Fe, em Buenos Aires.

O jogo – A partida começou muito truncada, com as duas equipes cometendo faltas no meio-campo. E o River Plate foi o primeiro a chegar com perigo, logo aos quatro minutos. Rodrigo Mora fez ótimo lançamento para Montiel, que entrou livre na área e bateu para fora.

O Flamengo só deu a resposta aos 11 minutos, quando Everton fez ótimo lançamento e Lucas Paquetá chutou errado, desperdiçando uma grande oportunidade para a equipe da casa.

Aos 17 minutos, Everton fez outra boa jogada pela esquerda e cruzou para Henrique Dourado, dentro da área, mas o Ceifador cabeceou para fora.

O time rubro-negro tentava impor seu ritmo, mas encontrava um adversário bem postado. O River prendia bem a bola e dificultava as ambições da equipe carioca. Só aos 25 minutos que a equipe brasileira voltou a incomodar, quando Henrique Dourado recebeu de costas para o gol, girou e chutou para uma defesa difícil de Armani.

A jogada do Ceifador animou a equipe rubro-negra, que passou a controlar as ações. O River assumiu uma postura mais defensiva, e Lucas Pratto, isolado na frente, quase não participava do jogo.

A partir dos 30 minutos, o ritmo da partida caiu novamente. O River não mostrava vontade ofensiva, e o time dirigido por Carpegiani não conseguia romper o sistema defensivo armado pelo colega Marcelo Gallardo.

Aos 39 minutos, após cruzamento na área, Réver cabeceou e a bola bateu no braço de Zuculini. Os jogadores rubro-negros pediram a marcação de pênalti, mas não foram atendidos pela arbitragem. O árbitro não gostou das constantes reclamações dos integrantes da comissão técnica do Flamengo e expulsou o auxiliar Rodrigo Carpegiani, filho do treinador.

Aos 45 minutos, Rodrigo Mora chutou forte e Diego Alves fez ótima defesa, espalmando para escanteio.

O segundo tempo começou com Lucas Paquetá e Everton trocando de posição nas laterais do campo, mas foi o River que apareceu pela primeira vez, com um chute torto de Lucas Pratto.

Aos seis minutos, Ponzio derrubou Diego na área e o árbitro marcou pênalti. Dois minutos depois, Henrique Dourado bateu com categoria para colocar o Flamengo na frente.

O time rubro-negro nem teve tempo de curtir a vantagem. Dois minutos se passaram, e o River empatou com Rodrigo Mora, de cabeça, após cobrança de falta. Os jogadores da equipe carioca reclamaram da posição de Mora, mas o árbitro confirmou o gol.

Aos 17 minutos, foi a vez de o time argentino pedir a marcação de pênalti. De La Cruz chutou, Diego Alves deu rebote, e Enzo Peres foi bloqueado por Jonas na hora de concluir.

Carpegiani trocou o lateral Pará por Rodinei em uma tentativa de forçar o jogo pela lateral, e, aos 21 minutos, a equipe brasileira desempatou. Lançado por Lucas Paquetá, Everton bateu no canto direito, sem chances para Armani.
Aos 24, o Flamengo quase ampliou. Everton Ribeiro chutou forte, e o goleiro desviou com o pé, evitando o terceiro gol.

No Flamengo, para reforçar a marcação, Carpegiani colocou o volante Rômulo no lugar de Jonas, que parecia muito desgastado. Aos 34 minutos, Diego fez bom lançamento para Lucas Paquetá, que chutou prensado e mandou para fora.

O River ameaçou aos 36, com um chute forte de Ponzio que Réver desviou, de cabeça, para escanteio. Na cobrança, Scocco cabeceou, e a bola bateu no braço de Réver. O árbitro não marcou o pênalti exigido pelos jogadores argentinos.

A pressão argentina deu resultado. Aos 41 minutos, Mayada marcou o gol do empate, com um chute de longa distância que não foi defendido por Diego Alves.

Nos minutos finais, o Flamengo pressionou, mas o River soube se defender bem e garantir o empate. (Fonte: Gazeta Esportiva)


.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Football Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com


Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)


For God so loved the world, that he gave his only begotten Son, that whosoever believeth in him should not perish, but have everlasting life. (John, 3:16)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: