Posts com Tag ‘Náutico x Santa Cruz’

Náutico 2 x 2 Santa Cruz

Tudo Igual no Clássico das Emoções

Ø 01/02/2009 – Náutico 2 x 2 Santa Cruz
● Competição: Campeonato Estadual – 1º Turno – 7ª Rodada
● Data: Domingo, 1 de Fevereiro de 2009
● Estádio: do Náutico – “Aflitos” (Recife-PE)
● Público e Renda: sem registro
● Árbitro: Wilson de Souza Mendonça
● Auxiliares: Jossemmar Diniz e Pedro Wanderley
● 4º Árbitro: sem registro
● Cartões Amarelos: Juliano (NAU); Parral, Bilica, Leandro Camilo (STA).
● Expulsão: Bilica 37’/2ºT (STA).
● Gols: Gilmar 41’/1ºT (1-1); Carlinhos Bala 04’/2ºT (2-1) (NAU) / Marcelo Ramos 18’/1ºT (0-1); Sandro 16’/2ºT (2-2) (SAN).
Ø NÁUTICO Ø SANTA CRUZ
● [Go] Eduardo;
● [Ld] Carlinhos
● [Za] Vágner
● [Za] Galliardo e
● [Le] Anderson Santana;
● [Mc] Nunes (Adriano Magrão)
● [Mc] Johnny (Derley)
● [Mc] Juliano (Dinda) e
● [Mc] Carlinhos Bala;
● [At] Gilmar e
● [At] Anderson Lessa.
● [Go] André Zuba;
● [Ld] Parral
● [Za] Sandro
● [Za] Thiago Matias e
● [Le] Leandro Camilo (Memo);
● [Mc] Juca
● [Mc] Bilica
● [Mc] Wagner e
● [Mc] Leandro Goabatto (Pedro Henrique);
● [At] Marcelo Ramos (Anderson) e
● [At] Márcio.
Ø Tec: ROBERTO FERNANDES Ø Tec: MÁRCIO BITTENCOURT
● [] Adriano Magrão {22’/2º}
● [] Dinda {22’/2º}
● [] Derley [29’/2º}
● [] Pedro Henrique {14’/2º}
● [] Memo {20’/2º}
● [] Anderson {40’/2º}

Náutico e Santa Cruz empatam em clássico, LANCEPRESS! – Alvirrubros e tricolores justificam o nome Clássico das Emoções

LANCEPRESS!

Com o empate em 2 a 2, Náutico e Santa Cruz justificaram o termo Clássico das Emoções neste domingo, no Aflitos, pela sétima rodada do Campeonato Pernambucano. O resultado não interessou a nenhuma das equipes, pois o Timbu tem 13 pontos e Tricolor, 16 – o Sport é líder com 21 pontos.

O primeiro tempo foi tecnicamente fraco mesmo com as duas equipes tendo marcado um gol cada. Enquanto o Náutico não conseguia impor seu ritmo, o Santa Cruz aproveitou a chance e passou a ocupar mais a área do adversário.

A defesa do Timbu estava dispersa, quando Marcelo Ramos tocou para Leandro Gobatto, que matou no peito, passou pelo zagueiro Galliardo e devolveu para Marcelo Ramos. O zagueiro Vagner tentou antecipar, mas, do jeito que a bola veio, Marcelo Ramos chutou cruzado, longe do goleiro Eduardo. Santa 1 a 0.

Os jogadores do Santa relaxaram e os do Náutico passaram a avançar mais. Aos 41 minutos, Carlinhos Bala chutou contra a meta do Santa e a bola explodiu na zaga, o atacante Anderson Lessa travou com Tiago Matias e a bola sobrou para Gilmar. O atacante limpou Sandro e fuzilou o goleiro André Zuba. 1 a 1.

No segundo tempo, a partida era outra e o Náutico passou a sufocar a defesa tricolor. Logo no início, Carlinhos Bala cobrou uma falta, recebeu de volta após um passe de Anderson Santana e chutou uma bomba no canto esquerdo de Eduardo. Festa nos Aflitos, Náutico de virada 2 a 1.

Mas a festa alvirrubra num clássico ainda não foi desta vez, pois, aos 16 minutos, o meia-atacante Pedro Henrique foi derrubado na entrada da área do Náutico e o experiente zagueiro Sandro, que falhou no primeiro gol do Timbu, se apresentou para cobrar. Sandro mandou um torpedo por cima da barreira, empatando a partida.

Náutico x Santa Cruz


Ø Lance dos clássico das emoções. (Imagem: http://esporte.ig.com.br/)
Náutico x Santa Cruz
Clássico das Emoções
Clássico das Emoções
Os Números do Clássico
Clube Vitória Empate Derrota Gols Pró Gols Contra
Náutico 150 133 183 604 661
Santa Cruz 183 133 150 661 604
TOTAL 467 Jogos 1.265 Gols Marcados

Ø Clássico das Emoções Quando o Santa Cruz foi fundado em 1914 por um grupo de jovens estudantes que freqüentavam as escadarias da Igreja de Santa Cruz, no bairro da Boa Vista, o Clube Náutico Capibaribe, inicialmente um clube voltado para a prática do remo, já disputava o campeonato estadual e travava grandes duelos contra o Sport e o América. Inicialmente alvinegro (algum tempo depois se tornaria tricolor), o Santa Cruz logo popularizou-se, atraindo o povão para si, em contraste com a elitização do futebol daqueles tempos. Mas, tanto Santa Cruz quanto Náutico só foram campeões pela primeira vez na década de 30. O “Santa” ganhou seu primeiro título em 1931 com o “Timbu” sendo o vice. Já este conquistou seu primeiro campeonato em 1934 vencendo o rival na final por 2 x 1. E este equilíbrio nas decisões se mantêm no Clássico das Emoções. (http://classicoeclassico.sites.uol.com.br/)

Ø Primeiro Jogo: 26/05/1918 – Náutico 1 x 1 Santa Cruz (Campo da Junqueira)
Ø Maior Goleador do Náutico: Baiano, 15 gols
Ø Maior Goleador do Santa Cruz: Tará, 17 gols.


# 467 – 29/03/2009 – Santa Cruz 1 x 3 Náutico

Competição: Campeonato Estadual de 2009 – 2º Turno – 7ª Rodada
Data: Domingo, 29.03.09 – 16:00 h (de Brasília)
Estádio: José do Rego Maciel “Arruda”, Recife (PE)
Público e Renda: 32.096 / R$ 18.190
Árbitro: Antônio Hora Filho
Assistentes: Luciano Cruz e Ubirajara Ferraz
Gols: Marcelo Ramos 07’/2ºT (1-1) (SAN); Édson Miolo 22’/1ºT (1-0); Édson Miolo 18’/2ºT (2-1); Gilmar 46’/2ºT (3-1) (NAU)
Cartões amarelos: André Zuba, Bilica, Vagner, Pedro Henrique (SAN); Johnny, Carlinhos Bala, Vágner, Gladstone (NAU)
Cartões vermelhos: Johnny 38’/2ºT (NAU)

SANTA CRUZ:
André Zuba, Thiago Matias, Bilica e Leandro Camilo; Parral (Pedro Henrique 20’/2ºT), Anderson, Alexandre Oliveira, Roger (Vágner 25’/2ºT) e Adílson (Marcos Tamandaré 01’/2ºT); Márcio e Marcelo Ramos. Técnico: Márcio Bittencourt.

NÁUTICO:
Eduardo, Galliardo, Vágner, Gladstone, Asprilla, Édson Miolo (Onildo 40’/2º), Derley, Johnny, Carlinhos Bala (Nunes 25’/2ºT), Gilmar, Adriano Magrão (Daniel González 11’/2ºT). Técnico: Sérgio China.

# 466 – 01/02/2009 – Náutico 2 x 2 Santa Cruz

Competição: Campeonato Estadual de 2009 – 1º Turno – 7ª Rodada
Estádio: do Náutico – “Aflitos”, Recife (PE)
Data/hora: 31.01.09 – 17h (de Brasília)
Árbitro: Wilson Souza
Assistentes: Jossemmar Diniz e Pedro Wanderley
Cartões amarelos: Juliano (NAU); Parral, Bilica, Leandro Camilo (STA)
Cartões vermelhos: Bilica 37’/2ºT (STA)
Gols: Gilmar 41’/1ºT (1-1); Carlinhos Bala 04’/2ºT (2-1) (NAU) / Marcelo Ramos 18’/1ºT (0-1); Sandro 16’/2ºT (2-2) (SAN)

NÁUTICO:
Eduardo, Carlinhos, Vágner, Galliardo e Anderson Santana; Nunes (Adriano Magrão 22’/2ºT), Johnny (Derley 29’/2º), Juliano (Dinda 22’/2ºT) e Carlinhos Bala; e Gilmar e Anderson Lessa. Técnico: Roberto Fernandes.

SANTA CRUZ:
André Zuba, Parral, Sandro, Thiago Matias e Leandro Camilo (Memo 20’/2ºT); Juca, Bilica, Wagner e Leandro Goabatto (Pedro Henrique 14’/2ºT); Marcelo Ramos (Anderson 40’/2ºT) e Márcio. Técnico: Márcio Bittencourt.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 102 outros seguidores