Tottenham Campeão da Copa da UEFA 1971-72

O capitão Alan Mullery ergue a taça de campeão da Copa da UEFA de 1972;
Credit: www.gettyimages.ae/S&G/PA Images
Ficha Tecnica
Tottenham 1 x 1 Wolves
1972 UEFA Cup Final
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): Copa da UEFA 1971-1972 – Final – 2º Jogo
• Data (Date): Quarta-Feira, 17 de Maio de 1972, 20:45 hs (Local)
• Estádio (Stadium): White Hart Lane, Londres (Inglaterra / England)
• Público (Attendance): 54.303 expectadores pagantes
• Árbitro (Referee): Laurens Van Ravens (Holanda / Netherlands)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Sem Registro (No Registry)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Sem Registro (No Registry)
• Quarto Árbitro (Fourth Official): Sem Registro (No Registry)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Nenhum (none) Nenhum (none)
Gols| Goals | Goles Gols| Goals | Goles
1-0 Alan Mullery, aos 29’/1º 1-1 Dave Wagstaffe, aos 40’/1º
Tottenham Hotspurs Football Club Wolverhampton Wanderers Football Club
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
01 Pat Jennings
02 Joe Kinnear
03 Cyril Knowles
04 MAlan Mullery ©
05 Mike England
06 Phil Beal
07 Alan Gilzean
08 Steve Perryman,
09 Martin Chivers
10 Martin Peters
11 Ralph Coates
Go
Df
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
01 Phil Parkes
02 Bernard Shaw
03 Gerry Taylor
04 Danny Hegan
05 Scotland Frank Munro
06 John McAlle
07 Jim McCalliog ©
08 Kenny Hibbitt (Mike Bailey)
09 John Richards
10 Derek Dougan (Hugh Curran)
11 Dave Wagstaffe
Coach: Bill Nicholson Coach: Bill McGarry
12
13
14
15
16
Ray Evans
Barry Daines (gk)
Terry Naylor
John Pratt
Jimmy Pearce
12
13
14
15
16
Derek Parkin
Rod Arnold (gk)
Mike Bailey, aos 10’/2º
Hugh Curran, aos 39’/2º
Steve Daley
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
1 x 1 0 x 0 1 x 1
• Com esse resultado o Tottenham sagrou-se campeão pois havia vencido o 1º jogo por 2 x 1
• Tottenham Hotspurs: Camisa Branca, Calão Branco e Meias Brancas;
• Wolverhampton: Camisa Laranja, Calção Preto e Meias Laranjas;

.:: Galeria de Imagens ::.
Elenco do Tottenahm Hotspurs, da Inglaterra, campeão da Copa da UEFa de 1972;
Crédito: www.brasilspurs.com
Jogadores do Tottenham posam com a taça no vestiário após o jogo;
Crédito: colunasports.blogspot.com.br
Phil, Mike England, Martin Peters e Cyril Knowles com a taça da Copa da Uefa;
Crédito: www.tottenhamhotspur.com

Crônica:

O Torneio:

A Copa da UEFA era a evolução da Fairs Cup, competição que abria vaga a grandes clubes que não conseguiam classificação para a restrita European Cup (UEFA Champions League), única competição em maior nível técnico que a UEFA Cup na Europa. Em sua primeira edição, clubes de muita técnica, classe e grandeza disputavam o caneco. Milan, Real Madrid, PSV, Porto, Juventus, Southampton, Atlético de Madrid, Hamburgo, Colônia e muitos outros clubes de extrema qualidade técnica, entre eles, um tal de Tottenham Hotspur Football Club.
A equipe era comandada pelo lendário, ídolo eterno, Bill Nicholson, o nosso mais lendário técnico. E tinha como grandes estrelas, bem, o time inteiro era formado de grandes jogadores lendários em nossa história. Gilzean, Perryman, Coates, o maestro Martin Peters, e o grande artilheiro Chivers, no gol, o goleiro da seleção norte-irlandesa Jennings (todo grande time começa com um grande goleiro), o capitão era Alan Mullery. Muitos estão sendo injustiçados em não serem citados, era uma grande equipe, talvez tivesse o futebol mais bonito da Inglaterra na época, uma equipe que todos gostavam de ver jogar, e odiavam enfrentar. Quem viu esse time jogar, provavelmente tem vontade de cortar seus olhos assistindo os jogos dos elencos recentes, mas, Tottenham é o amor maior, um amor estranho, o jogo feio às vezes pode se tornar lindo nos olhos de um torcedor, mas, naquela época, um futebol lindo se tornava mágico.

O Caminho do Campeão:

A caminhada começou contra o ÍBK Keflavík, da Islândia. O time estreou mostrando toda sua classe, sem dó, os craques foram até a gelada Islândia para colocar um sonoro 1 x 6 no placar. Com hat trick de Gilzean, dois do capitão Mullery e um de Coates, que começou a goleada.
No White Hart Lane, a história não foi outra, 9 x 0, hat trick do artilheiro Chivers, dois de Gilzean, um para Perryman, Coates, Knowles e Holder. Começo empolgante para a competição.
Na sequência, enfrentamos uma equipe complicada, o FC Nantes, da França. Na França, o jogo não saiu do zero, teríamos que decidir no White Hart Lane. E com um gol no começo do jogo de Martin Peters, nós garantimos nossa classificação na próxima fase.
Nas Oitavas de Final, o adversário foi o romeno FC Rapid București, a primeira partida foi disputada no White Hart Lane, e conseguimos uma grande vantagem para levar para a distante Romênia, 3 x 0, Peters no primeiro minuto, e Chivers duas vezes marcou. Na Romênia, vencemos novamente, por 2 x 0, Chivers e Pearce, que foi expulso após brigar com o adversário Ion Pop. Estávamos nas Quartas de Final, o título se aproximava.
E teríamos que ir a Romênia novamente, enfrentar o FC UT Arad. Na Romênia vencemos com gols de Morgan e Mike England. Agora os romenos teriam de nos vencer no White Hart Lane, tarefa que não se mostrava fácil a ninguém. E eles estavam nos vencendo até os 80 minutos quando Gilzean marcou e os forçou a terem que marcar duas vezes para avançar. Não conseguiram, 1 x 1, e estávamos nas Semi Finais.
E para deixar o título ainda mais bonito, um gigante europeu, o AC Milan. A primeira partida no White Hart Lane, vencemos de virada, 2 x 1. Benetti marcou para o Milan, e Perryman, marcou dois, e nos colocou na liderança do placar. Iríamos a Itália para tentar a vaga para a final. Era um confronto aberto.
Na Itália, Mullery nos colocou na liderança do placar com poucos minutos de jogo, o Milan ainda empatou com Rivera de pênalti. Era oficial, o Tottenham Hotspur era finalista da primeira Copa da UEFA da história. E o adversário, seria o conhecido Wolverhampton Wanderers.

A Final:

Também disputada em duas partidas, jogaríamos duas partidas na Inglaterra para trazer o troféu europeu para o norte de Londres e deixa-la, ainda mais, branca e azul.
Em Wolverhampton, na primeira partida, Nicholson entrou com a formação que vinha utilizando durante toda a competição: Jennings; Beal, Kinnear, Mike England, Knowles; Mullery (c), Peters, Perryman; Gilzean, Coates e Chivers. E o camisa 9, o artilheiro, Chivers, fez seu dever, marcou gols, e nos deixou muito próximos do título. Marcou, viu o Wolverhampton empatar e nos deixou na liderança do placar de novo. 1 x 2 e a decisão estava a caminho do White Hart Lane, um empate nos daria o título.
Nicholson escalou novamente o Dream Team. Mullery, aquele que mais tarde levantaria a taça, marcou aos 29, o norte de Londres estava em festa, azul e branco, como de lei, eram as cores que reinavam na região. Os Wolves empataram ainda no primeiro tempo, mas, não havia nada que tirasse esse título dos Spurs.
Tottenham Hotspur, o primeiro campeão da história da Copa da UEFA. Uma campanha digna da grandeza do clube. Goleadas, jogos difíceis, grandes adversários e o título em White Hart Lane. Que time comandava o Sr Bill Nicholson. Que clube maravilhoso é o Tottenham Hotspur.


.:: Seleção Brasileira – Brazilian National Team ::.
Confira todos os jogos da Seleção Brasileira de futebol aqui.
All the matches of the Brazilian National Team hear;
www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: