26 de Junho de 1959 – Atletico Madrid 4 x 6 Botafogo

Garrincha, Vavá, com a camisa do A|tlético de Madrid, e Didi no amistoso em Madri;
Crédito: www.escrevendofutebol.com.br
Ficha Tecnica
Atl. Madrid 4 x 6 Botafogo
Amistoso Internacional
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): Amistoso
• Data (Date): 26 de Junho de 1959
• Estádio (Stadium): Metropolitano de Madrid, Madrid (Espanha / Spain)
• Público (Attendance): cerca de 25.000 expectadores
• Árbitro (Referee): Caballero (Espanha / Spain)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Sem Registro (No Registry)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Sem Registro (No Registry)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Sem Registro (No Registry) Sem Registro (No Registry)
Gols | Goals | Goles Gols | Goals | Goles
Vavá Didi (2)
Hollaus Rossi (2)
Puzkas (2) Quarentinha
Zagallo
Clube Atletico de Madrid Botafogo de Futebol e Regatas
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
Manuel Pazos (Medinabeltia)
Álvaro “Alvarito” Rodríguez
Sutter (Martin)
Feliciano Muñoz Rivilla
Isacio Calleja García
Esteban Villaverde
Miguel González
Vavá
Hollaus
Ferenc Puskas
José Rivés Flores (Agustín)
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
At
At
At
At
Ernâni (Adalberto)
Cacá
Thomé (Cetale)
Nílton Santos
Chicão
Ronald (Tião Macalé)
Didi
Garrincha
Quarentinha
Rossi
Zagallo (Neyvaldo)
Coach: Sem Registro Coach: João Saldanha
Go
2
At
Edgardo Madinabeytia
Martin
Agustín Sánchez
1
2
3
4
Adalberto
Cetale
Tião Macalé
Neyvaldo
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
4 x 6
# Botafogo: Camisa listrada em Preto-Branco, Calção Preto e Meias Pretas;
# Atletico Madrid: Camisa listrada em Vermelho-Branco, Calção Azul e Meias Brancas;


No dia 24 de junho de 1959, o Botafogo foi recebido pelo Atlético de Madrid, no Estádio Metropolitano, na capital espanhola, para a disputa de um amistoso. Cerca de 25 mil pessoas puderam ver um espetáculo de 10 gols.

O time da Estrela Solitária venceu pelo placar de 6 a 4. Didi e Rossi marcaram dois gols cada, enquanto Zagallo e Quarentinha balançaram as redes uma vez. Pelo lado colchonero, Vavá e Hollaus marcaram um cada, e os outros dois gols, foram feitos pelo ídolo madridista Ferenc Puskás, cedido pelo maior rival para esta partida. A gentileza foi motivada pela ausência de Peiró e Collar, convocados para a seleção espanhola.
Segundo o jornal Mundo Deportivo, o brasileiro Vavá e o húngaro Puskás tiveram grande entrosamento, e que o último, teve atuação acima da média, mesmo vestindo o manto dos arquirrivais. Na única foto que encontrei deste confronto, Garrincha, Vavá e Didi, campeões mundiais em 1958 pela Seleção Brasileira, aparecem lado a lado.


.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: