Cruzeiro 2 x 1 Atlético-MG

Tudo Azul no Clássico Mineiro.

Ø Ramires [8] comemora o gol marcado no clássico juntamente com Soares [9] e Thiago Heleno [4].
Ø Fonte: http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Cruzeiro/

Ø 15/02/2009 – Cruzeiro 2 x 1 Atlético-MG
● Competição: Campeonato Estadual de 2009 – 1ª Fase – 5ª Rodada
● Estádio: Mineirão (belo Horizonte-MG)
● Data/hora: Domingo, 15/02/09 – 16:00 h (Horário de Brasília)
● Árbitro: Alício Pena Junior
● Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago e Celso Luiz da Silva. (SP)
● Cartões amarelos: Gérson Magrão, Andrei, Soares, Jancarlos, Thiago Ribeiro e Fábio (Cruzeiro); Júnior, Welton Felipe e Leandro Almeida (Atlético)
● Expúlsão: Túlio e André Santos (Corinthians); Wagner Diniz (São Paulo)
● Gols: (1-0) Ramires, 18/1º, Soares, 43/1º e Diego Tardelli, 31/2º.
CRUZEIRO ATLÉTICO MINEIRO
● [] Fábio;
● [] Jancarlos (Jonathan),
● [] Leo Fortunato,
● [] Thiago Heleno e
● [] Fernandinho;
● [] Henrique,
● [] Marquinhos Paraná,
● [] Ramires e
● [] Gérson Magrão (Wagner);
● [] Thiago Ribeiro e
● [] Soares (Wellington Paulista).
● [] Juninho;
● [] Marcos Rocha (Werley),
● [] Welton Felipe,
● [] Leandro Almeida e
● [] Júnior;
● [] Renan (Thiago Feltri),
● [] Carlos Alberto,
● [] Márcio Araújo e
● [] Yuri (Marcos);
● [] Diego Tardelli e
● [] Éder Luís.
ADILSON BATISTA ÉMERSON LEÃO

LANCEPRESS!

A escrita se manteve e o Cruzeiro venceu o Atlético-MG por 2 a 1, neste domingo, no Mineirão, pela quinta rodada do Campeonato Mineiro. Com a vitória, a Raposa chegou a dez partidas de invencibilidade sobre o maior rival, além de ter consolidado de vez a primeira posição na tabela do Estadual, com 15 pontos. Já o Galo termina a rodada na sexta colocação. Ramires e Soares fizeram os gols celestes e Diego Tardelli descontou para o Alvinegro.

O primeiro tempo começou equilibrado no Gigante da Pampulha. Ambas as equipes procuravam o jogo e buscavam imprimir um ritmo forte e veloz. A Raposa, que entrou em campo com quatro reservas, atacava muito pela direita, com Jancarlos e Thiago Ribeiro, este se movimentando muito em campo. Já o Galo começou buscando o gol em enfiadas de bola em velocidade para Éder Luís, Marcos Rocha e Diego Tardelli.

O primeiro lance de perigo na partida gerou polêmica. Carlos Alberto recebeu lançamento e foi derrubado por Léo Fortunato na área. O juiz não marcou nada, para a fúria dos atleticanos.

A resposta da Raposa veio rápido. Aos sete minutos, Ramires recebeu cruzamento de Thiago Ribeiro e chutou na trave.

O jogo continuou equilibrado, até que um atleticano deu um presente para o Cruzeiro. Diego Tardelli perdeu bola na defesa para Jancarlos, que chegou à linha de fundo com tranquilidade, olhou para a área e cruzou para Ramires, que testou para a rede: 1 a 0 Raposa.

O gol fez com o que Galo partisse para cima e tentasse a qualquer custo o gol do empate. Aos 22, o jovem meia Yuri quase igualou o clássico. Marcos Rocha cruzou e o meia, livre, chutou rente à trave direita de Fábio.

O Atlético-MG ainda teve mais quatro chances de empatar a partida. No entanto, a falta de pontaria dos homens de frente do Galo levou a torcida alvinegra à loucura. A única chance criada que quase se transformou em gol aconteceu aos 31 minutos. O zagueiro Leandro Almeida deu uma de atacante e chutou de virada, dentro da área celeste. A bola explodiu na trave e a zaga afastou.

O Cruzeiro começou a explorar os contra-ataques, e foi em um deles que a Raposa conseguiu a expulsão do zagueiro Welton Felipe, aos 37 da primeira etapa, após receber o segundo cartão amarelo. Com um jogador a mais em campo, a equipe comandada por Adilson Batista passou a dominar o jogo. Emerson Leão tirou o meia Yuri e colocou Marcos, para recompor a defesa.

Apesar de ter um zagueiro a mais, o Galo ainda sofreu mais um gol na primeira etapa. Soares recebeu ótimo passe na direita, driblou Leandro Almeida e fuzilou para o gol. A bola passou debaixo de Juninho e estufou a rede..

Segundo tempo

O Cruzeiro distribuía facilmente a bola em campo, e criou várias chances de matar o jogo no início da segunda etapa. Aos sete, Fernandinho chutou cruzado da esquerda e obrigou Juninho a se esticar. Sete minutos depois, foi a vez de Soares, livre, desperdiçar de frente para Juninho.

A escrita de gols perdidos acabou se invertendo na segunda etapa. Se no primeiro tempo, o Galo foi castigado por despediçar chances, no segundo, foi a Raposa que se complicou. Após perder excelente oportunidade, com Wellington Paulista, aos 29, a Raposa viu o Galo dois minutos depois diminuir o placar. Carlos Alberto sofreu pênalti de Fábio, e Diego Tardelli cobrou, com direito a paradinha, para diminuir.

O gol incendiou o jogo, e as chances voltaram a aparecer. Aos 33, foi a vez de Diego Tardelli desviar cruzamento e quase empatar. Aos 36, Thiago Ribeiro driblou o goleiro Juninho, tocou para o gol, mas Leandro Almeida desviou e salvou o Galo.

Aos 41, Thiago Ribeiro foi expulso e o número de jogadores em campo se igualou. O Galo ainda perdeu ótima oportunidade com Márcio Araújo, mas acabou atrás do placar. O Cruzeiro acabou vitorioso.

(Crédito: lancepress)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: